SRZD


28/04/2014 18h51

PM suspeito de matar dentista se entrega à polícia
Redação SRZD

Suspeito de assassinar a dentista Fabíola de Cunha Peixoto, de 24 anos, o cabo da Polícia Militar Leandro Pino de Carvalho, de 36 anos, se entregou na Divisão de Homicídios, na Barra da Tijuca, nesta segunda-feira. Ele alega não se lembrar de nada desde a hora do crime.

- Dentista morta enviou mensagem para mãe antes de morrer

Fabíola e Leandro. Foto: Reprodução

Segundo seu advogado, Leandro usa remédios controlados. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi levada à delegacia para atender o policial. De acordo com o delegado Alexandre Herdy, ele será examinado.

Fabíola foi morta com quatro tiros dentro da casa de Leandro, em Olaria, Zona Norte do Rio, na madrugada deste domingo (27). Os dois tiveram uma discussão após chegarem de uma festa.



Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.