SRZD


21/05/2014 02h04

Unidos de Bangu apresenta equipe e enredo para o Carnaval 2015
Wellington Andrade*

A Unidos de Bangu realizou na noite da última terça-feira uma coletiva de imprensa em sua quadra para apresentar a equipe e o enredo para o Carnaval de 2015. Após uma ausência de 30 anos, a vermelha e branca está de volta a Marquês de Sapucaí e vai abrir os desfiles no próximo ano pela Série A.

Público na quadra Foto: SRZD

Com um bom público, o início dos trabalhos ocorreu por volta das 21h, quando o presidente da escola, Rafael Marçal, agradeceu a presença de todos e disse.

"Já estamos nessa luta há 2 anos e nesse nosso ressurgimento temos um histórico de vitórias, seja pela conquista do vice-campeonato pela Série C no ano passado e o campeonato pela Série B nesse ano. A responsabilidade no ano que vem será maior ainda, mas acredito que vamos representar muito bem a Zona Oeste na Sapucaí."

Equipe da U. Bangu Foto: SRZD

Logo após, foi à vez do diretor de Carnaval, Gustavo Barros, falar para a plateia sobre os momentos seguintes do evento. Ele fez questão de ressaltar a importância da preparação da vermelha e branca para a reestreia na Marquês de Sapucaí.

"O grupo de trabalho está montado. É um trabalho árduo, mas grandioso. O nosso barracão já está com carros alegóricos desmontados e a escola vem com tudo. Estamos nos organizando para uma boa apresentação na Sapucaí na Série A e em breve no Grupo Especial."

Em seguida, foram apresentados diversos nomes da equipe em seus respectivos segmentos para o próximo Carnaval.  Dentre os destaques, estão o carnavalesco Petterson Alves, conhecido nome do carnaval capixaba, Ubirajara Claudino, cria da Mangueira e novo mestre-sala que fará par com a porta-bandeira Janaína Manfredo, e o intérprete Marcelo Rodrigues, que farão parte do grande elenco da vermelha e branca da Zona Oeste para o ano que vem.

No momento seguinte, foi apresentado o título do enredo para o Carnaval 2015: "Imperium", tema de autoria do pesquisador Diego Araújo, que explicou para o SRZD- Carnaval sobre como foi pensado este tema.

Diego Araujo Foto: SRZD

"A proposta do enredo é abordar todo o legado histórico, artístico e religioso de cada império existente ao longo da história da humanidade, seja qual for. Vamos explorar o tema sob novas perspectivas, aclamando esses grandes impérios em plena Sapucaí no desfile da escola."

O evento também permitiu que os compositores pudessem ter acesso à sinopse do enredo e assim já prepararem as suas composições. A apresentação dos sambas concorrentes está prevista para o dia 12 de agosto.

E o SRZD-Carnaval aproveitou a noite e também conversou com os integrantes do time da Unidos de Bangu, que falaram sobre suas expectativas para o novo ano que a escola pretende levar para a Avenida. Confira:

Rafael Marçal, presidente:

Rafael Marçal Foto: SRZD

"A equipe da escola e cada segmento está muito bem representado, estamos com uma boa estrutura de ateliê e um carnavalesco que está chegando ao Rio de Janeiro querendo mostrar o seu trabalho, temos também um bom enredo, casal de mestre-sala e porta-bandeira e bateria. Não vamos dever nada a nenhuma outra escola que já está lá."

Petterson Alves, carnavalesco:

Foto: SRZD

"Já estou trabalhando o enredo junto com o pesquisador (Diego Araújo) e vamos mostrar o grande legado que as antigas civilizações deixaram para a humanidade na construção de honras e glórias. Será este o nosso Carnaval, é uma aposta que a escola está fazendo para mostrar todo o poder que tem e precisa para se manter na Série A. E a união faz a força e juntos faremos a diferença."

Janaína Manfredo, primeira porta-bandeira:

Bira, Erica e Janaina Foto: SRZD

"Acho que devido a esse retorno da escola à Sapucaí, todos estão esperando o melhor da escola e isso vai refletir de forma positiva. Eu e o Bira já estamos ensaiando e teremos a ajuda da bailarina contratada (Érica Rosane), que chegou para aprimorar nossa postura e o bailado para fazermos bonito na Sapucaí em 2015."

Flávio, mestre de bateria:

Foto: SRZD 

"Já fizemos um grande ensaio na última quinta-feira e estamos trabalhando muito o ritmo da bateria. Vamos fazer 3 paradinhas e uma evolução na Avenida. Nossa roupa será leve e vai favorecer muito a cadência e a afinação também. E prestem atenção no nosso surdo de terceira. Estou muito confiante no trabalho."

Marcelo Rodrigues, intérprete:

Foto: SRZD

"Eu venho da Acadêmicos do Cubango e assim que fui convidado, vi que a proposta da escola é grandiosa. Tive propostas de outras agremiações mas optei pela Unidos de Bangu porque o projeto é a longo prazo e com certeza vamos colher os frutos disso. Agora é aguardar os sambas para fazer o melhor no desfile."

Carlinhos Fontinelle, coreógrafo:

Foto: SRZD

"Desde quando a escola traçou alguns objetivos, ela vem conseguindo se superar a cada ano. As metas já estão sendo alcançadas e acredito que vamos  superar nossos próprios limites."

Beto Manfredo, diretor de Harmonia:

Foto: SRZD

"A harmonia de uma escola é sempre muito visada, mas estamos buscando o melhor possível para a Unidos de Bangu, mesclando pessoas novas e antigas porque assim agente aprende e a responsabilidade de abrir o desfile será muito grande."

Junior Prince, coordenador da ala de passistas:

Foto: SRZD

"A nossa ala foi premiada e o que queremos é dar continuidade ao trabalho. E o objetivo é fazermos a nossa ala de passistas ser vista e reconhecida de longe."

 

*Colaborador do SRZD



Comentários
  • Avatar
    21/05/2014 15:24:52Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Qualquer pessoa adepta do mundo do samba deve saudar o retorno da Unidos de Bangu ao palco iluminado da Sapucaí, o grupo de acesso/Série A do Carnaval Carioca 2015. A vermelho-branca da zona oeste conquistou este direito por ter-se sagrado campeã 2014 do grupo de acesso/Série B no chamado Carnaval Popular realizado na Estrada Intendente Magalhães no bairro suburbano Campinho. Assim, embora o diretor de Carnaval da agremiação, Gustavo Barros, tenha feito um bom discurso de marketing dizendo â??Estamos nos organizando para uma boa apresentação na Série A e em breve no Grupo Especial (GE), ou seja, na elite do Carnaval Cariocaâ? é preciso esclarecer o seguinte. A Unidos de Bangu nunca fez parte do GE. Na Série A as agremiações se apresentam nas noites de sexta-feira e sábado de carnaval, sendo que somente a campeã conquista o direito de ascender à elite da Folia Carioca, cuja disputa é ferrenha uma vez que tal grupo de acesso é integrado por 15 agremiações, algumas de tradição & experiência no GE inclusive títulos conquistados. De qualquer maneira, é válido o discurso pra cima, isto é, o marketing do diretor de carnaval da Unidos de Bangu cujo enredo 2015 â??IMPERIUMâ? deve ser considerado de boa qualidade além de histórico, artístico, cultural e musical. Em outras palavras, deve ser considerado carnavalizável devendo propiciar uma boa obra musical, ou seja, um bom samba-enredo. Haja vista, a sinopse foi bem redigida inclusive na justificativa devendo ser igualmente considerada de boa qualidade. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

Comentar