SRZD


13/08/2014 07h40

Mangueira: ouça o samba de Eraldo Caê
Redação SRZD

Get the Flash Player to see this player.

Compositor e Intérprete: Eraldo Caê

ABENÉOADA VÉ SAGRADA MÉE
MULHERES DESSE MEU BRASIL, MANGUEIRA CANTA PRA VOCÉS
E CANTARIA OUTRAS VEZES MIL
EM UM SONHO PERFUMADO DE BELEZA
AS ROSAS DESABROCHANDO DESSE CHÉO
SÉO AS MULHERES LINDAS DAMAS DE MANGUEIRA
QUE ENRIQUECERAM COM SEUS GESTOS ESTA NAÉÉO
COM SUA LUTA, SABEDORIA E IGUALDADE
LIÉÉO DE VIDA, UM GRITO DE AMOR E LIBERDADE
ASSIM NASCIA O CHORO DA FELICIDADE
E A EMOÉÉO CONTAGIANDO ESTA CIDADE

AS NEGRAS RAINHAS DE MANGUEIRA E AS CANDACES
DESCEM O MORRO PRA REINAR
NO ALTAR DO SAMBA DIVINAS A DESFILAR

VENHAM VER E CANTAR
A TRAJETÉRIA DE OUTRAS MULHERES DO BRASIL
COM SEU SUOR E LÁGRIMAS CONQUISTARAM O SEU LUGAR
LEMBRANÉA INVADE A ALMA
A FIDALGUIA ENTÉO SEGUIU
A BENÉÉO DOS ORIXÁS, MÉE MENININHA DO GANTOIS
ELA ENCANTOU COM SEU BAILAR, BANDEIRA BRANCA PRA CELEBRAR
VEM REVIVER DE NOVO AS NOSSAS PRIMEIRAS DAMAS DO SAMBA
NOBREZA, SUAS HISTÉRIAS QUE AINDA HOJE GUARDO NA MEMÉRIA
VEM TÉO LINDAS, VEM MARAVILHOSAS, DESFILAR NA VERDE E ROSA
MULHER DE MANGUEIRA, MULHER BRASILEIRA EM PRIMEIRO LUGAR

EXEMPLO DE VIDA, MULHERES GUERREIRAS
BENDITA SEJA, SÉO AS NOSSAS BRASILEIRAS
NO ROSA, AS FLORES, A MANGUEIRA ME ENCANTA
BROTOU DA TERRA O LINDO VERDE DA ESPERANÉA



Comentários
Comentar