SRZD


09/03/2015 16h09

Primeira mão: Lolo comandará bateria da Imperatriz em 2016
Redação SRZD

A Imperatriz Leopoldinense acaba de divulgar, em primeira mão para o SRZD-Carnaval, seu novo mestre de bateria: Lolo. A contratação foi fechada após reunião no barracão com o presidente Luiz Pacheco Drumond no início da tarde desta segunda-feira (9).

Mestre Lolo comandou a bateria da União do Parque do Curicica nos últimos três Carnavais. Teve passagem pela Lins Imperial, Vizinha Faladeira e Salgueiro, como diretor-auxiliar de mestre Marcão.

Mestre Lolo. Foto: Rodrigo Trindade

- Leia aqui todas as notícias sobre o Carnaval

- Veja aqui como foram os desfiles do Grupo Especial

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?



Comentários
  • Avatar
    09/03/2015 22:44:03julio_sanMembro SRZD desde 13/04/2009

    Coitado entrou numa roubada, pessoa certa no momento errado, justo agora que agremiação citada abdicou de ser escola de samba.

  • Avatar
    09/03/2015 19:22:22Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Analisando as últimas contratações da Imperatriz Leopoldinense, isto é a volta da coreógrafa Débora Colker ao cargo que ocupou em 2014 assim como a do novo regente da bateria-orquestra Swing da Leopoldina mestre Lolo, esta deve ser elogiada. Tudo, porque sendo egresso da União do Parque Curicica no grupo de acesso/Série A onde comandou a bateria durante três anos, mestre Lolo tem talento notório, premiado e publicamente reconhecido. Porém, ao comentar tal contratação o diretor de Carnaval da Imperatriz, Wagner Araújo o economista que virou sambista, atravessou o samba: â??A gente vê muito troca-troca no Carnaval, mas aquelas famosas trocas de seis por meia dúzia. A gente, filosoficamente, prefere buscar novidadesâ?. O diretor de Carnaval já ocupou a presidência da Imperatriz entre 1995 e 2006. Neste período o atual presidente & patrono da agremiação o contraventor penal do jogo de bicho Luiz Pacheco Drumond o Luizinho foi presidente, vice e tesoureiro da LIESA onde ocupa vitaliciamente o Conselho â??Superiorâ?. Ou seja, Wagner Araújo não devia ter utilizado a expressão â??filosoficamenteâ?, pois, na Imperatriz Leopoldinense a filosofia político-administrativa é imposta pelas mãos-de-ferro do patrono. Haja vista, tanto o enredo & tema 2016 homenageando os â??cantoresâ? sertanejos os irmãos Zezé di Camargo e Luciano quanto o retorno da citada coreógrafa. Em outras palavras, por não ser sambista nem pertencer ao mundo do samba onde é estranho no ninho, o presidente & patrono da Imperatriz Leopoldinense objetivando o Carnaval 2015 demitiu a coreógrafa Débora Colker e contratou o coreógrafo Fábio de Melo. Agora, objetivando o Carnaval 2016 a coreógrafa volta para ocupar o cargo de quem a sucedera. Ã? a troca de seis por meia dúzia citada pelo diretor de Carnaval, Wagner Araújo. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

Comentar