SRZD


25/11/2014 15h40

Paulo Barros fala sobre enquete que elegeu o enredo da Mocidade o melhor do Grupo Especial
Joice Hurtado

Invade, se joga na felicidade. Os versos que iniciam o hino oficial da Mocidade retratam o espírito que o carnavalesco Paulo Barros e a Mocidade independente querem levar para a Marquês de Sapucaí em 2015. Imbuída da vontade de levar o título de 2015, a comunidade não vem medindo esforços para fazer bonito no Sambódromo carioca no domingo de Carnaval.

O enredo assinado por Paulo Barros agradou. Em enquete promovida pelo SRZD-Carnaval, o tema inspirado na música "O último dia" de Pauliho Mosca, foi eleito o melhor entre todos do Grupo Especial.  Para o carnavalesco uma felicidade. Em sua estreia na verde e branco, Paulo volta a desenvolver um enredo autoral, algo que não realizava desde 2011 quando paralisou a Sapucaí com o tema "É segredo".

" A Mocidade ter sido eleita por um voto popular como melhor enredo de 2015 confirma a ideia de que fizemos uma boa escolha. Fazer um enredo autoral depois de 3 anos, depois de fazer três enredos encomendados também é muito bom, principalmente porque é um tema no qual eu já vinha pensando há algum tempo e que partiu exatamente de uma música. No início, as pessoas acharam que eu iria falar do fim do mundo, que seria um enredo catastrófico, mas não é nada disso. Na verdade a Mocidade leva para a avenida, um dia de felicidade e este poderia inclusive ser um título para o tema... 'Um dia de felicidade', disse Paulo ao SRZD-Carnaval.

Paulo Barros. foto: SRZD-Joice Hurtado

A proposta de impactar se mantém no estilo que o consagrou como grande nome do Carnaval. Ao explicar o tema, Paulo dá pistas de que o público pode esperar, no mínimo, um desfile dinâmico com a passagem dos Independentes pela Sapucaí.

"Se você anuncia o fim do mundo, você anuncia que está livre para faze o que quiser neste último dia. Não existem mais regras, as pessoas perdem seus limites, não existem mais leis. Então, neste dia, você está aberto para soltar o louco que existe dentro de você, realizar seus sonhos e ser feliz. A mensagem da Mocidade para as pessoas é a de viver cada dia como se fosse o último, porque o amanhã pode não existir mais. Na verdade, o fim do mundo pode ser qualquer dia," explica o carnavalesco.

Sobre a votação popular que elegeu o enredo da Mocidade o melhor do Grupo Especial, Paulo valorizou a opinião do público e acrescentou que o trabalho é permanente e que, o melhor será decidido de fato, nas apresentações de domingo e segunda, segundo a avaliação dos jurados.

"A gente fica muito feliz em saber que o enredo foi aclamado, consagrado pelo público e agora é partir para a disputa, porque a escolha do melhor enredo com voto popular é muito importante, só que não podemos esquecer que temos um julgamento oficial no qual existem 40 jurados que vão definir realmente se a Mocidade será merecedora deste voto e do título. Todas as escolas estão se preparando e sabemos que estamos brigando com grandes agremiações e, na verdade, ganha quem errar menos. Então, estamos fazendo o possível para não errar e trazer de volta para Padre Miguel o título com o qual a escola sonha tanto," relata.

Sobre a expectativa do público em ver a "nova" cara da Mocidade e o que será apresentado na Sapucaí, Paulo apostará na diversidade e na alegria dos Independentes.

"A expectativa não é algo que me assusta pois meu trabalho é baseado na minha dedicação e amor. Não me pré-ocupo em apresentar e sim em fazer o que considero que seja melhor e mais interessante de ser visto. O público pode esperar uma Mocidade com a cara da Mocidade e do Paulo, pois acho que as duas coisas se fundiram. A Mocidade é uma escola de vanguarda, de modernidade, que comprou essa ideia. podem esperar um desfile diversificado, alegre, pra cima, engraçado, bem humorado e nada catastrófico", finalizou.

Leia mais:

- Acompanhe os preparativos da Mocidade parao  Carnaval 2015

Curta nossa página no Facebook:

 



Comentários
  • Avatar
    26/11/2014 16:55:52Cláudia BauerMembro SRZD desde 19/01/2013

    Aghata, e não só isso. Paulo mudou seu jeito de fazer carnaval. Ele sabe que está na escola do carnavalesco que ele se inspirou, e conhecido pelos enredos transgressores e de cunho crítico. Vendo isso, ele continua sendo o carnavalesco do desvairio, porém passando uma mensagem que nos faz pensar realmente. Ora, quantas vezes nós abrimos mão dos nossos desejos e sonhos para no final da vida nos arrependermos de não termos feito? Quem nunca passou por isso? Essa é a mensagem do enredo, por isso é o melhor enredo. E fico muito feliz que seja realizado na minha escola.

  • Avatar
    26/11/2014 16:52:41RICARDINHO DA PORTELAMembro SRZD desde 28/02/2013

    LEGAL NESSE SITE, KKKKKKKKKKKKKK. CADA UM AQUI, PUXA A BRASA PRA SUA SARDINHA. KKKKKKKKKKKKKKKKK, FANTÁSTICO: O CORAÃ?Ã?O SEMPRE FALANDO MAIS ALTO.

  • Avatar
    25/11/2014 23:33:59Aghata de Padre MiguelMembro SRZD desde 08/09/2014

    Paulo, está no auge de sua carreira e feliz da vida, por estar na Mocidade. Q é uma escola q tem a sua cara, a cara da inovação, da irreverência. Tenho certeza absoluta q este desfile de 2.015 da Mocidade, será um marco de antes e depois. E parabéns tb ao Dr. Rogério de Andrade, se não fosse o sr. estaríamos chorando de tristeza, em mais um carnaval. Será muiiiiiita emoção q virá na Mocidade 2.015

  • Avatar
    25/11/2014 19:17:39Isaías FilhoMembro SRZD desde 15/12/2011

    Sempre gostei dos trabalhos do Paulo Barros e acho que essa união vai ser bem positiva, muito válida com certeza pois carnaval é feito de mudanças, e mesmo que não venha o título, de uma coisa é certa: A Mocidade é aquela velha Mocidade isso ninguém pode contestar sejam Independentes ou não....Toda Sorte e Felicidade do Mundo nesse Fim de Mundo coberto de Alegria....

Comentar