SRZD


15/01/2015 00h36

Contagem Regressiva: abre-alas gigante da Mangueira ofertará flores às mulheres
Redação*

O SRZD-Carnaval foi ao barracão da Estação Primeira de Mangueira, na Cidade do Samba, para saber como andam as atividades de preparação do desfile da agremiação. A verde e rosa, que neste ano fará uma grande homenagem às mulheres, apoiada no enredo "Agora chegou a vez, vou cantar: Mulher de Mangueira, Mulher Brasileira em Primeiro Lugar!", do carnavalesco Cid Carvalho, promete emocionar a Sapucaí no dia 15 de fevereiro.

Artistas trabalham na finalização de um dos carros da Mangueira. Foto: SRZD-Daniel Outlander

Quem recebeu a equipe do SRZD-Carnaval e revelou como os trabalhos acontecem no barracão foi o diretor de Carnaval, Júnior Schall, que elogiou Cid Carvalho e afirmou estar bastante tranquilo com o cronograma. "Antes de planejar este desfile, saneamos todos os problemas que poderiam prejudicar a escola. Tudo foi bastante planejado entre a diretoria e a comissão de Carnaval. O cronograma está dentro do que a gente imaginou e planejou".

Quando perguntando sobre possíveis dívidas antigas da Mangueira, o dirigente respondeu: "Dívidas todas as escolas podem ter. Isso é natural. Geralmente, a escola sai de um Carnaval para fazer outro, mas ainda pagando coisas do Carnaval passado. Nossas dívidas estão sendo pagas normalmente e o nosso Carnaval desse ano está mais do que garantido. A Mangueira está investindo alto para fazer um grande desfile", disse o diretor sem revelar o orçamento para este ano.

Júnior Schall, diretor de Carnaval. Foto: SRZD-Daniel Outlander

Quanto aos trabalhos nas alegorias, Schall fez questão de deixar claro à Nação Mangueirense que não há pendências. "Toda a parte de ferragem, madeiramento e fibra das alegorias já está pronta. Estamos em dia. Nossos funcionários estão trabalhando com toda tranquilidade e seguindo o que as atividades pedem. Dentro de dez dias, por exemplo, a Mangueira entregará praticamente todas as fantasias aos membros da comunidade. Já as alegorias ficarão prontas a tempo. Não estamos atrasados", informou.

Ao visitar alguns barracões, o SRZD-Carnaval ouviu queixas de que estaria faltando produtos no mercado para atender às escolas de samba. Na Mangueira, segundo Júnior Schall, quando falta material, a equipe tenta substituir por outros alternativos. "Cid Carvalho é um carnavalesco muito prático. Ele herdou de Rosa Magalhães um senso de praticidade e isso ajuda muito quando temos problemas com fornecedores", completou o diretor.

Neste ano, a Mangueira desfilará com 4 mil componentes em 34 alas, sete carros alegóricos e um tripé. O abre-alas, acoplado, trará um gigantesco jardim, com dezenas de flores (rosas) em homenagem às mulheres. O enredo também abordará a religiosidade, falará da beleza e outros atributos, sob o olhar do carnavalesco Cid Carvalho.

Carro que abordará religiosidade da mulher em fase de acabamento. Foto: SRZD-Daniel Outlander 

"Estamos fazendo um planejamento para deixar a escola mais dinâmica e mais aguda na fluência em seu desfile. Estaremos muito bem preparados até o dia 15 de janeiro para levar um desfile digno e emocionante. O público vai se emocionar com a Mangueira", apostou Júnior em entrevista ao SRZD-Carnaval.

Confira o que significará cada uma das sete alegorias da Mangueira:

1ª alegoria/Abre-alas acoplado: "Será uma oferta de flores às mulheres da Mangueira."

2ª alegoria: "Trará as mulheres e suas ligações com a religiosidade."

3ª alegoria: "Fará homenagem às grandes mulheres cantoras."

4ª alegoria: "Abordará a beleza física e interior das mulheres de Mangueira."

5ª alegoria: "Séra uma homenagem às mulheres artistas do cenário nacional."

6ª alegoria: "Abordará uma grande revolução da mulher e isso terá ligação à Educação."

7ª alegoria: "Terá as grandes 'Marias' da Mangueira e do Brasil."

*Por Rodrigo Trindade, colaborador do SRZD.

Da série Contagem Regressiva:

Grupo Especial:

-Atual campeã: Tijuca quer conquistar o público de novo

-Ilha quer surpreender o público com luxo e alegorias imponentes

-São Clemente prepara 'enredo da vida' de Rosa Magalhães

-Gigantismo, efeitos de Parintins e emoção são promessas da Viradouro

-'A Vila Isabel é muito aguardada', diz diretor de Carnaval

-Portela promete 'fechar barracão' até 31 de janeiro

-Imperatriz segue com barracão a todo vapor, mas encontra dificuldade com fornecedores

-'Não estamos atrasados nem adiantados', diz Laíla da Beija-Flor

Série A:

-Unidos de Padre Miguel quer repetir sucesso das alegorias de 2014

-Em Cima da Hora dribla falta de dinheiro com simplicidade e capricho no acabamento

-Mesmo com problemas financeiros, Curicica aposta em um grande desfile

-'O público pode esperar uma Estácio de Sá forte', diz Tarcisio Zanon

-Na Inocentes, mesmo sem patrocínio, atividades estão adiantadas

-Mesmo sem patrocínio, Santa Cruz segue com barracão adiantado

-Caprichosos de Pilares corre contra o tempo para finalizar abre-alas

-Alegria da Zona Sul dribla falta de dinheiro com material alternativo

-'Cubango quer voltar a disputar título', disse Jaime Cezário

-Uma Império Serrano de fé e emoção

Veja mais:

-Saiba tudo sobre os ensaios na Marquês de Sapucaí

-Leia as últimas notícias do Carnaval 2015

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?

 

 



Comentários
Comentar