SRZD


11/09/2014 08h08

SRZD entrevista candidato Ney Nunes: assista ao making of
Redação SRZD

O candidato ao governo do Rio de Janeiro Ney Nunes (PCB) participou de uma entrevista com o jornalista Sidney Rezende na redação do SRZD, e falou sobre economia, segurança e desigualdade social.

Veja o making of da entrevista:

Nunes destacou que o Rio de Janeiro vive desde 1995 um avanço do poder econômico de forma avassaladora. Segundo ele, na época em que o Estado estava falido, os setores foram privatizados, mas o resultado não foi benéfico para o transporte público.

O candidato afirmou que o governo deve reassumir responsabilidades nos serviços essenciais à população como saúde e segurança pública, e valorizar os serviços públicos investindo em infraestrutura. A segurança é um problema nacional, porém a raiz do problema está na desigualdades social.

"Temos que rever a política de segurança, ela tem que ser social também", disse.

Veja a pré-entrevista com Ney Nunes:

Veja também:

- Crivella esclarece especulações sobre perda de peso

- SRZD entrevista candidato Tarcísio Motta: assista ao making of

- SRZD entrevista candidata Dayse Oliveira: assista ao making of

- SRZD entrevista candidato Marcelo Crivella: assista ao making of

 

Curta a página do SRZD no Facebook:


Veja mais sobre:Eleições 2014Ney Nunes

Comentários
  • Avatar
    11/09/2014 09:57:18RogérioMembro SRZD desde 26/05/2009

    Acho muito importante fortalecer no carnaval a cultura popular, a cultura do País está sendo deixada de lado para se trazer enredos que fogem muito do foco das nossas raízes, o samba está sendo deixado de lado para mostrar acrobacias e passinhos marcados, o povo não tem acesso ao grande espetáculo, as escolas sofre na concentração e na dispersão ao entrar e sair com as alegorias e pior a quem ache isso emocionante ver carros quebrando por causa de uma curva ou uma arvore, fazer carnaval custa muito caro senhores é preciso um olhar mais atento a isso, o turista vem pra conhecer nossa cultura e não uma Hollywood comprada isso também tem que mudar, vamos valorizar mais as nossas histórias a nossa gente.

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.