SRZD


22/10/2014 13h04

Comunidade canta forte o samba da Mocidade na gravação do CD
Redação SRZD*

A Mocidade Independente de Padre Miguel acaba de gravar sua música para o CD do Grupo Especial. As atividades começaram por volta das 19h40 com muito ensaio seguido da gravação da bateria e dos cantores da escola. O coral com a comunidade começou a gravar por volta das 23h, terminando ainda a pouco, às meia-noite.

O SRZD-Carnaval conversou com alguns integrantes da escola para saber as opiniões do samba escolhido para 2015 e, ainda, sobre a noite de gravação. Rodrigo Pacheco é o porta-voz da presidência e também integra a Comissão de Carnaval da Mocidade. Ao falar com o SRZD-Carnaval, ele analisou o samba campeão e frisou o curto período de tempo entre o dia da escolha de samba e o da gravação. "O julgamento nas disputas foi imparcial. Quem escolheu o samba foi a comunidade da escola. Após o evento, a diretoria de reuniu e fez algumas modificações da letra e na melodia. Tivemos pouco tempo para ensaiar, mas conseguimos trazer uma bossa que atendesse bem a esse momento", disse.

Rodrigo Pacheco e Bruno Ribas. Foto: SRZD - Rodrigo Trindade

Bruno Ribas, intérprete da Mocidade, também bateu um papo com o SRZD-Carnaval, falou sobre o novo hino e explicou como foram os treinamentos para gravar o cd. "Antes mesmo da disputa de samba terminar, a bateria já ensaiava. Minha equipe de carro de som já havia aprendido a música, que era uma forte concorrente e favorita da escola. O tempo foi corrido, mas conseguimos fazer conforme o planejado. Deu tudo certo na minha opinião". O cantor também ficou feliz em ver os segmentos da Mocidade reunidos no coral. "Hoje está sendo uma noite muito especial. O manto verde e branco se fez presente aqui na Cidade do Samba. A comunidade e a torcida apareceu em peso. O resultado desse trabalho a gente pode ver", comemorou.

Foto: SRZD - Rodrigo Trindade

Maestro Jorge Cardoso analisa os dias de gravação

Das 12 escolas do Grupo Especial, oito já gravaram as músicas para o tão aguardado cd: sexta-feira (17), Mangueira, Viradouro e Salgueiro; segunda (20), São Clemente, União da Ilha e Beija-Flor; e esta terça-feira (21), Portela e Mocidade. Na jornada de cobertura das finais de samba e gravação do cd, o SRZD-Carnaval observou que quase todas as escolas tiveram um tempo bastante curto entre as escolhas de samba e os dias de gravação. A exceção foi a Viradouro, que anunciou seu hino em meado de setembro e foi, até agora, a escola que gravou a faixa do cd em menor tempo: a Vermelha e Branca de Niterói realizou as atividades por cerca de 2h, contrariando a média de outras escolas, que ocuparam entre 4h e 5h o local de gravação.

Bruno Ribas e Jorge Cardoso. Foto: SRZD - Rodrigo Trindade

O maestro Jorge Cardoso, que além de ser diretor musical da Viradouro, faz arranjos de algumas escolas na gravação do cd, conversou com o SRZD-Carnaval e justificou a demora de algumas escolas em realizar a gravação. "Temos que parabenizar a criatividade dos mestres de bateria, pois eles, em um momento muito curto, ensaiam e trazem algumas bossas já prontas. Nós sabemos que o intervalo entre a final dos sambas e o cronograma de gravação é muito curto. Por isso, sempre antes de cada gravação, cada escola tem a liberdade de realizar alguns ensaios, passar alguns instrumentos e depois, sim, começar a gravar", analisou.

Quando perguntado sobre a safra de sambas de 2015, Jorge Cardoso se mostrou bastante animado. "O CD virá com muitas novidades boas. Fizemos algumas bossas diferentes e usamos alguns artifícios para variar dos outros anos. Juntando tudo isso com a ótima safra de sambas, vocês podem esperar um ótimo produto final. O cd vai agradar", apostou.

Veja o coro da comunidade na gravação:

Veja a bateria da Mocidade durante a gravação do samba:

Veja mais fotos da gravação:

*Rodrigo Trindade - colaborador do SRZD

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?

 



Comentários
  • Avatar
    30/10/2014 11:00:39AntonioMembro SRZD desde 15/03/2014

    Claudia! Como falei não vou entrar em argumentos com você! Entendo você é uma componente apaixonada pela escola! Fica com Deus! Não vou discuti com você! Tchau! E quem disse que eu sai???? Não sabe nada inocentes só não desfilo mais na bateria!

  • Avatar
    26/10/2014 17:01:20Cláudia BauerMembro SRZD desde 19/01/2013

    Ã?, Antônio, acontece que eu conheço um dos ritmistas que está na bateria desde 1998 e ele me disse que a maior parte deles adora esse samba justamente porque se encaixa perfeitamente na bateria, sabia? Inclusive ele foi que me convenceu a aceitar esse samba, pois iriam fazer as mudanças necessárias para melhorar este samba. E realmente fizeram. Agora lamento se você foi um dos 30 ritmistas que saíram da bateria. Estou confiando na diretoria, eles sabem o que estão fazendo. Disso eu tenho certeza.

  • Avatar
    26/10/2014 16:17:27LeonardoMembro SRZD desde 09/01/2013

    Bom,posso falar aquilo que vi em quadra e o que vi na gravação já que estive nos dois. A comunidade abraçou o samba, apesar dos demais sambas concorrentes também terem tido cíticas, este foi o que vi todos cantando, acho um samba funcional, Paulo Barros cita como o samba que melhor descreveu seu enredo até hoje, e isso já é bom! Concordo com a Claudia quando diz que só tivemos 2 dias para ensaiar a bateria e 1 dia para gravar as mudanças na letra e melodia! Foi muito bom, sei que temos escolas com ótimos sambas, mas sem dúvida faremos um carnaval competitivo e que vamos sim brigar pelo título coisa que não fazemos tem uma década!

  • Avatar
    26/10/2014 00:55:30AntonioMembro SRZD desde 15/03/2014

    Claudia, não vou entrar em argumentos com você! Dei a minha opinião como ritmista até o ano passado! Meu tio é fundador e eu sou sócio! Uma coisa não sou cego ou puxa-saco! Mocidade é melhor do que isso no momento! Fique com Deus! Espero a quarta feira de cinzas! Mocidade nos 90 era showwwwww!

  • Avatar
    23/10/2014 15:06:49Aghata de Padre MiguelMembro SRZD desde 08/09/2014

    Eu te disse Cláudia, q este samba é ótimo. Emocionante escutar este couro da gravação e na voz do Bruno Ribas, ficou melhor ainda. Mocidade campeã do carnaval 2.015!!!

  • Avatar
    23/10/2014 12:46:38Cláudia BauerMembro SRZD desde 19/01/2013

    Mateus, no próprio Facebook da escola eles mostraram a letra. E Antônio, se acha que ta a mesma coisa, então fala pro Paulo Vianna voltar, rapaz!!! Não é falta de criatividade, é voltar às origens!!! E outra coisa, a bateria teve apenas 2 dias para ensaiar, enquanto outras escolas tiveram de 3 a 8 dias. Isso você não fala né? E olhe, mesmo tendo pouco tempo para ensaio, a comunidade decorou certinho a letra, enquanto que várias escolas que tinham muuuuito mais tempo com o papel na mão para cantar o samba. Isso você não fala né? Ã? gente que se diz Mocidade e só sabe criticar!!!

  • Avatar
    23/10/2014 12:07:01AntonioMembro SRZD desde 15/03/2014

    Eu vi que a bateria copiou, COPIOU a parte do Tamborim da bateria 1999 Villa Lobos! Sem criatividade nenhuma! 3 mestres pra fazer nada! O samba parece axe! M.E.R.D.A! A melodia piorou depois da mudança! Dá vontade de chorar! Saudações de alguém que é Mocidade e que acordou: O CIRCO CONTINUA

  • Avatar
    23/10/2014 09:34:56Mateus FerrariMembro SRZD desde 19/03/2014

    Claudia vamos ganhar o carnaval em 2015 com a força da comunidade e a genialidade de Paulo Barros!!! Você sabe onde tem a letra do samba depois das alterações?

  • Avatar
    22/10/2014 22:14:12Cláudia BauerMembro SRZD desde 19/01/2013

    Gente, impressionada como o samba melhorou. Essa diretoria musical da Mocidade é excelente mesmo. Não parece mais axé music, virou um samba. Marcheado, mas é samba. Aghata, tu ouviu? O que achou?

  • Avatar
    22/10/2014 19:54:22Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Ã? oportuno reproduzir aqui agora o comentário que postei anteriormente. Reafirmo o autoral e abstrato enredo & tema 2015 da Mocidade Independente só na Sapucaí poderemos avaliá-lo. Já o samba-enredo tem qualidade entre razoável e bom, nada mais que isto. Numa autocrítica farei jus à qualidade atual da bateria da agremiação a Não Existe Mais Quente. Tornei-me um inveterado fã do ritmo e do swing da bateria-orquestra Nota 10 ao tempo dos saudosos maestros regentes o lendário Mestre André, do inesquecível mestre Coé e do mestre Jorjão. Por conservadorismo de minha parte, eu rejeitava e rebaixava o conceito/status/qualificação deste estratégico segmento/ala da agremiação enquanto bateria-orquestra Nota 10 para `mera´ bateria Não Existe Mais Quente. Ocorre os tempos são outros. Assim, o conceito/status/qualificação necessita também mudar. Considero reacionarismo conservador consequentemente equivocado exigir-se que a Não Existe Mais Quente atualmente comandada pelos mestres Bereco, Dudu e Andrezinho seja a mesma da época da bateria-orquestra Nota 10 inclusive comparando os três com o lendário Mestre André, com o saudoso mestre Coé e com mestre Jorjão três legendários maestros-regentes em outra época de bateria-orquestra. O próprio `suspeito´ quadro de julgadores da LIESA no Carnaval 2013 e 2014 não deixou de dar pelo menos uma nota 10 no quesito bateria para a Não Existe Mais Quente. O que significa dizer, uma coisa era número de componentes da bateria-orquestra Nota 10 no tempo de Mestre André, de mestre Coé e mestre Jorjão os quais podiam controlar os inevitáveis erros de um ou outro. Coisa que se tornou praticamente impossível atualmente ante o elevado número de componentes da Não Existe Mais Quente. A qual, nem por isto, pode deixar de merecer o conceito/status/qualificação em termos de denominação-marketing de bateria-orquestra. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

  • Avatar
    22/10/2014 14:04:13ECOMembro SRZD desde 28/05/2012

    Quem gravou a bateria.???...o som ta Horrível...!!!.........melhor escutar no site Carnavalesco..::...E outra o samba ficou bem legal....*(facin de cantar)*.

Comentar