SRZD


08/09/2014 14h52

Veja a entrevista coletiva de Claudia Leitte em sua apresentação como rainha da Mocidade
Joice Hurtado e Wellington Andrade*

Apresentada à comunidade da Vila Vintém no último sábado, a cantora e agora rainha de bateria  da Mocidade Independente, Claudia Leitte, recebeu a imprensa para uma entrevista coletiva momentos antes da coroação. Bastante emocionada, Cláudia conversou com os cerca de 100 jornalistas que compareceram ao evento na quadra da verde e branco respondendo a perguntas sobre sua estreia na Sapucaí. 

Bastante emocionada e empolgada, a cantora confessou estar ansiosa para pisar na Passarela do Samba à frente da bateria de Mestre Beréco e disse que está aberta a receber a criatividade e as inovações de Paulo Barros na concepção de sua fantasia. A nova rainha de bateria explicou como vai fazer para conciliar sua agenda lotada de shows, com os ensaios da escola e promete não decepcionar na Avenida.

Confira o vídeo com a entrevista da cantora:

 

Leia também:

- Cláudia Leitte é coroada na Mocidade

 



Comentários
  • Avatar
    12/09/2014 12:22:55AntonioMembro SRZD desde 15/03/2014

    Voltei! Sol da meia-noite, Tedy, Almir! Vocês tem razão! O que está acontecendo com a Mocidade? O circo continua! Reparei que Tiãozinho, Beth Andrade e muitos sumiram de novo! Eu pensei que esse patrono era sério.... ele gosta de aparecer! Que saudade da Mocidade dos 90! Dos sambas, da bateria, dos puxadores, da comunidade... E essa rainha... não tenho nada contra ela mas pelo amor de Deus! Essa não é a Mocidade de Mestre André, Ney Vianna, Castor de Andrade.... Bando de fanáticos que não querem enxegar, admitir que talvez a Mocidade ainda náo está de volta! Eu que toquei com Mestre André! A bateria não tem o seu swing! O que aconteceu, gente? Vocês estão surdos? Os sambas desse ano... Salve a MOCIDADE! "MINHA ESTRELA GUIA, BRILHA LA NO CEU, SOU A VERDE-BRANCO DE PADRE MIGUEL!" SAUDADES.....

  • Avatar
    11/09/2014 16:18:47TedyMembro SRZD desde 12/04/2012

    Almir e todos os demais, não sei como vocês tem tanta paciência de argumentar com esse tal de João Silva, esse cara é um lunático. Esse João Silva parece aqueles fundamentalistas religiosos que ficam nas praças berrando (isso mesmo berrando) a bíblia. ... Se amanhã o enredo do Paulo Barros for: "TITICA DE GALINHA, QUEM COMEU DEU UMA CAGADINHA", esse João Silva vai dizer que é o melhor enredo que já teve no carnaval. Esse João Silva é um FANÁTICO, e com fanático a gente não discute, no máximo manda para tratamento no psiquiatra. / ....Joãosinho Trinta, Rosa Magalhães, Renato Lage, Alexandre Louzada, Pamplona, esses por mais inovações que trouxessem NUNCA proibiram o componente de sambar, pois eles tem o gosto pelo carnaval, são carnavalescos: ou seja que gostam de ver o povo sambar no pé. /... Já o Paulo Barros é apenas um criador de produção, como ele mesmo se definiu ao jornal "O Dia", na época do enredo da Alemanha na Tijuca. O negócio dele é não deixar que as pessoas sambem, pois ele não é carnavalesco, não tem aquela veia de gostar de ver a passista sambando, aliás ele detesta samba.

  • Avatar
    11/09/2014 15:16:15Cláudia BauerMembro SRZD desde 19/01/2013

    Sol da meia noite, para sua total ignorância o Paulo Barros é artista plástico de profissão. Inclusive eu vi uma entrevista do Louzada aqui mesmo no SRZD e ele disse que ele trabalhou junto com o Paulo na Estácio, onde o hollywoodiano carnavalesco DESENHAVA as fantasias LUXUOSAS que era de responsabilidade do Louzada, sabia disso? Outra coisa que o Louzada disse é que no começo da carreira o Paulo gostava de luxo, plumas e paetês como o Louzada e depois largou isso para ser o que ele é hoje. Ou tu acha MESMO que no Paraíso do Tuiuti em 2003 quem desenhava as fantasias? Você acha que nessa época uma escola de acesso tinha dinheiro para contratar uma equipe de desenho? Faça-me o favor!!!!

  • Avatar
    11/09/2014 13:50:18ClóvisMembro SRZD desde 27/10/2011

    Faltam dois ou três anos para a implantação da religião única, da moeda única,partido político único...é a Nova Ordem Mundial,coisa do dragão, o réptil feroz e da chegada da expedição de Et's sobre a qual falava o réptil e padre francisco,o falso profeta e terceira besta do livro de apocalipse.são os reptilianos que o "pastor" macedo adora e já fez até novela exaltando o bicho feroz... o falso arrebatamento vai levar a cristandade pra morar no céu....como adoradores do deus sol ).... hipnotizados,como escravos,naturalmente...como ocorre , aliás, a cada 3.650 anos nossos; um ano deles...E as estrelas do firmamento caíram sobre a terra, como figos verdes derrubados da figueira por um terrível vendaval.Apocalipse 6:13 E os reis da terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo o servo, e todo o livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas. Apocalipse 6.15 Porque é vindo o grande dia da ira de Jeová; e quem poderá subsistir? Apocalipse 6.17 Carta do Jogo INWO também revela que haverá um Falso Arrebatamento, "abdução", com noticias sobre queda de "meteoros, naves espaciais, e alienígenas" O Apostolo Paulo nos exorta dizendo que sem a manifestação da Besta do Abismo e do Anticristo nada de arrebatamento: â??Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição;â? (II Tessalonicenses 2 : 3) Além dos eventos que estão sendo aguardados pela ONU para o dia da revelação, ainda temos o perigo eminente de um falso arrebatamento.

  • Avatar
    11/09/2014 09:31:57João SilvaMembro SRZD desde 18/08/2010

    Eu não discuto o sexo dos anjos. Também não discuto estilismo em carnaval. Rosa é formada em belas artes e se inspira(va) ( copia mesmo ) formas rebuscadas da escola barroca europeia. João 30 tinha um padrão estético que nem sempre me agradava. Fernando era Tropicalista, morreu e levou consigo tal estilo. Da mesma forma é Barros. Um estilo inspirado em espetáculos teatrais nos quais o corpo humano fica em evidência, está em constante movimento, faz parte da estrutura cênica, não é mero objeto fantasiado jogando beijos pras arquibancadas se segurando no pau de santo Antônio para se equilibrar em cima dos minúsculos queijos. Você e muitos tradicionalistas se acostumaram a isso. Eu estou um passo à frente. O mundo está em movimento e o carnaval não poderia ficar parado no tempo venerando fórmulas introduzidas por gente que nem bamba era, tipo Pamplona. A escola barroca europeia (barroco não é uma arte genuinamente nossa), já deu sua contribuição. O Tropicalismo foi sepultado com Fernando. João com suas obras embasadas na realidade social brasileira (não eram ceps, por favor, eram temas antrofilosóficos), já não inspira mais ninguém, até porque ninguém tem peito pra encarar/denunciar certas realidades sociais. Lage continua atual com seu hi-tech clean amoldado ao perfil salgueirense.

  • Avatar
    11/09/2014 09:31:23João SilvaMembro SRZD desde 18/08/2010

    Barros continua sucesso com suas alegorias vivas, interativas, inteligentemente cênicas, pouco estáticas. Tem gosto pra todo mundo. Respeito todos. Essa diversidade de estilos abrilhanta nossa festa. Festa que sobreviveu quando Pamplona interviu de maneira contundente com elementos estéticos estranhos, até então, ao carnaval. João redimensionou o evento com carros acrescidos na vertical. Pinto, na horizontal. Paulo introduz o elemento humano (assim como fez Jardim em um dos seus desfiles), como parte cênica do todo. Ã? marca dele. Não faço acepção de estilos no sentido condenatório. Jamais o farei. Carnaval é uma festa de inversão, de contrários, quebra de paradigmas, de conceitos, jamais preconceitos. Aliás, nasceu para quebrar convencionalismos. No carnaval, o igual aparenta ser diferente, o diferente aparenta ser igual. Carnaval é festa multifacetada. Dentro desse universo, cada um se alegra com o que mais lhe apraz. Abraços.

  • Avatar
    11/09/2014 00:06:40Aghata de Padre MiguelMembro SRZD desde 08/09/2014

    Olha ai Cláudia. O melhor samba na minha opinião continua a ser da parceria do Mendonça. Vejo tb os sambas das parcerias de Moleque Silveira e da parceria de Paulinho Mocidade, crescerem muiiiito.

  • Avatar
    10/09/2014 23:09:08João SilvaMembro SRZD desde 18/08/2010

    " comissário de vôo sem aprofundamento na área,veio pro metiê por paixão como muitos no ramo mas sem uma bagagem talento-artistico-cultural para se manter, rato de academia quer fazer do desfile uma grande aula de aeróbica que já está pra lá de repetido, enfim cada escola tem o carnavalesco que merece!" O nível dos argumentos parece descambar pra algo bem pessoal. A desconstrução, não é apenas do profissional carnavalesco, como também do homem cidadão Paulo Barros. Por mais que não se goste de um profissional carnavalesco, nunca se viu no mundo do samba tamanho ódio contra um. Não sou advogado do Paulo, sou admirador de sua visão artística. Ã? questão de gosto. Não entro nessa cera, ainda mais quando a coisa descamba pro lado pessoal. E é Aghata quem tem que deixar de ser uma torcedora "delinquente". Dentro dessa visão, ela está fazendo escola. Se tiver alguém ai com quem eu possa dialogar com argumentos e fundamentos plausíveis, tudo bem, se não tiver, não perderei meu tempo.

  • Avatar
    10/09/2014 22:50:08João SilvaMembro SRZD desde 18/08/2010

    Energúmeno preconceituoso. Você é quem é racista, tem ódio de quem é branco, de quem reside em outras partes do Brasil. Deixou isso bem claro quando levantou/afirmou tal fato em relação à Bauer. Ofende pessoas adjetivando-as com porcas palavras frutos da sua parca visão de mundo do qual não temos interesse algum em compartilhar. Certamente tem a mesma síndrome de Hitler, viabilizar a raça pura. Velho idiota, sua batata está cozendo. Pode se preparar para provar que as empresas de Andrade é que vão patrocinar, com dinheiro ilícito da jogatina, a Sapucastor. Suas teorias comunistas marxistas aplicadas no mundo do samba são lindas na teoria, no mundo real você vai conhecer bem como funciona a lei, a ordem e prerrogativas de quem vive num ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO.

  • Avatar
    10/09/2014 22:34:32João SilvaMembro SRZD desde 18/08/2010

    Menção: não estamos defendo enredo nenhum. O tema-enredo da Mocidade ganhou neste site e no site carnavalesco, como o melhor do ano. A voz do povo é a voz de Deus. E não adianta dizer que foi torcida, porque assim todo ano a Mocidade ganharia essa enquete por conta dos cliques dos seus torcedores. Não consta isso. Ã? o enredo mais inusitado, a escola mais esperada. Todos sabem disso e não precisa independente nenhum se esforçar para argumentar. Basta ver o quanto a escola é comentada positivamente e os desdobramentos desse enredo e do seu carnavalesco pela escola. PONTO!

  • Avatar
    10/09/2014 22:33:49Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Sol da meia-noite e Tedy, parceiros de mundo do samba, meus cumprimentos & respeitos a ambos pela lucidez, conhecimento de causa e capacidade de desmascarar a hipocrisia, a idolatria paulobarriana e o fanatismo pentecostal pela agremiação da estrela-guia de Padre Miguel dos dois interlocutores com os quais debatem e vencem de goleadas. A propósito vide meu comentário a respeito da notícia aqui neste site de hoje mesmo, dia 10/09/2014, intitulada (Bailarina do Faustão será musa na Cubango). Afinal, os dois aludidos & derrotados interlocutores de vocês, parceiros de mundo do samba, são dois infiltrados em nosso comunitário meio social de excelência em Artes, Cultura de Dignidade, por mim já denunciados inclusive como `suspeitos de serem racistas´. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

  • Avatar
    10/09/2014 22:28:48João SilvaMembro SRZD desde 18/08/2010

    Dizem que toda unanimidade é burra.Pode ser. Mas esses argumentos acerca do Barros é tão frágil que chega ser risível. O J30 não apenas usou estórias do mundo para compor muitos enredos, como foi o caso do clássico Alice no país das maravilhas, como abusou de temas abstrato e loucuras, como por exemplo trevas e luz a explosão do universo (se fosse PB diriam que se baseou em filmes americanos pra fazer aquele abre-alas) e também entrou com um carro virado de costas, nesse mesmo enredo. Paulo barros virou um carro de cabeça pra baixo, inverteu. Mas é devaneio de todo jeito. Pamplona modificou por inteiro a concepção dos desfiles. Introduziu elementos eruditos e levou alunos de belas artes para trabalhar numa festa feita pelo povo. Foi uma revolução. Tudo foi modificado. Se hoje temos desfiles no atual estágio, foi graças ao Pamplona. Essa coisa de estilo não é discutível. Rosa se baseia no barroco europeu pra compor seus carnavais (hoje até em desuso), Renato o clean e o futurismo espilberguiano (sempre foi comparado ao cineasta), Paulo Barros adora temas abstratos (DNA da Mocidade) com referências espetáculos teatrais. Não entro nessa ceara porque para mim é um beco sem saída. O mesmo que discutir o sexo dos anjos. E outra coisa: assim como Fernando Pinto que tinha o estilo tropicalista que só serviu na Mocidade, o estilo PB é só dele, não vai contagiar outras escolas, só funciona na escola onde ele trabalha, porque é a marca dele nesses 10 anos de avenida. As demais escolas podem abusar do tal luxo, das plumas, dos paetês, acetatos, etc e tal... cada uma no seu quadrado. Não há o que discutir.

  • Avatar
    10/09/2014 22:05:08Aghata de Padre MiguelMembro SRZD desde 08/09/2014

    Eu fico boba de ver de como a Mocidade esta sendo aguardada para o próximo carnaval. Já esta o maiiiiiiiior frisson. Olhem a quantidade de comentários nas notícias sobre a escola. Isso chama-se sucesso no maior sentido da palavra.

  • Avatar
    10/09/2014 21:07:37TedyMembro SRZD desde 12/04/2012

    Agora, que é uma delícia ver a Claudia Bauer e o João Silva que tanto falaram do enredo do Boni da Beija-Flor tendo que se desdobrar pra defender o péssimo enredo da Mocidade, ah isso é...rsrrs.

  • Avatar
    10/09/2014 21:06:14TedyMembro SRZD desde 12/04/2012

    Caraca, como esses torcedores modinhas da Mocidade falam besteira. Renato Lage é uma pessoa, Paulo Barros é outra. O que Renato fez ou deixou de fazer não conta no currículo do Paulo Barros. .... Como eles citam Renato a toda hora, só mostram que na verdade queriam o Renato Lage e não o Paulo Barros. Isso porque sabem que Paulo Barros é muito fraco como carnavalesco, e que só deu certo na Tijuca, porque o Fernando Horta eram que mandava qual era o enredo.

Comentar