SRZD


05/06/2014 00h46

Beija-Flor bate o martelo e confirma enredo sobre a Guiné Equatorial
Redação SRZD

Batido o martelo na Beija-Flor. Conforme antecipado pelo SRZD-Carnaval, a escola de Nilópolis terá como tema, a Guiné Equatorial. Uma comitiva da escola viajou à África, na segunda quinzena de maio, a fim de conhecer melhor o local e coletar dados sobre o tema.

Selminha e o grupo show da Beija-Flor estiveram no país no ano passado. Foto: Diego Mendes

 

No ano passado, um grupo de passistas e segmentos da agremiação esteve no país para participar das comemorações pelos 45 anos da independência do país. Grande produtor e exportador de petróleo e gás, a Guiné é o maior PIB per capita do continente africano.  

Leia mais: 

- Enredo do Salgueiro é sobre cozinha mineira

- Confira a sinopse da São Clemente para 2015



Comentários
  • Avatar
    09/06/2014 20:12:51Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Gean, portelense parceiro conforme eu sou mea culpa. Faço autocrítica. Parece mesmo que não sei de nada, que sou inocente... Rsrsrs... Ã? o seguinte. A redação correta da frase é: Na era sambódromo de 2003 pra cá a Deusa da Passarela ineditamente nunca antes tinha ficado sem ser campeã três Carnavais consecutivos. O que ocorreu em 2014. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

  • Avatar
    09/06/2014 20:01:07GeanMembro SRZD desde 22/02/2016

    Almir, quero comentar sobre o seu primeiro comentário!!! Você só pode ter pirado em dizer q a BF nunca ficou mais de 3 anos sem vencer na era sambódramo,.... e como viajou na maionese. A BF só venceu na era sambódramo pela primeira vez em 1998, ou seja: 14 anos depois da fundação em 1984. Não sei como um cara tão experiente em carnaval como você comete um equívoco desses.

  • Avatar
    09/06/2014 19:54:58Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Tedy, nilopolitano parceiro, tem ocorrido concordâncias em demasia em nossos comentários... Rsrsrs... Isto não é bom (rsrsrs), pra quem, por ventura, ainda â??acheâ? (rsrsrs) que sou â??anti-nilopolitano ou anti-Beija Florâ? (rsrsrs). Bem, de fato, é exagerada a afirmação â??caiu em desgraçaâ?. Ã? público & notório que sou adepto de desfile enquanto espetáculo artístico-cultural-musical. Assim, filosoficamente, dos três que você citou, embora eu reconheça terem sido emocionantes nenhum me â??agradouâ? (rsrsrs) a ponto de fazer jus ao título. O que é subjetivo, eu sei. Assim, dos três citados somente â??Peguei um Ita no Norteâ? é enredo carnavalizável, ainda que eu não considere de excelência em letra & melodia o samba-enredo, embora tenha qualidade entre razoável e bom. O desfile-espetáculo artístico-cultural-musical que eu considero como campeão foi o apresentado através do samba e do enredo notas 10 pela agremiação da zona da Leopoldina intitulado "Marquês que é marquês, do sassarico é freguês!â?. Por sua vez, o enredo â??Pará, o mundo místico dos Caruanas nas águas do Patu-Anuâ? nessa linha filosófica é que merecia ter sido o único campeão. Pra ter-se ideia, até então, o ícone Chico Buarque era portelense. Tanto que um de seus gurus-sambistas era mestre Marçal com qual chegou a gravar CD ao vivo em Paris. Ã? óbvio que depois do título conquistado pela gloriosa Estação Primeira, ele virou Chico Buarque da Mangueira... Rsrsrs... Por fim, cá entre nós, o ícone Roberto Carlos não tem História carnavalizável. Eu não diria que o título foi injusto, pois, aquele foi um Carnaval atípico que levou de roldão entre equívocos técnicos o desfile-espetáculo artístico-cultural-musical apresentado pela Academia do Samba através dos belíssimos samba e enredo â??Salgueiro apresenta: o Rio no cinema!â?. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

  • Avatar
    09/06/2014 17:11:24TedyMembro SRZD desde 12/04/2012

    João, ... Quem derá?! Quem derá?!... Eu espero que quando você for pra rua se manifestar contra a roubalheira, não se veja sozinho, ou cercado de pessoas vestidas com camisas da seleção. E a Fifa tem sim como impedir uma minoria de se manifestar, é só botar a policia toda aparelhada do governantes brasileiros pra meter a porrada no pobre do trabalhador. A Fifa deixe de ter esse comando, quando essa minoria se tornar uma maioria, mais a maioria provavelmente vai estar vestida com camisas da seleção, fazendo seu papel de "brasileiro", ou seja falando de futebol, comentando da novela ou do BBB. Mas acredite eu espero mesmo que tenha manifestações, tomara, que tenha mesmo grandes manifestações e que o povo acorde.

  • Avatar
    09/06/2014 16:57:07TedyMembro SRZD desde 12/04/2012

    Almir, concordo com uns 80% do seu comentário. Só que dizer que uma escola "caiu em desgraça" é um exagero, as escolas sim esta refém de um sistema, isso tá na cara, não só a Beija, como outras. Mas, com exceção de 2014, os resultados da Beija-Flor são bons, em 2013 foi até vice-campeã. E Roberto Carlos é é um enredo bem carnavalizável, pois se a Comissão de carnaval que vem cometendo sérios erros no desfile, conseguiu cumprir seu objetivo fazendo um dos desfiles mais emocionantes que já passaram pela Sapucaí, a estética não era boa, mas o enredo deu uma emoção como: em "Peguei o Ita no Norte" de 1993, como no "Chico Buarque da Mangueira" de 1998, nesse então a estética era tão fraca, que o experiente Louzada voltou pra casa pra não ver o desfile na avenida. Depois ligaram pra ele dizendo que estava uma maravilha de desfile, rsrs. .... Agora o que não é carnavalizavel é falar de Boni, como bem disse o Luiz Carlos Magalhães, aquilo era uma coisa entre amigos, deveria ser no Capacabana Palace, em outro lugar, não na Sapucaí. Aquela homenagem foi pequena demais para Sapucaí... ou seja para um desfile de escola de samba.

  • Avatar
    09/06/2014 13:27:46João SilvaMembro SRZD desde 18/08/2010

    Os políticos do Brasil, de conchavo com a Fifa, podem proibir pagode, venda de acarajés nas cercanias do estádio lá na Bahia. Eles só não poderão calar e impedir que inúmeros brasileiros saiam às ruas de maneira pacífica (os vândalos são outra história), para exigir educação padrão fifa, saúde padrão fifa, transporte padrão fifa entre outros. Eu estarei lá, e você?

  • Avatar
    09/06/2014 12:49:59Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Respeitando o assunto, escolha do enredo 2015 da Beija Flor eu digo o seguinte. Trata-se de opção filosófico-política da diretoria objetivando disputar o bilionário & mercantilizado Carnaval. Historicamente dominada por uma aburguesada, oligárquica e mafiosa família infiltrada no mundo do samba, a agremiação é vítima da subserviência de sua própria e respeitabilíssima comunidade. Que inclusive chegou a imiscuir sua paixão pentecostal pela agremiação, uma entidade privada, com o poder público ao eleger em 2008 como alcaide nilopolitano o atual presidente executivo. Que, aliás, retornou à presidência em 2013 de forma arbitrária e ditatorial afastando do cargo sem integrar a chapa única que â??elegeuâ? o primo, depois que não concorreu à reeleição ao Executivo Nilopolitano em 2012 temendo a rejeição popular. Porém, é preciso fazer jus à ditatorial família dominadora da agremiação, ela já acertou e se sagrou campeã depois de escolher um épico enredo chamado afro. O mais recente ocorreu em 2007 sob o título â??Áfricas: do Berço Real à Corte Brasilianaâ?. Embora, se deva aguardar a sinopse, desenvolvimento do enredo e principalmente o desfile oficial em si, eu não creio que um enredo patrocinado tendo como tema a Guiné Equatorial, país da África ocidental dominado por uma burguesa, oligárquica e ditatorial família negra, vá voltar a dar competitividade de disputa de título a Beija Flor. Ã? público e notório, depois que â??coincidiramâ? a prisão e a senilidade do patrono da agremiação e um dos três membros do Conselho â??Superiorâ? da LIESA com o título do atípico Carnaval 2011 agravado por um pífio enredo digamos não carnavalizável e politicamente incorreto assim, a agremiação caiu em desgraça. Na era sambódromo nunca tinha ficado três Carnavais seguidos sem ser campeã, o que acabou ocorrendo em 2014. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

  • Avatar
    09/06/2014 12:25:25TedyMembro SRZD desde 12/04/2012

    Os políticos do Brasil são tão "melhores" (entre aspas) que os ditadores de alguns países da África, que a Fifa esta proibindo terminantemente qualquer empresa de utilizar a palavra PAGODE. Ã? bem capaz de daqui a uns dias, este site, e os demais sites serem avisados pelos advogados da Fifa de que eles não podem mais escrever nas matérias a palavra SAMBA, sem pagar os "direitos autorais" a Fifa. O site teriam então que por aqui escrito ESCOLA DE DESFILE DE CARNAVAL. Pois é já ouviu aquela piada do político que não tinha como comemorar o Dia das Mães, pois tinha vendido ela?! Pois é, não era piada, os direitos humanos foi que não deixaram eles venderem a própria mãe. Então eles resolveram vender palavras que pertencem ao vocabulário do povo brasileiro desde que os índios e portugueses, espanhóis, holandeses, começaram a formação do povo brasileiro. Cuidado pra quando você estiver andando numa rua, a rua não tenha sido vendida para a Fifa, e você tenha que pagar direitos autorais para a mesma.

  • Avatar
    09/06/2014 12:14:09TedyMembro SRZD desde 12/04/2012

    João. ... Não sei onde que você leu que eu tava feliz com a administração da Beija-Flor???? Claro que não. O enredo da Beija-Flor é caça níquel, a escola não se preocupou com enredo, só com o fato do patrocinador ser o oitavo homem mais rico do mundo. Ã? mas só que grande parte desse dinheiro nem dele é, é do país que ele explora. Ã? a mesma pergunta que diz em 2012, quando a Tijuca anunciou seu enredo, o que faz uma escola sair do seu lugar, pra ir num país de cultura desconhecida de nós brasileiros, num enredo que tem tudo pra ser chato, frio, sem emoção? Como foi mesmo o desfile da Tijuca de 2013 sobre a Alemanha. Por que uma Angola sem patrocínio emociona, e uma Alemanha não????... Nada contra a Alemanha, mas o que nós temos a ver com aquele país????.... O que falei foi da relação patrocínio, escola todo ano homenageando o mesmo político, e escola sendo usada como garota propaganda de governo, seja ele do Brasil ou fora do Brasil.

  • Avatar
    09/06/2014 11:45:51DANIELMembro SRZD desde 21/07/2009

    Amigos, sejamos sensatos: a Portela vai fazer política e a Beija-flor vai falar mais do mesmo, ambas só querem receber o patrocínio. Nada contra, inclusive, penso que é necessário mas não é o fundamental e, portanto, acreditem: em 2015 o título vai cair no colo de uma escola que surpreenda com a criatividade, irreverencia e que consiga cativar o público. Sou um torcedor sensato, gosto de relaxar quando desfilo e quando assisto os desfiles e, não aguento mais os erros cometidos pela minha Beija: enredo de muita rejeição; comissão de frente duvidosa e até com possibilidades de ser punida com o regulamento; enfim, estão gastando dinheiro em vão.

  • Avatar
    09/06/2014 10:55:46João SilvaMembro SRZD desde 18/08/2010

    Ala desenhada a 24 mãos. Portela inovando pra sair do lugar comum.Uma das ideias de Alexandre Louzada para o desfile de 2015 da Portela que promete criar rebuliço na Cidade do Samba. Ele está convidado os outros 11 carnavalescos do Grupo Especial para criarem figurinos de uma ala. - Nada é tão surreal quanto o carnavalesco. Por isso a ideia de convidar todos. A ala é um arlequim e uma colombina. Já tenho ok de alguns como Paulo (Barros), Cahê (Rodrigues), Alex (de Souza), a comissão da Tijuca e a da Beija Flor.

  • Avatar
    09/06/2014 10:43:50João SilvaMembro SRZD desde 18/08/2010

    "o problema do desfile foi a estética". Foi isso que quis dizer com lixo, que muitos por aqui falavam. E tal comentário tem lá suas verdades, dada os problemas financeiros da escola. Elas podem pedir patrocínio porque precisam. A sua não precisa. Esse é o X da questão. Agora, se você está feliz com a administração da sua escola e os caminhos pelos quais ele tem percorrido, seja feliz ou tenha saco pra aguentar as críticas. Verdade, também concordo, Tijuca naquele ano errou a mão no enredo, confuso igual ao do Boni. Falo de desenvolvimento. Mas ambos, Tijuca 2011 e BF 2014, esbanjaram grana. A estética da Tijuca em 2011 nem de longe foi feia. Pelo contrário, confuso só o enredo. A sua, foi confuso o enredo Boni, cafona e confusa também a plástica, embora caríssima. E pra não ficar parecendo que tenho algo contra sua escola, tenho contra o enredo dela, não vou voltar mais a comentar por aqui. Mesmo que a sinopse venha floreada, bem elaborada pelo Russo, jamais poderá esconder a podridão político-social, a fome, a miséria, a exclusão, a morte, o regime ditatorial operante na Guiné. Boa sorte na vida, Tocandira.

  • Avatar
    09/06/2014 10:21:44TedyMembro SRZD desde 12/04/2012

    João, ... Você é uma pessoa que comenta com bom senso, quando o assunto é apontar os erros da Beija-Flor. Mas, quando chega nas demais escolas seu bom senso para. Não sei, acho que você tem um problema com a Beija-Flor, isso não é problema meu. Nunca, olhe bem nunca chamei o desfile da Mangueira de 2011 de "lixo", pelo contrário acho um dos melhores trabalhos do Mauro Quintaes e do Wagner Gonçalves, pois o enredo era de fácil leitura, bonito, o problema do desfile foi a estética e bateria. Acho que a Tijuca fez um grande escolha ao contratar o Mauro Quintaes, não entendi até hoje porque o Mauro saiu da Mangueira depois de 2011, pois ele deveria ter ficado pra dar continuidade a seu trabalho. A Tijuca com seus 11 milhões de um enredo autoral do Paulo Barros, fez um desfile bem confuso, enquanto a Mangueira com sua pouca grana, séria crise interna, fez um desfile de fácil leitura, que levou um honroso terceiro lugar. ... Gean, não escrevo meus comentários pensando se você vai gostar ou deixar de gostar. Critico com respeito os erros de todas as escolas, e parabenizo os acertos também. Agora se você acha que não se pode dizer que caiu um latejoula da roupa da sua escola, não posso fazer nada. Pois comento até dos erros da minha própria escola que tanto amo. Há diversas, isso mesmo diversas situações onde defendi a Portela de comentários maldosos da torcedora que você citou. Agora uma coisa é gostar de uma escola, outra beeem diferente é por a escola num patamar de "perfeição", perfeito só Deus, não boto nem a minha própria escola que tanto amo nesse fantasioso patamar de "perfeição", sei apontar os erros e acertos da minha escola também.

  • Avatar
    09/06/2014 07:28:30João SilvaMembro SRZD desde 18/08/2010

    Eu, João, nem sou Mocidade nem sou Portela. Sou o carnaval. Sei bem que você não gostou desse enredo vergonhoso nilopolitano que deve vim floreado para tentar tampar o sol com a peneira. Apenas não concordo, nem eu nem qualquer pessoa sensata, em comparar os 450 anos do Rio, enredo pra lá de batido, com esse ai patrocinado pelo ditador sanguinolento. Acho que você deveria reler meus posts para reinterpretá-los. Afirmei categoricamente que tanto Portela quanto Mangueira passam por problemas estruturais sérios. E mesmo quando estas resolveram colocar carnavais autorais na rua, como Nelson Cavaquinho e Madureira, as escolas saíram da avenida rotuladas de lixo, plasticamente falando. Comentaristas como você cansou de gritar isso. Se o enredo vai ser o mesmo, para mim isso pouco importa. A única certeza que tenho é que, nesse momento, Portela precisa sim de grana para honrar seus compromissos. Ou é isso ou a escola ficará inviabilizada. Diferente da sua escola que apensar de saneada, insiste em viver como refém do patrocínio. AQUI ESTÁ O X DA QUESTÃ?O. Morro de pena da Mangueira, que provavelmente terá que reeditar Cabo Frio da Imperatriz por conta de seus débitos. Sua escola desconhece essa realidade. A grana buscada com todo empenho pela BF faz parte de um sistema que deu certo, hoje está fadado ao fracasso. Tenho certeza que o tiro de misericórdia virá próximo ano, mesmo falando de negritude. E vocês deveriam ficar alegres, porque assim a escola terá uma nova oportunidade de se reinventar. Pra finalizar, Eduardo não impõe nada, ele não tem poder para isso. O benefício que ele tem feito à Portela é oferecer enredos que possam viabilizar algum trocado para ajudar a escola. A decisão final é da diretoria. Mas a dívida será amortizada, se Deus quiser, a Portela voltará a apresentar carnavais originais. Ã? uma questão de tempo que exige dos portelenses e dos que admiram carnaval autenticamente culutral um pouco de paciência.

  • Avatar
    09/06/2014 03:18:59GeanMembro SRZD desde 22/02/2016

    Tedy meu amigo, cuidado... pois você está prestes a se tornar o mais ridicularizado desse site, e lembre-se q esse lugar é da Ághata. E pare de ficar todavia criticando o enredo Portelense, foda-se se é o mesmo enredo, o q importa é a forma como vai ser desenvolvido.

Comentar