SRZD


28/03/2014 14h18

Justificativas do Grupo Especial: evolução e samba-enredo
Cadu Zugliani

Sinto falta de uma maior clareza nas obrigações e fórmulas do julgamento da LIESA. No quesito evolução, por exemplo, leio justificativas que falam em buracos no centro da ala e etc... Existe uma campanha para que voltemos a ter EVOLUÉÉO no canto e na dança dentro das alas e nas escolas mas os jurados tiram décimos por "pequenos claros formados dentro das alas". Há, na minha opinião, uma disparidade entre ideias neste caso e vamos caminhar novamente para as alas compostas por robôs.

Outro caso gritante de disparidade é que, para alguns jurados, a Mangueira passou "com muita empolgação" para outros "sem muita empolgação", como vamos medir isso?

- Justificativas do Grupo Especial: Bateria - parte 1

- Quesito enredo: como os jurados não conseguem justificar suas notas

- Justificativas não justificadas

- Quanto vale um décimo?

- Carnaval 2014: Liesa divulga justificativas dos julgadores

Foto: Reprodução de Internet

De maneira geral, a evolução foi bem justificada no mapa de notas, achei que houve apenas uma "mão pesada" sobre o Império da Tijuca que, ao meu ver, evoluiu bem, sem muitos erros nem buracos, por outro lado, apresentou "embolação em algumas alas" para mais de um jurado e isso custaria sim alguns décimos na avaliação mas não a quantidade tirada da escola.

O quesito samba-enredo apresenta fórmulas de julgamento ainda mais discutíveis mas vale uma separação por julgador. Alexandre Wanderley e Alice Serrano conseguiram justificativas muito bem aplicadas e com bastante coerência entre as explicações e as notas dadas para as escolas, pode não seguir o meu gosto pessoal mas mostraram conhecimento ao aplicar os descontos. Mesmo assim, fica nítida a disparidade no julgamento ao se referir ao samba da União da Ilha. Este samba não mudou de uma cabine para a outra e levou 10 para o Wanderley e 9,7 para a Alice.


Veja mais sobre:Carnaval 2014

Comentários
  • Avatar
    30/03/2014 02:04:21AghataMembro SRZD desde 20/05/2013

    Vão chorar na cama bobalhões!!!! Só sei q em 2.015 ela voltou. O Gigante acordou, aguardem...

  • Avatar
    29/03/2014 12:37:12ArmandoMembro SRZD desde 29/03/2014

    Segue alguns comentários interessantes sobre o Samba Enredo: RAFAEL MOURA - 25/03/14 16:38 escreveu na galeria do samba: E não é ironia. A jurada Maria Amélia, de samba-enredo, canetou impiedosamente o terrível samba da Beija-Flor. E teve culhão de conferir à "deusa da passarela" um 9,5, a menor nota de todas que concedeu. A justificativa é um deleite para todo sambista que preza um samba de qualidade- algo que o da Beija-Flor está longe de ser. "Os refrões são fracos e os desenhos melódicos são monótonos", escreveu Maria Amélia. Bingo! "A preocupação de citar slogans e fazer alusão ao universo da Rede Globo (mesmo sendo Boni o homenageado) em quase toda a letra do samba deixou um vazio. 80% Rede Globo e 20% tudo que passou sobre a história da comunicação, que poderia ter sido mais explorada na letra". E Maria Amélia continua: "A letra perdeu em beleza e criatividade. Alguns versos mostram solução sem criatividade e difíceis de entender. Exemplo: 'Um lado a comunicar/ o outro comunicou'. Por que usar o mesmo verso invertido?" Maria Amélia, te amaremos eternamente, pena que o Laíla já deve ter pedido a sua cabeça. Força!

  • Avatar
    29/03/2014 12:24:32ArmandoMembro SRZD desde 29/03/2014

    Concordo com o Luiz Cláudio e o Nilton. O Jurado Wanderley embora tenha dado algumas notas com coerência. Em outras deixou a desejar, inclusive, entrando no mérito do quesito Harmonia. Julgou Samba ou julgou harmonia? A meu ver, não foi o melhor no quesito Samba Enredo. A mim me parece, também, que ficou faltando nesta análise do grande Kadu, algo mais substancial. Para quem interessar dê uma olhada em: espaço aberto da galeria do samba Saudações.

  • Avatar
    28/03/2014 23:10:45niltonMembro SRZD desde 25/10/2009

    Fiquei abismado com esse post. A pior justificativa ao meu ver de todas foi a desse julgador para não dar a nota máxima ao samba do Salgueiro. O Alexandre wanderley deveria ganhar um curso de interpretação de texto e língua portuguesa. Dizer que tirou nota porque o samba no final da segunda parte tinha muitos verbos no infinitivo e piada. O infinitivo, no caso do enredo que falava sobre conscientizar para a sustentabilidade, a parte " e uma questão de querer, aprender a cuidar, e saber preservar", faz com que haja um sentido coletivo, infinito, universal... E uma questão de feeling. E questionar a frase "canta meu salgueiro" também e ridículo. O canta meu salgueiro e de sentido duplo. E um pedido de garra aos componentes no canto, e também e uma convocação que a escola cante esse samba de conscientização. Logo Meu samba vai tocar seu coração E um alerta ao mundo inteiro, A vida em nossas mãos, Buscando a solução Canta meu salgueiro O bem que aqui se planta floresce nesse chão Canta salgueiro. Lindo samba nota 9.9

  • Avatar
    28/03/2014 20:52:54Luiz ClaudioMembro SRZD desde 22/11/2010

    Perdoe-me Cadu. Quem sou para lhe ensinar a fazer jornalismo? Acredito que tenha faltado texto. A opinião ficou vaga, faltou mais dissertação, detalhamento, escola por escola, etc...

Comentar