SRZD


05/02/2015 19h18

Contagem Regressiva: Unidos de Padre Miguel quer repetir sucesso das alegorias de 2014
Redação*

Dando continuidade às visitas aos barracões das escolas de samba da Série A do Rio de Janeiro, o SRZD-Carnaval foi conferir as atividades na Unidos de Padre Miguel, agremiação da Zona Oeste que ano passado surpreendeu com desfile empolgante, alegorias criativas e acabamento de primeira qualidade: chegou a levar o Prêmio SRZD-Carnaval na categoria "Melhor Conjunto Alegórico" de 2014. Conquistou, ainda, o terceiro lugar, atrás de Estácio de Sá e Unidos do Viradouro.

Esse ano, a vermelha e branca da Vila-Vintém quer repetir a dose: de forma bastante colorida, com alegorias grandiosas e bastante movimento, homenageará, no desfile de sábado, dia 14 de fevereiro, o escritor Ariano Suassuna apoiada no tema "O Cavaleiro Armorial Mandacariza o Carnaval", desenvolvido pelo carnavalesco Edson Pereira. O objetivo da escola é levar ao público um pouco das obras do escritor brasileiro que valorizou a arte popular, sobretudo da Região Nordeste.

Edson Pereira, carnavalesco da Unidos de Padre Miguel. Foto: SRZD-Rodrigo Trindade

Edson recebeu a equipe do SRZD-Carnaval no barracão e falou das dificuldades em desenvolver as atividades com pouco dinheiro, mas ressaltou suas táticas para driblar os problemas. "O ano de 2014 foi muito difícil, pois tivemos Copa do Mundo, eleições e isso atrasou algumas coisas. As pessoas só foram pensar em Carnaval depois desses eventos. Isso atrapalhou um pouco nossos serviços aqui no barracão. Comecei as atividades apenas no início de janeiro. Tive apenas 30 dias para fazer esse Carnaval que você está vendo aqui. Usei muita criatividade para transformar materiais de desfiles anteriores", destacou.

A Unidos de Padre Miguel levará para a Sapucaí 2.200 componentes, dividos em 24 alas e quatro carros alegóricos. O abre-alas, uma gigantesca carroagem, está pronto e impressiona pelo acabamento e bom gosto: bastante colorido, com o predomínio das cores vermelha e dourada, ainda terá esculturas, efeitos de iluminação e promete clarear a Passarela do Samba com cerca de duas mil microlâmpadas.

Abre-alas trará uma grande carroagem. Foto: SRZD-Rodrigo Trindade

A segunda alegoria, também pronta, poderá impactar o público: feita com bagaços de cana vindos de várias pastelarias da cidade, terá, ainda, efeitos de iluminação e muito movimento. "Vamos falar do Sertão e das dificuldades do povo nordestino. Mas vamos dar ênfase ao Movimento Armorial, que é o movimento de fazer arte com o que se tem nas mãos. Vai chamar atenção com os efeitos das esculturas", explicou Edson.

Segundo carro é feito com bagaços de cana. Escultura gigante terá movimento. Foto: SRZD-Rodrigo Trindade

As duas últimas alegorias, que representarão outras duas obras de Suassuna, ainda estão em fase de acabamento, mas segundo Edson, com o tempo sob controle. "Falta apenas a pintura e a colocação de algumas esculturas. Vamos terminar a tempo. Mesmo com poucos recursos, usei muita criatividade para tentar fazer um Carnaval ainda melhor do que o do ano passado. Usei várias alternativas para isso e deu um ótimo resultado", apostou o artista em conversa com o SRZD-Carnaval.

Éltima alegoria representará O Alto da Compadecida. Foto: SRZD-Rodrigo Trindade

Confira uma breve explicação de cada alegoria nas palavras do carnavalesco Edson Pereira:

1ª alegoria/abre-alas: "Representa a chegada do circo, uma grande carroagem vinda do Nordeste. É o momento em que Ariano Suassuna é fragilizado por causa da morte do pai. Daí, ele encontra o circo. Ele mesmo dizia que se ele pudesse escolher o que ser na vida, ele seria um palhaço. É uma alegoria alegre, colorida. Vai agradar o público".

2ª alegoria: "Vamos falar do Sertão e da dificuldade do povo nordestino dando destaque ao Movimento Armorial. Vai exaltar o ato de fazer arte com o que se tem nas mãos. A criatividade do povo nordestino será exaltada. Esse carro é feito de bagaço de cana, galho de mamona seca e outros materiais alternativos. É um carro com bastante movimento".

3ª alegoria: "No meio de todo chão árido, nasce a flor do mandacaru e o movimento do camaleão e suas cores. Duas outras obras serão exaltadas. Na frente do carro, virá um camaleão gigante e com movimentos".

4ª alegoria: "Finalizo o desfile com um grande julgamento, com o sagrado e o profano, junto ao Alto da Compadecida, que é um marco da Literatura. Vamos levar nesse carro um painel de led com imagens de Ariano Suassuna. Deve emocionar".

Acerca da comissão de frente, Edson fez mistério, mas só revelou que será algo bastante simples. "Vem bastante singela, mas vai impactar. Pouco se fala no Brasil sobre o Movimento Armorial. Queremos levar isso ao conhecimento do público", disse em entrevista ao SRZD-Carnaval.

Sagrado e profano virão na última alegoria. Foto: SRZD-Rodrigo Trindade

Luxo e criatividade serão duas marcas da Unidos de Padre Miguel. Foto: SRZD-Rodrigo Trindade

*Por Rodrigo Trindade, colaborador do SRZD.

Da série Contagem Regressiva:

Grupo Especial:

-Atual campeã: Tijuca quer conquistar o público de novo

-Gigantismo, efeitos de Parintins e emoção são promessas da Viradouro

-Ilha quer surpreender o público com luxo e alegorias imponentes

-São Clemente prepara 'enredo da vida' de Rosa Magalhães

-Abre-alas gigante da Mangueira ofertará flores às mulheres

-'A Vila Isabel é muito aguardada', diz diretor de Carnaval

-Portela promete 'fechar barracão' até 31 de janeiro

-Imperatriz segue com barracão a todo vapor, mas encontra dificuldade com fornecedores

-'Não estamos atrasados nem adiantados', diz Laíla da Beija-Flor

Série A:

-Renascer de Jacarepaguá quer emocionar Sapucaí com Candeia

-Recém-chegada à Série A, Unidos de Bangu quer ficar

-Índio canibal comerá componente no desfile da Paraíso do Tuiuti

-Em Cima da Hora dribla falta de dinheiro com simplicidade, bom gosto e capricho no acabamento

-Mesmo com problemas financeiros, Curicica aposta em um grande desfile

-'O público pode esperar uma Estácio de Sá forte', diz Tarcisio Zanon

-Na Inocentes, mesmo sem patrocínio, atividades estão adiantadas

-Mesmo sem patrocínio, Santa Cruz segue com barracão adiantado

-Caprichosos de Pilares corre contra o tempo para finalizar abre-alas

-Alegria da Zona Sul dribla falta de dinheiro com material alternativo

-'Cubango quer voltar a disputar título', disse Jaime Cezário

-Uma Império Serrano de fé e emoção

Veja mais:

-Saiba tudo sobre os ensaios na Marquês de Sapucaí

-Leia as últimas notícias do Carnaval 2015

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?



Comentários
  • Avatar
    06/02/2015 15:37:35Anderson MarianoMembro SRZD desde 24/02/2010

    Está muito linda!! Quero desfilar em um carro desses!!!

Comentar