SRZD


24/11/2008 19h40

John Lennon é perdoado pela Igreja
Luiz Felipe Carneiro

John Lennon é perdoado pela igreja | Foto: Divulgação

Todo mundo sabe que, há muito tempo atrás, John Lennon afirmou que os Beatles eram "maiores do que Jesus". Quarenta e dois anos depois, o beatle pode finalmente descansar em paz. Um jornal do Vaticano, em uma reportagem comemorativa dos 40 anos do "White Album", perdoou Lennon.

O jornal afirmou que o compositor estava apenas "se exibindo, gabando-se pelo fato de fazer parte de uma banda inglesa jovem, que cresceu na época de Elvis Presley e do rock n' roll, e que alcançou inesperado sucesso".

Quando Lennon deu a polêmica declaração, ele chegou até a ser ameaçado de morte, nos Estados Unidos. É época, muita gente queimou os discos dos Beatles.

"White Album"

Mas se muita gente queimou os álbuns dos Beatles, hoje, 40 anos depois, tem muita gente dando os olhos da cara por uma raridade da banda britânica. Há uma semana, um colecionador colocou à venda, no site de leilões eBay, a cópia de número 0000005 do "White Album" (as quatro primeiras estariam em posse de familiares dos integrantes do conjunto). Ontem, a raridade foi finalmente arrematada por um colecionador de discos, que desembolsou a bagatela de 19,2 mil libras, o equivalente a 67,66 mil reais.

Na ocasião do lançamento do disco, a cópia foi dada pelo próprio John Lennon a um amigo, também músico, cujo nome é desconhecido.

Dois minutos antes do encerramento do leilão, o valor estava estacionado em 16,2 mil libras. Após, lances nos valores de 17 mil, 18 mil, 19.101 e 19.201 foram dados.

O "Álbum Branco", que contém sucessos como "Birthday", "While My Guitar Gently Weeps" e "Back In The USSR", comemorou 40 anos de lançamento no último dia 22.

iTunes

As negociações entre os Beatles e a gravadora EMI, acerca da disponibilização do catálogo integral da banda de Liverpool em versão digital, estão paralisadas, segundo Paul McCartney.

Em uma coletiva de imprensa realizada hoje, em Londres, o ex-Beatle afirmou que as músicas dos Beatles não estarão disponíveis no iTunes tão cedo. "Quando algo tão grande quanto os Beatles está em jogo, as negociações são muito fortes. Nós estamos querendo resolver isso, mas há muitos pontos controversos. Está tudo paralisado" afirmou McCartney.

Em março, a imprensa inglesa noticiou que os Beatles tinham começado a negociar com a gravadora EMI e com a Apple a questão da venda do catálogo da banda, em versão digital.


Comentários
Comentar