SRZD



Hélio Ricardo Rainho/Carnaval

Hélio Ricardo Rainho/Carnaval

CARNAVAL. Profissional de Comunicação e Marketing, Hélio Rainho veio do teatro, sendo ator e diretor profissional. Autor da biografia do jogador Mauro Galvão e de várias peças teatrais. Nascido na Praça XI, chegou à Portela como jovem compositor nos anos 80 e passou a pesquisar escolas de samba e Carnaval. Idealizador do projeto "Quem És Tu, Passista?", um manifesto pela preservação do segmento, é padrinho dos passistas do Império Serrano e comentarista dos desfiles na Sapucaí. Twitter/Instagram: @hrainho.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



19/02/2015 03h31

Sobre tudo o que acabou na quarta-feira...
Hélio Ricardo Rainho

Acabou mais um carnaval. E paira novamente sobre nossas cabeças aquele mundaréu de perguntas, provocações, indiretas, chocarrices, coisa e tal. Todo mundo quer saber se ganhou quem mereceu, se houve justiça, lisura etc.

Comentarista não é mestre-sala de Paulo Barros, mas precisa aprender a entrar no fogo... e não se queimar!

Pois bem, este ano vou copiar a gloriosa São Clemente e também homenagear Pamplona. Não como carnavalesco, mas como comentarista. Ele falava as coisas na lata, sem meias palavras.

Me acompanha, leitor... vou "pamplonar" também!

Hélio. Foto: Acervo Pessoal

E já começo assim, provocativo: não julguem a moral de um enredo, porque enredo não tem moral! Pode ser de ditadura, de estrangeiro ao samba, de carrinho de corrida...o escambau!!! Enredo bom é aquele que jurado gosta! Entraram 12 jurados novos e o gosto continua o mesmo!

Ponto.

E nunca mais brincaremos de inventar a roda no carnaval!!! A Portela entrou pro Guiness com a comissão de frente mais longa da história da avenida. Deve estar se apresentando até agora... Resultado: linda, criativa, mas atrasou a escola inteira. E corrida que jurado gosta - volto a dizer - é com carrinho de F1, não a pé. Jurado é "chique, bem"! 

Devolvam o gingado ímpar de Valci Pelé à sua gloriosa ala de passistas! Precisamos vê-lo em seu lugar de direito, ao lado da deusa Nilce Fran; não muito a inventar!

Sou Pamplona, não sou Saramago. Mas, neste "Ensaio sobre a Cegueira dos Jurados", buracos gigantescos diante de suas cabines representam alguma coisa dentro do enredo que eles veem, nós não. Disseram por aí que os buracos da Beija-Flor eram alas representando a "alma africana". Ah, tá: então tá entendido...

Ainda sobre cegueira: que tal despontuar a verdadeira exposição artística a céu aberto de criação plástica de Alex de Souza na Ilha?! Queremos bonecos de plástico de camelô, não aquelas esculturas deslumbrantes como dos carros das artes e do Olimpo. Requinte? Acabamento? Estética refinada? Não, Alex: tá errado! Bobinho você...gastando seu francês nesta avenida que vai de um mangue a um cemitério...eu, hein!!!

E não vamos misturar alhos com bugalhos. Nem mestre-sala e porta-bandeira com comissão de frente! É o fim do mundo! Mas ninguém sobrevive ao desafio de dançar para o jurado e se concentrar nas baratas voando ao redor. Baratas?!?! Pavilhão de escola - coisa sublime - não pode se apresentar rodeado por...baratas! Aliás, sexo e banho de chuva nu também podem ser sublimes. O mundo "ao pé da letra", sem poesia, é muito hostil! Melhor que acabe mesmo...

E quem é você, Dona Rosa, pra ousar se reinventar, tomar em vão meu "santo nome Pamplona" e me reeditar??? Quem é você pra fazer, num desfile de abertura de dia (desses que a imponente tv até rejeita!!!) um trabalho exuberante? Como ousa levantar arquibancadas, emocionar gerações, dar AULA na avenida? Quem é você, São Clemente "debochada", pra mostrar tão extraordinário trabalho de carnaval? Tá querendo roubar essa festa?! 

Não deixo! Não deixo! No sábado você não volta...atrevida assim é demais!!! 

Da Rosa da Zona Sul para a Verde-e-Rosa mais querida do planeta...

Salvem! Salvem! Alguém salve o uso das cores dessa escola! Alguém salve sua plástica! Alguém admita que grandeza precisa de grandeza e pare de se enganar! Devolvam à Grande "Mãegueira" - mãe do samba - um trato de requinte, de bom gosto, de filigranas! "Teu cenário é uma beleza"..."É raça, é fibra, é jequitibá!"...com todo respeito, devolvam-lhe essa beleza! Mangueira merece mãos caprichosas para colherem seus frutos!

"E nessa briga da maré contra o rochedo", o Paulo, de novo, entrou numa fria sem a Tijuca...e a Tijuca entrou numa fria Suíça, deitou e rolou sem o Paulo! Mas não era pra celebrar o desfile frio e técnico? Então porque não foi vencedora a perfeição da Tijuca?!?!

E não me venham com o canto emocionado de Mandela: eu já disse que a liberdade é muito corretinha...viva a ditadura!!! 

Eu vou levar 100 anos pra apagar da minha mente talvez a cena mais bonita deste carnaval: Mestre Jorge Magno, o passista mais antigo da avenida, desfilando de sacerdote africano pela Imperatriz!

São mais de 40 anos de samba no pé! "Nada é maior que o amor, entenda!". Ícone vivo da tradição dos passistas! Tenho imenso respeito por essa pessoa e por seu legado. Mas a televisão prefere o carro da novela das oito...sabe até o que come o ator antes de sair de casa pra desfilar...e onde vai "despejar" o que comeu, também! Haja catimba! Salve Zé!

Querem saber? Certa mesmo estava a Grande Rio! "Começou o carteado!". Hahaha...alguém duvida???

A Rainha de Copas, jurada de escola de samba, manda no jogo e esquarteja todo mundo! Depois empurra a mesa e exalta o "jeito malandreado" de se julgar carnaval. Graças a Deus por essa escola e por esse carnavalesco Fabio Ricardo, garoto dos desfiles com talento de gigante! Sem eles, como seria séria essa avenida!

Eu vi a deusa Selminha e vi o gênio da folia chamado Carlinhos do Salgueiro enaltecendo a festa! Mãos doloridas de aplaudir esses dois!

A pobre Viradouro pegou chuva e pagou a conta indevida. E a Vila? Escola tão linda...por que anda tão distante?! Queremos de volta sua sinfonia, lindo Povo de Noel!

Malandro é o velho Salgueiro: caprichou no tempero e fez descer garganta abaixo um samba que comeu quietinho as três notas 10 do jurado. A moda vem da velha cozinha mineira: "fazer o samba render". Se render, ganha 10 e pronto! Foi lá e ganhou! Não gostou? Não escuta! Já levou nota boa mesmo...e com trabalho plástico de Renato Lage, ninguëm discute, ô sinhá!!!

Com todo respeito, em quatro dias de carnaval na avenida, Madureira mostrou o que significa EMOÉÉO. Assim mesmo: com letra maiúscula! A procissão do Império Serrano comoveu até as vigas das arquibancadas. E aquela águia virando o Cristo Redentor foi a imagem do carnaval 2015, razão pela qual arrebatou os maiores gritos de "campeã" do ano!

"Sou carioca, sou de Madureira"..."meu samba nunca vai morrer"!!! Samba de Madureira é religião. Portela e Império são escolas que ensinam seus sambistas o que é chorar de alegria. Coisa que não tem preço. Por isso não "compra" jurado...

Adeus, ano velho!

Feliz ano novo!

Que, de novo, não tem nada...parece tudo tão igual no final...

(Texto inspirado nos quatro grandes gênios do carnaval 2015: Louzada dos Olhos Surreais, Rosa Genio Maior, Fabinho O Trunfo Lúdico e Alex A Cara da Riqueza)

Facebook: Hélio Ricardo Rainho

twitter: @hrainho


Veja mais sobre:CarnavalCarnaval 2015

Comentários
  • Avatar
    22/02/2015 22:22:06Cláudia BauerMembro SRZD desde 19/01/2013

    Bom, vou começar a minha resenha dando uma visão um pouco diferente dos anos anteriores. Falo isso pois no domingo fui na Sapucaí. Curiosa para saber se a segunda-feira seria diferente, assisti todos os vídeos das escolas no youtube e pude concluir que se eu estivesse na Sapucaí a minha opinião seria a mesma da que eu vou dar agora. Eu estava no Setor 3. Gente, estou falando muito sério, algo tem que ser mudado no julgamento. Não é a questão do fracionamento das notas ou então do descarte das notas. A mudança tem que ser muito mais profunda. Assistir um desfile pela televisão é completamente diferente se você assiste da Sapucaí. Eu fiquei na Sapucaí até o quarto carro do Salgueiro e posso afirmar para vocês que quem salvou o domingo foi minha escola. Salgueiro estava indiscutivelmente belíssimo, mas pagar 250 reais pra ficar num chão batido com chuva e ver pela quarta vez um enredo parecido com Viradouro, Mangueira e Vila Isabel é programa de índio. Vocês podem até rir da minha cara, mas não há muita diferença entre essas quatro não. Ã? óbvio que o Salgueiro estava muito mais bonito que as outras três, mas não adianta beleza sem conteúdo diferente. E esse conteúdo se expressa através do enredo. Não há mais ousadia nos enredos. Pelo medo de perder pontos as escolas só sabem fazer o arroz com feijão. Gente, vocês acham realmente que isso é carnaval? Vamos pensar um pouco: quem sustenta um evento desse porte são empresas. E toda a empresa só patrocina aquilo que o público está satisfeito. Que empresa vai patrocinar um evento que metade das pessoas vai embora na quarta escola? Hein me digam? Eu não estou falando para agora, estou falando para daqui a alguns anos. Este ano se vocês não sabem 4 empresas deixaram de patrocinar o carnaval e não terá nenhum substituto. Isso é muito sério. Não estou falando como torcedora, estou falando como amante do carnaval e como alguém que faz um prognóstico desse evento maravilhoso

  • Avatar
    20/02/2015 16:39:55Tedy - A Campeã do RJ também voltou!Membro SRZD desde 12/04/2012

    Agora eu fiquei curioso, se o Julio San, odeia tanto a Ditadura, o que ele faz torcendo para Imperatriz??????? Escola onde o patrono tem uma ditadura de decadas, e ainda por cima quem ousar peitar o chefão da Imperatriz, já sabe né?!... Quem ousou peitar a ditadura do bicheiro da Imperatriz não ficou vivo para contar história.

  • Avatar
    20/02/2015 16:33:07Tedy - A Campeã do RJ também voltou!Membro SRZD desde 12/04/2012

    JULIO SAN, como bom torcedor da Imperatriz, você fica na sua, e arruma uma lavagem de roupa, ok. Sua escola já ganhou carnavais batante supeitos apenas quando o Luizinho Drumond era presidente da Liesa. Agora faça um comparativo e veja quantas vezes a Beija-Flor foi campeã quando Anísio Abraão David foi presidente da Liesa? NENHUMA, nenhuma mesmo. Eu entendo até torcedor de qualquer escola falar de maracutaia, mas gresilense não pode falar de ninguém, de ninguém. Pode chorar a vontade, graças ao bem do povo e do Carnaval, o presidente da Imperatriz não é mais o presidente da Liesa a mais de dez anos. O saudoso Mestre Marcone que ousou peitar o chefe da Imperatriz, que o diga onde estiver, como sua escola é "honesta", já que depois que "peitou" o bicheiro da Impertriz, o Marcone "coincidentemente" depois foi morto. Cate coquinho, ok.

  • Avatar
    20/02/2015 16:15:11Oswaldo Fernandes FilhoMembro SRZD desde 09/04/2009

    Gean, você se esqueceu de dar a opção do Titulo do Rei(não sei de que) Roberto Carlos.

  • Avatar
    20/02/2015 15:47:13Elton OliveiraMembro SRZD desde 20/02/2015

    Querido Hélio! A imagem da Águia Redentora deve realmente ser lembrada como o grande momento dos desfiles de 2015.Talvez não tanto quanto a idéia original que, certamente, a inspirou. Um certo CRISTO MENDIGO que passou pela avenida lá pelo ano de 1989, pelas mãos do genial Joãozinho 30. Abraços

  • Avatar
    20/02/2015 00:20:49PortelenseAntenadoMembro SRZD desde 10/01/2010

    Bravo! Eu fico a pensar: ate quando iremos chorar e não rir de emoção? Não há saída pra esses entraves? Tirando a incompetência técnica da NOVA Portela, Bflor, Salgueiro e Grande Rio foram beneficiadas em uns ou outros quesitos. PORTELA sobre em empolgação e emoção e não é o bastante pra cravar as 4 notas máximas em HARMONIA. PORÃ?M A grande rio consegue. E conseguiu tb as notas maximas no samba. Asssim como o Salgueiro. Enfim, onde Portela é, digamos, exclusiva, as outras têm o mesmo resultado. Tá russo (quer dizer, tá equatorial ou suíço) Madureira soltar o grito de "é campeã". Daqui a pouco vamos ver Os dirigentes da Portela pousando felizes junto de Jorge Castanheira. Que falta faz NATAL!!!!

  • Avatar
    19/02/2015 21:33:06Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Desde 2013 afirmo, o Carnaval 2015 seria preliminar da eleição na LIESA em meados do ano e que nossa Portela disputaria o título décimo a décimo com a Tijuca e o Salgueiro. Porém, a disputa do título se restringiu apenas ao Salgueiro e à afilhada Beija Flor que eu não acreditava, apenas lutaria para voltar honrosamente ao desfile das campeãs. No local apropriado analisarei o significado do título dela. Quanto à 5ª colocação da Portela, as manifestações vão das ingênuas ou inocentes úteis que a consideram â??campeã porque todos jurados a teriam aplaudido de péâ?. Passam por um caça às bruxas demitindo a coreógrafa, a porta-bandeira e o maestro-mestre da Tabajara do Samba. E chegam às provocações de uma â??portelenseâ? e de um mangueirense de exigir que um carnavalesco clássico desenvolvesse enquanto â??revolucionárioâ? o surreal tema de homenagem aos 450 anos da Cidade Maravilhosa explorando suas contradições e mazelas. Espero que a presidenta do Salgueiro e o presidente da Portela encabecem uma chapa concorrente independente na LIESA cuja questão de honra seja extinguir o Conselho â??Superiorâ? (CS) do órgão erigido em 2007. Tudo, porque sendo vitalício, clandestino e dominante, o CS â??elegeuâ? o então vice-presidente como presidente-executivo do órgão durante três mandatos consecutivos sempre através de chapa única - relegou a presidenta salgueirense campeã apenas em 2009 como suplente do Conselho Fiscal - pôs o nada saudoso presidente anterior da não mais campeã Portela como secretário do Conselho Deliberativo e indicou como campeãs a Tijuca do presidente do Conselho Fiscal três vezes (2010, 2012, 2014) e as agremiações de dois dos três membros do CS que são ex-presidentes da LIESA, a Vila Isabel (2013) e a Beija Flor (2008, 2011 e 2015). Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

  • Avatar
    19/02/2015 21:33:06Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Desde 2013 afirmo, o Carnaval 2015 seria preliminar da eleição na LIESA em meados do ano e que nossa Portela disputaria o título décimo a décimo com a Tijuca e o Salgueiro. Porém, a disputa do título se restringiu apenas ao Salgueiro e à afilhada Beija Flor que eu não acreditava, apenas lutaria para voltar honrosamente ao desfile das campeãs. No local apropriado analisarei o significado do título dela. Quanto à 5ª colocação da Portela, as manifestações vão das ingênuas ou inocentes úteis que a consideram â??campeã porque todos jurados a teriam aplaudido de péâ?. Passam por um caça às bruxas demitindo a coreógrafa, a porta-bandeira e o maestro-mestre da Tabajara do Samba. E chegam às provocações de uma â??portelenseâ? e de um mangueirense de exigir que um carnavalesco clássico desenvolvesse enquanto â??revolucionárioâ? o surreal tema de homenagem aos 450 anos da Cidade Maravilhosa explorando suas contradições e mazelas. Espero que a presidenta do Salgueiro e o presidente da Portela encabecem uma chapa concorrente independente na LIESA cuja questão de honra seja extinguir o Conselho â??Superiorâ? (CS) do órgão erigido em 2007. Tudo, porque sendo vitalício, clandestino e dominante, o CS â??elegeuâ? o então vice-presidente como presidente-executivo do órgão durante três mandatos consecutivos sempre através de chapa única - relegou a presidenta salgueirense campeã apenas em 2009 como suplente do Conselho Fiscal - pôs o nada saudoso presidente anterior da não mais campeã Portela como secretário do Conselho Deliberativo e indicou como campeãs a Tijuca do presidente do Conselho Fiscal três vezes (2010, 2012, 2014) e as agremiações de dois dos três membros do CS que são ex-presidentes da LIESA, a Vila Isabel (2013) e a Beija Flor (2008, 2011 e 2015). Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

  • Avatar
    19/02/2015 20:49:00julio_sanMembro SRZD desde 13/04/2009

    Em nada surpreende o título da Beija-Flor, já que está sendo articulado no Brasil um duro golpe à democracia, contando com todo apoio da mídia asquerosa deste país, não à toa os â??profissionaisâ? da Rede Globo, em pleno regozijo, comportaram-se como fanáticos torcedores da escola nilopolitana, na cobertura pós apuração. O golpe perpassa o carnaval, não se enganem a lógica é essa: a Beija-Flor está para Globo, assim como a Globo está para Ditadura, logo a Guiné Equatorial foi a campeão do carnaval. As Organizações Globo, com o habitual cinismo, distribuíram o seu prêmio(zinho) de forma politicamente menos incorreta, como se fosse uma medida reparatória ou compensatória. O resultado deste carnaval começou a ser construído no passado, imediatamente após a derrota acachapante daquele enredo risível. O carnaval dos 450 Anos do Rio será lembrado não por sua campeã, infelizmente, mas ao certo pelo show da Rosa e da São Clemente na homenagem ao Pamplona, pelos desfiles perfeitos de Salgueiro e Tijuca, pela águia redentora da Portela, pela garra da Viradouro e Mangueira, talvez pela Comissão de Frente da Grande Rio, pela Cleópatra da Ilha, pelo enredo e samba em exaltação à liberdade e igualdade, uma ode a Mandela, da Imperatriz. Três quesitos foram muito mal avaliados evolução, enredo e samba, não sei se a ponto de definirem o título em favor da competente escola da baixada. Impossível não lembrar do que falou o grande Tim Maia Este país não pode dar certo. Aqui prostituta se apaixona, cafetão tem ciúme, traficante se vicia e pobre é de direita. Portanto aos torcedores da Beija-Flor que se outorgam o direito da alienação comemorem, aos demais congratulo-me ao seu constrangimento, de verdade devemos um pedido de desculpas a todo povo oprimido por qualquer ditadura.

  • Avatar
    19/02/2015 04:36:58GeanMembro SRZD desde 22/02/2016

    Pesquisa: Qual é o Campeonato mais contestado da Beija-Flor: o de 1983? o de 2003? ou o de 2015? Quem tiver uma opnião, dá uma resposta aí.

  • Avatar
    19/02/2015 04:34:28GeanMembro SRZD desde 22/02/2016

    Bom texto! Se não houvesse panes e erros de Evolução e houvesse mais criatividade da Sra. Ghislaine, a Águia de Madureira teria acabado com o jejum. Difícil? Mandou bem em chamar atenção da decadência Mangueirense. E viu o que a Sapucaí viu e que os jurados resolveram fazer de conta que não viram. E houve correria também! Resultado pra lá de suspeito com a vitória da Beija-Flor.

Comentar