SRZD


31/01/2015 03h03

Contagem Regressiva: na Inocentes, mesmo sem patrocínio, atividades estão adiantadas
Redação*

Apoiada no tema "Nelson Sargento - Samba Inocente, pé no chão", a Inocentes de Belford Roxo promete emocionar o público e, principalmente, mangueirenses, com sua homenagem ao sambista verde e rosa. A agremiação, que já esteve no Grupo Especial, ano passado amargou o 10º lugar mesmo sendo citada como uma das favoritas à briga pelo título da Série A.

O desenvolvimento do enredo está nas mãos do carnavalesco Márcio Puluker. A direção de Carnaval é de Marcelo Varanda, que ao conversar com o SRZD-Carnaval, deu um panorama de como se encontra as atividades no barracão: "Estamos com tudo praticamente pronto. Mesmo com as dificuldades, conseguimos cumprir o que foi planejado desde o início. Essa é a reta final e vamos usar esse tempo apenas para fazer alguns acabamentos, adereçando alguns carros. É nesse caminho que nós iremos".

Marcelo Varanda e Márcio Puluker. Foto: SRZD-Rodrigo Trindade

A escola, que desfilará no sábado, dia 14 de fevereiro, de fato, tem seu barracão bastante adiantado. O SRZD-Carnaval conferiu que as alegorias são realmente grandes e que todas estão recebendo últimos ajustes. Os detalhes de iluminação também já estão resolvidos. Confiante na equipe, Marcelo fez uma aposta:

"Você está vendo aí a grandiosidade da Inocentes. Queremos acertar os erros do ano passado e brigar novamente pelo título. Vamos emocionar com a plástica e com o Nelson Sargento, que virá no último carro. Vivemos um bom momento", disse o dirigente, revelando em seguida que a escola não tem patrocínio. Conta apenas com ajuda da Prefeitura de Belford Roxo e de algumas parcerias.

Alegoria representará o samba e a cultura negra. Foto: SRZD-Rodrigo Trindade

Ao explicar o significado de cada alegoria, o carnavalesco Márcio Puluker comentou os pontos altos que a escola levará para a Avenida. "Todas as quatro alegorias virão com muito movimento em suas esculturas. Tem escultura aí que chegará a 15 metros. Vai impactar o público. Estou apostando muito também na iluminação dos carros", disse ao SRZD-Carnaval.

Confira o significado das alegorias, na visão do carnavalesco:

1ª alegoria/abre-alas acoplado: "Representa um cântico à natureza. Vamos retratar as quatro estações do ano. Vai ter muitas surpresas. Muitos movimentos".

2ª alegoria: "O negro forte e destemido é o nome dessa alegoria. Através da origem do negro, mostraremos a garra desse povo. Sairá do carro uma máscara africana que chegará a 15 metros durante o desfile. Isso vai ter ligação com o samba, ainda mais nas épocas em que era proibido".

3ª alegoria: "Vou falar do grupo A Voz do Morro, que Nelson Sargento integrou. Vou falar também do espetáculo Rosas de Ouro. A parte de trás vai representar uma grande arte de Nelson. Não posso revelar mais nada, pois é surpresa".

4ª alegoria: "Vamos encerrar de uma forma bem emocionante. Na frente da alegoria, Nelson e sua esposa virão em um coreto. Vai ser uma visão lúdica da vida deles. Esse carro é dividido em duas partes: a primeira mostra a Inocentes e a segunda parte, é uma homenagem à Mangueira".

Quando perguntado sobre a comissão de frente, com a coreografia de Vivian Borges, Márcio resumiu: "Vai ser bem clássica. Nosso figurino será dos anos 30. Teremos elementos cenográficos, sem tripé, claro, pois o regulamento não permite", informou ao SRZD-Carnaval.

Éltimo carro homenageará Mangueira. Nelson Sargento virá com esposa. Foto: SRZD-Rodrigo Trindade

*Por Rodrigo Trindade, colaborador do SRZD.

Da série Contagem Regressiva:

Grupo Especial:

-Atual campeã: Tijuca quer conquistar o público de novo

-Gigantismo, efeitos de Parintins e emoção são promessas da Viradouro

-Ilha quer surpreender o público com luxo e alegorias imponentes

-São Clemente prepara 'enredo da vida' de Rosa Magalhães

-Abre-alas gigante da Mangueira ofertará flores às mulheres

-'A Vila Isabel é muito aguardada', diz diretor de Carnaval

-Portela promete 'fechar barracão' até 31 de janeiro

-Imperatriz segue com barracão a todo vapor, mas encontra dificuldade com fornecedores

-'Não estamos atrasados nem adiantados', diz Laíla da Beija-Flor

Série A:

-Unidos de Padre Miguel quer repetir sucesso das alegorias de 2014

-Índio canibal comerá componente no desfile da Paraíso do Tuiuti

-Em Cima da Hora dribla falta de dinheiro com simplicidade, bom gosto e capricho no acabamento

-Mesmo com problemas financeiros, Curicica aposta em um grande desfile

-'O público pode esperar uma Estácio de Sá forte', diz Tarcisio Zanon

-Mesmo sem patrocínio, Santa Cruz segue com barracão adiantado

-Caprichosos de Pilares corre contra o tempo para finalizar abre-alas

-Alegria da Zona Sul dribla falta de dinheiro com material alternativo

-'Cubango quer voltar a disputar título', disse Jaime Cezário

-Uma Império Serrano de fé e emoção

Veja mais:

-Saiba tudo sobre os ensaios na Marquês de Sapucaí

-Leia as últimas notícias do Carnaval 2015

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?

 

 



Comentários
Comentar