SRZD


18/10/2014 05h00

Chegou Grande Rio, pode apostar! Veja quem ganhou a disputa da tricolor
Joice Hurtado*

A Grande Rio definiu na madrugada deste sábado, o samba que a comunidade de Caxias vai cantar na Marquês de Sapucaí em 2015 embalada pela voz de Emerson Dias e a bateria Invocada de Mestre Diogo. Com o enredo "A Grande Rio é do baralho!", a tricolor caxiense levou para a sua quadra, seis obras que fizeram um duelo de cores para cativar o público. Grande vencedora do concurso, a parceria de Rafael Santos, Lucas Donato, Gabriel Sorriso, Rodrigo Moreira e Leandro Canavarro levou o título e será o hino oficial da tricolor no próximo Carnaval.

Foto: SRZD

A festa começou com apresentação de grupo de pagode. Em seguida, a Invocada ditou o ritmo para que a voz oficial da
tricolor, o intérprete Emerson Dias, animasse o público com os sambas que marcaram a história da escola. Emerson falou
ao SRZD-Carnaval sobre a final de sambas da escola."O tempo de escolha do samba foi curto, apenas cinco semanas, mas o enredo foi bem trabalhado e a pouca quantidade de inscrições não compromete a escolha do hino, a safra da escola é muito boa."

Foto: SRZD

Artistas e celebridades prestigiaram a festa. Antonia Fontenelle, atriz que já foi rainha de bateria da Mocidade Independente, marcou presença tocando chocalho na bateria de Thiago Diogo. A atriz falou sobre seu retorno à escola, depois de sua experiência na Mocidade.

- Saiba tudo sobre a final da Grande Rio

"Sempre prefiro o chão que me permite contracenar com o público. Eu faço um zig-zag, saudando o público que merece todo o nosso respeito. Ajudo a contar a história junto com o samba-enredo. Agradedeço o carinho e o destaque que sempre me dão, sou muito feliz aqui na Grande Rio. Os anos que não desfilei aqui foi quando fui rainha de bateria com permissão do Jayder, que me cedeu para à Mocidade. Depois no ano seguinte meu marido veio a falecer, então não desfilei, mas esse ano estou de volta", confirmou ela.

O prefeito de Duque de Caxias, Alexandre Cardoso, também foi prestigiar a festa que terminou já na manhã de sábado. Além dele, o secretári ode turismo Gustavo Mostoff e Boni estiveram entre as celebridades que prestigiaram a festa lotada em Caxias.

Coroação do rei e rainha de bateria causou frisson

Por volta da 1 da manhã, o diretor de Carnaval Ricardo Fernandes, convocou o presidente de honra Jayder Soares para a coroação do novo rei e rainha da bateria da escola. David Brazil e a atriz Suzana Vieira causaram verdadeiro frisson no público ao serem anunciados como os novos titulares do posto.

Distribuindo sorrisos, a dupla foi coroada por Viviane
Araújo, rainha de bateria do Salgueiro e sambou para o público. Emocionada, Suzana falou ao SRZD-Carnaval sobre reviver a experiência de ser, pela terceira vez, a rainha de bateria da Grande Rio

"O frio na barriga será no dia. Hoje é somente agradecimento a Deus por me dar saúde, por eu ser amada e fazer parte de uma comunidade onde eu me sinto à vontade, me jogo. Frequento a escola desde que era do 2º grupo (GRUPO B), na época em que o chão da quadra era de terra batida. Ajudei a colar muita lantejoula com o Joãosinho 30", contou a rainha da Invocada.

Perácio e Helinho analisam a disputa

Foto: SRZD

Antes do início da disputa, Milton Perácio, presidente da Grande Rio, falou para a comunidade: "É para vocês que estamos aqui, colocando o sangue para trazer o título para Caxias,se Deus quiser. O povo fala que a Grande Rio é a escola dos artistas. É dos artistas e também da comunidade. Para a gente é muito bom, a gente une o útil ao agradável. Quem não gosta de ver artistas. A Suzana e o David estão sempre com a gente, já são de casa, nada mais justo do que coroá-los.", disse ele, que adiantou ao SRZD-Carnaval que este ano, a urpresa da escola virá no chão, referindo-se à grandiosidade das alegorias e à comissão de frente, que este ano, trouxe um homem que voava de dentro de um canhão.

Helinho, presidente de honra da escola, também falou sobre a safra de sambas e a razão de levar os 6 sambas da semifinal para a final. "Nosso critério é escolher o melhor samba e a direção tem dúvidas entre dois sambas, porém optamos em manter os 6 da semifinal para alegrar o público", disse ele. Helinho, que já foi presidente da Grande Rio, afirmou que hoje sua participação é somente como admirador da agremiação.

"A Grande Rio tem uma comissão composta por, aproximadamente 14 pessoas que decidem qual será o samba. Nesta comissão entram os coreógrafos, eu, Jayder, Perácio, Ricardo Fernandes, entre outros. E nós precisamos sempre escutar a comunidade, porque a Grande Rio é uma família. Aqui não tem decisão unicamente do presidente", finalizou.

A disputa

Por volta da 01h30 as parcerias subiram ao palco para as apresentações. Cada grupo teve 20 minutos para mostrar o trabalho realizado. A primeira parceria a se apresentar foi a de Toni Garrido e Cia, que levou um contigente de aproximadamente 800 pessoas para a torcida. Na expectativa de estar participando de sua primeira final de sambas, Toni falou ao SRZD-Carnaval sobre a dinâmica da disputa.

Parceria Toni Garrido Foto: SRZD

"Para mim já é uma honra ter chegado até aqui. Preparamos uma apresentação alegre, na medida em que a escola e o enredo pedem e espero que a gente possa conquistar o público", disse Toni que não teve a presença de seu intérprete principal na defesa do samba. Wander Pires acumulou duas finais e não pôde comparecer para cantar o samba, que foi entoado por um time comandado por Diego Nicolau e Marcelo Rodrigues. 

Parceria Derê. Foto: SRZD

Em seguida, a parceria de Derê e Cia, campeã do ano passado, subiu ao palco levando um festival de cores, bandeiras e um balé para animar a festa. JL Escafura, um dos compositores finalistas da parceria, falou da expectativa em estar na final da disputa. Tentando o bicampeonato, os compositores investiram alto na apresentação. "Temos as melhores expectativas possíveis. Acreditamos desde o início, ano passado a parceria foi campeã. E o trabalho que fizemos desde o começo da disputa foi acreditando que podíamos chegar. E a cada etapa, o samba cresceu. Agora é esperar o resultado", finalizou.

Foto: SRZD

Terceira parceria a se apresentar, Kaká e Cia, apostaram na voz marcante de Bruno Ribas para entoar os versos do refrão "Tenho o ouro do poder, a espada pra lutar, esse povo quer vencer, com fé pra caminhar". Com uma apresentação animada, foi aguerrida do início ao fim da apresentação. Disputando samba pela primeira vez na tricolor, os compositores vibraram todo o tempo e saíram do palco felizes com a passagem da obra.

Foto: SRZD

Liderada pela voz de Igor Sorriso, a parceria de Rafael Santos colocou fogo na disputa. Sob os versos "Se você veio ver, então vamos jogar, chegou Grande Rio...pode apostar", o grupo contou com a garra e o canto da torcida para defender o samba. Vitorioso na disputa do Império Serrano, Lucas Donato, um dos integrantes da parceria, falou ao SRZD sobre a expectativa na passagem do samba.

" Hoje é a melhor expectativa possível, ainda mais depois de ter saído vitorioso no Império Serrano, onde sou o intérprete. Lá fui o mais jovem a ganhar uma disputa de samba enredo. Aqui na Grande Rio, é o primeiro ano que participo de uma parceria, mas já fiz parte da Pimpolhos, onde venci por duas vezes na diputa de samba", disse ele.

- Clique aqui e veja o vídeo das apresentações de cada parceria

Quinta parceria a se apresentar, Márcio das Camisas e seus companheiros apostaram na força do samba para conquistar a banca de jurados formada pela direção e alguns segmentos da agremiação. Contando com a expriência de Moisés Santiago no grupo, os compositores fizeram uma apresentação bastante vibrante.

" Os segmentos gostaram muito, abraçaram o samba, a escola como um todo acreditou no trabalho e nós chegamos
até aqui. Agora é aguardar a decisão, e que o samba que vencer também possa dar o título para a Grande Rio", concluiu Márcio das Camisas.

Foto: SRZD

Encerrando a noite da disputa, a parceria de Licinho Jr subiu ao palco às 04h30. A torcida aniimada, encerrou a festa cantando a plenos pulmões a composição do grupo. 

Por volta das cinco da manhã, os campeões da disputa foram anunciados. Amigos desde a infância, os jovens compositores são cria da Pimpolhos da Grande Rio e da Aprendizes do Salgueiro. Embora já estejam acostumados a vencer disputas nas escolas mirins, os "meninos" da Grande Rio agora saboreiam a emoção de ter sua obra cantada na Marquês de Sapucaí, embalados pela Invocada e na voz de Emerson Dias. Clique aqui e ouça o samba campeão.

* Angélica Zago, Laryza Nascimento e Newton Sanza, colaboradores SRZD

Veja também:

- David Brazil e Suzana Vieira causam frisson ao serem coroados

- Mestre Thiago fala de sua primeira final no comando da Invocada

 



Comentários
  • Avatar
    18/10/2014 13:23:53Cláudia BauerMembro SRZD desde 19/01/2013

    Ué, a parceria do Toni Garrido voltou? Eu jurava que eles tinham sido eliminados. Mas não importa, o importante é que o melhor samba venceu. Assim como Portela, Mangueira e Beija Flor, indiscutivelmente o melhor samba venceu. Parabéns, Grande Rio!!!

  • Avatar
    18/10/2014 10:39:07everaldo guilhermeMembro SRZD desde 07/04/2009

    Finalmente a Grande Rio tem um grande Samba, o samba dos Laranjinhas.

Comentar