SRZD


02/12/2014 11h22

Sambistas analisam a safra de sambas do Grupo Especial para 2015
Joice Hurtado

Se conversa de sambista é samba, os bambas que prestigiaram a festa de lançamento do CD do Grupo Especial puderam tirar suas próprias conclusões sobre a safra de 2015. O SRZD-Carnaval conversou com alguns dos responsáveis pela festa que acontece no Sambódromo para saber qual a opinião de cada um sobre os hinos de 2015.

Mylla Ribeiro, rainha de bateria da Renascer e musa da Viradouro, enalteceu a festa e a ousadia da vermelho e branco em inovar na construção de seu samba enredo. "Gostei da Viradouro desde o início por conta da ousadia em adaptar duas músicas em uma só e transformá-las um um belíssimo samba-enredo", disse ela que também brincou com o enredo da União da Ilha: "Achei uma tacada de mestre em falar da beleza das mulheres em parte do samba, afinal elas são um espetáculo à parte na avenida. Sem falsa modéstia, eu me encaixo bem nesse samba", brinca a musa.

Diego Machado, que estreia na Vila Isabel como primeiro mestre-sala em 2015, acredita que o público vai se divertir bastante com os sambas. Segundo ele, a safra é empolgante e tem todos os ingredientes para levar para a Sapucaí hinos que serão cantados por todos", disse ele que destacou os sambas da Vila Isabel, Beija-Flor e Grande Rio como aqueles que podem fazer a diferença na Avenida.

Veja as apresentações de Viradouro, São Clemente, Vila Isabel e Mocidade:

 

Em seu primeiro ano como diretor de Carnaval da Mangueira, Junior Schall acredita que, em breve, a construção dos sambas passará por uma mudança, principalmente em sua construção, andamento e melodia. "Acho que temos bons sambas, alguns deles com as características de suas escolas bem acentuadas nas obras, o que, para elas, é muito bom, pois estimula o canto e o amadurecimento destes sambas. Eles crescem com o tempo certo! Sempre se busca uma obra com a "cara" da escola, o DNA, mas algumas tem há algum tempo acertado mais esse tom", comenta ele, que destacou alguns dos sambas que podem contagiar a Sapucaí. "A Mangueira tem uma obra que está crescendo no tempo certo, o samba possui uma melodia muito rica que permite o canto e a felicidade do componente no desfile; a Portela tem um samba também forte e com as suas características bem impressas; a Imperatriz e a Beija-Flor trazem obras fortes e que, de certo, serão cantadas com muita força, e a Ilha leva pra Avenida um samba com a proposta, ao meu ver, de trabalhar a sua irreverência e leveza em desfile, um ponto forte da escola. Acho que estas, até o momento, são as obras que mais se destacam", finaliza.

Veja as apresentações de Mangueira, Beija-Flor, Grande Rio e Imperatriz:

Para Marcílio Diamante, segundo mestre-sala da Imperatriz, a safra está muito boa. "Temos obras muito bonitas, que possibilitarão um bom desfile para algumas escolas, mas particularmente sinto falta de um belo refrão que possamos dizer ou deduzir que irá explodir no Carnaval. Três escolas pulam na frente com belas obras: Imperatiz, Portela e Beija-Flor", diz ele.

Veja as apresentações de União da Ilha, Portela, Salgueiro e Unidos da Tijuca:

 

Valci Pelé, um dos nomes de destaque da Portela, vibrou com o samba da Majestade do Samba, mas também destacou obras de outras coirmãs como a Imperatriz e a União da Ilha. "Tivemos vários momentos de emoção, como foi o samba da Imperatriz, que tem um samba forte sem sombra de dúvida, e a Ilha que sempre traz a irreverência de uma escola alegre. Independente de ser portelense, porém imparcial sem sobra de dúvidas, o samba da Portela foi contagiante", disse ele, que divide com Nilce Fran, a coordenação dos passistas portelenses.

Fotos: Henrique Mattos

Para o presidente da Liesa, Jorge Castanheira, o importante é a satisfação e a análise do público, que tem como resultado a frequência e participação nos ensaios técnicos da Sapucaí. Castanheira acredita que a safra de 2015 deve ser analisada após sucessivas audições para que a obra caia no gosto do sambista. "Na realidade, ninguém que tenha ouvido pela primeira vez os sambas vai fixá-lo de imediato. O samba tem que ser escutado várias vezes e ter o entendimento do enredo para que se tenha uma análise mais detalhada. Eu, por ter sido a primeira vez que ouvi, ainda não tenho a minha opinião formada, mas o que vi o público, as escolas e as torcidas gostaram do que viram e ouviram e isto é um bom sinal. A vendagem, que partiu de 80 mil cópias, também reflete isto", diz ele, que avaliou a realização do evento, que acontece desde a década de 90, positivamente. Castanheira também comentou que o sucesso da primeira audição oficial da safra coloca mais um desafio para as escolas, na época dos ensaios técnicos. "De uma maneira geral, todas as escolas fizeram uma belíssima apresentação e já é um prenúncio de uma tarefa mais difícil ainda nos ensaios técnicos de colocar todo mundo curtindo e participando dos treinos, especialmente no mês de janeiro que é quando as escolas do Grupo Especial irão ensaiar", finalizou.

Veja também: 

- Hinos de 2015 contagiam a Cidade do Samba

 



Comentários
  • Avatar
    04/12/2014 15:10:41tucaMembro SRZD desde 11/08/2014

    Eu sou Portela e não vou puxar sardinha para o meu lado pq se o samba não fosse bom eu entraria aqui de qualquer jeito para fazer barulho ,não é pq torço por ela que tenho que achar que tudo que ela fez é lindo ou correto...muito pelo contrário,que bom que a luz do fim do túnel por muitos anos apagada resolveu mostrar seu brilho de novo...ufa!pelo menos pra mim nesses últimos 3 anos minha escola vem dando show nas escolhas de seus sambas...não sei se esse é o melhor pq samba bom mesmo é aquele que explode na av e que faz todo mundo mundo cantar...a escola evoluir com vontade...esse samba tem tudo para isso acontecer...samba fácil,de melodia gostosa,que de alguma forma mexeu com o orgulho dos portelenses...confesso que a primeira vez que ouvi não foi o meu predileto mas a reação na quadra me arrepiou...é um grito de guerra...uma prece para a nossa escola...não sei o que os jurados vão achar já que não é tão rico...rimas mais fracas...não tem uma letra que vc consiga ler através dele o enredo de uma forma clara mas se bater na veia na av como ele bate no coração de cada portelense...esse samba vai ficar para a história! com todo respeito...essa é minha humilde opinião...

  • Avatar
    04/12/2014 08:53:22Cláudia BauerMembro SRZD desde 19/01/2013

    Que coisa desnecessária, gente. Beija Flor e Portela foram as únicas escolas que puderam levar torcida adicional. Ã? óbvio que desse jeito os sambas vão se destacar. E falo desnecessário pois os sambas são muito bons, pra que tirar vantagem em cima das demais? E ficou muuuuuuuuuuuuito claro que a bateria da Tijuca boicotou a Mocidade. Todas as apresentações a bateria estava pulsante, na Mocidade eles diminuíram bastante o andamento e quase não dava pra ouvir a bateria. Que coisa feia.

  • Avatar
    03/12/2014 12:57:06DANIELMembro SRZD desde 21/07/2009

    Os sambas da Beija-flor e o da Portela são SAMBAÃ?OS e os demais são apenas sambas; isso não desqualifica nenhum.

  • Avatar
    03/12/2014 10:37:53RICARDINHO DA PORTELAMembro SRZD desde 28/02/2013

    na maioria os sambas de enredo são bonitos. mais indiscutivelmente, o samba da portela, é com certeza o melhor da safra de 2015. seguido de vila isabel. e beija. já escutei os sambas mil vezes, mocidade também é bom. mais disparadamente o samba da portela , vai botar pra quebrar na sapucaí.puxo a sardinha para meu lado, pois se fosse uma porcaria também diria, como algumas vezes comentei. bjs nos ombros a todos. e até a sapucaí.avante majestade do samba. o teu sambão é um luxo. viva noca da portela.grande baluarte do samba do brasileiro.

  • Avatar
    03/12/2014 08:05:43Leandro LacerdaMembro SRZD desde 03/09/2014

    Samba ruim minha filha e o da mocidade de padre Miguel minha querida, todo a mídia especializada já analisaram, ninguém ta dizendo que a mocidade vai perder por causa disso, agora que o sambinha é triste ninguém duvida disso.

  • Avatar
    03/12/2014 08:03:26Leandro LacerdaMembro SRZD desde 03/09/2014

    Kkkkkkkkkkkk, essa criatura falou que o samba da beija e da imperatriz é ruim, kkkkkkkk. Totalmente sem noção

  • Avatar
    02/12/2014 23:35:50Aghata de Padre MiguelMembro SRZD desde 08/09/2014

    Esta sra. q comentou q o samba da Mocidade não tem belas frases, é pq esta desinformada, pois o enredo,é extremamente abstrato, onde dá para cada um de nós, termos nossa imaginação, por isso não há frases q a sra. ache bela. Pois a sra. veio pra cá comentar, sem no mínimo ler a sinopse da Mocidade. Sambas horríveis q eu pulo a faixa são os da Imperatriz, Beija-Flor, Tijuca e São Clemente. Os melhores, são Mocidade e Portela. Viradouro é um caso a parte.

Comentar