SRZD


24/06/2014 10h00

Wolney: 'Lupi violentou o PDT de Pernambuco'
Carlos Cavalcanti | Blog do Magno

Foto: ReproduçãoApós a decisão do diretório nacional do PDT de apoiar a pré-candidatura do senador Armando Monteiro Neto (PTB) ao Governo de Pernambuco, divulgada na tarde desta segunda-feira (23), caminha para o fim os rumores sobre o futuro político do deputado federal Wolney Queiroz (PDT) e do seu pai, José Queiroz (PDT), presidente estadual do PDT. Em entrevista na última sexta-feira (20), Wolney disse que, caso se confirmasse a aliança entre PDT e PTB, haveria a criação de uma dissidência dentro da siga pedetista no estado.
 
"Assim que o partido decidir pelo caminho da aliança com Armando Monteiro, a gente irá abrir uma dissidência em Pernambuco, e todo esse grupo irá votar em Paulo Câmara (PSB), Raul Henry (PMDB), Fernando Bezerra Coelho (PSB) e Eduardo Campos (PSB)", garantiu o deputado.

Wolney reafirmou, então, seu comprometimento, assim como o do pai, para com a Frente Popular. "Isso se deve a uma aliança que nós temos aqui, em Caruaru. Escolhemos esse lado e temos esse direito. Eu, como liderança política, tenho o direito de escolher quem é que eu quero para governar Pernambuco. E eu quero Paulo Câmara", ressaltou.

"Assim como eu, outros do PDT querem também. Então se a direção do partido insiste em violentar a vontade da maioria da legenda em Pernambuco, nós vamos abrir uma dissidência e votar em que a gente quer", enfatizou.


Comentários
  • Avatar
    24/06/2014 20:01:04carlos camposAnônimo

    Lupi declarou-se: "Dilma te amo!!", ela escapou por pouco...rsrsrsrs!!!!

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.