SRZD


20/03/2015 11h25

'Prêmio SRZD-Carnaval 2015': Castanheira parabeniza equipe e agradece sambistas pelo apoio
Redação SRZD

O presidente da Liesa, Jorge Castanheira, discursou durante a festa da 8ª edição do Prêmio SRZD-Carnaval, que aconteceu no último sábado, na quadra da Portela, e fez questão de parabenizar a equipe do SRZD pela cobertura do Carnaval e agradecer os sambistas que foram prestigiar o evento.

Castanheira também ressaltou a organização da festa, que reuniu sambistas de todas as escolas coirmãs, tanto do Grupo Especial, quanto da Série A, além da presença de integrantes de agremiações da Intendente Magalhães, e agradeceu à Portela, por ter cedido a quadra e colaborado para que a festa tenha se tornado mais um sucesso.

"Vamos continuar perseverando, tentando aprimorar o Carnaval do Rio de Janeiro", disse o presidente.

Confira o discurso completo de Jorge Castanheira no evento:

Confira as fotos do Prêmio SRZD Carnaval 2015:

- Veja aqui galeria de fotos das apresentações no palco do Prêmio SRZD-Carnaval 2015

- Veja aqui galeria de fotos de quem assistiu ao Prêmio SRZD-Carnaval 2015

Confira a matéria principal sobre o evento:

- Prêmio SRZD-Carnaval 2015: sambistas são homenageados em noite de festa e emoção

Confira todas as entrevistas em vídeo:

- Jorge Castanheira, presidente da Liesa

- Marcos Falcon, vice-presidente da Portela

- André Bendelak, responsável pela quadra da Portela

- Solange Cruz, presidente da Mocidade Alegre Paulistana

- Moacyr Luz, um dos compositores do samba da Renascer de Jacarepaguá

- Anderson Bala, intérprete da Arranco do Engenho de Dentro

- Leandro Vieira, ex-caprichosos de Pilares, mas que fará Mangueira em 2016

- Bruna Bruno, rainha de bateria da União da Ilha

- Rosa Magalhães, carnavalesca da São Clemente

- Marquinhos Artsamba e Bruno Ribas, da Unidos de Padre Miguel e Mocidade

- Squel e Raphael, 1º casal da Mangueira

- Hugo e mestre Maurão, da Cubango

- Júnior Escafura, diretor de harmonia da Imperatriz

- Arlindo Neto e Vera Lúcia, do Império Serrano

- Zé Paulo Sierra, intérprete da Viradouro

- Miriam Duarte, rainha de Carnaval do Cacique de Ramos

- Wantuir, intérprete da Portela

Leia mais:

- Jéssyca Gessi, da A. da Abolição, recebe homenagem no palco

- Arranco é homenageada como melhor escola da Intendente

- Melhor bateria foi da Cubango

- Passistas da Mocidade recebem homenagem

- Compositores da Renascer recebem homenagem junto com comunidade

- Raphaela Caboclo e Feliciano, da Império Serrano, são homenageados

- Comissão de frente da Caprichosos recebe troféu

- Leandro Vieira, da Caprichosos, recebe homenagem

- Unidos de Padre Miguel arrebata quatro premiações e recebe homenagem

- Bateria da Tijuca é homenageada

- Escafura, da Imperatriz, recebe troféu como melhor diretor de harmonia

- Zé Paulo Sierra, da Viradouro, recebe troféu de melhor voz

- Bruna Bruno, rainha de bateria da Ilha, brilhou em festa

- 1º casal da Mangueira recebe troféu

- São Clemente e Rosa Magalhães fazem a festa e comemoram

- Portela fecha participação e comemora como a campeã dos leitores

- Confira tudo sobre o Prêmio SRZD-Carnaval 2015

- Leia as últimas notícias do Carnaval

 

 

 

 

 

 

 

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?

 



Comentários
  • Avatar
    21/03/2015 17:13:48Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Ã? lamentável veículo de comunicação social especializado em Carnaval durante a cobertura do próprio evento de premiação anual que promove fazer reportagem jornalística com o convidado presidente da LIESA, Jorge Castanheira, na qual ele fala até da Folia 2016, menos de sua sucessão. Ou seja, da eleição que o privado e monopolista órgão gestor do maior espetáculo da Terra realiza até meados deste ano. Haja vista que Jorge Castanheira foi trazido do mercado de capitais em 1995 para tornar-se presidente da LIESA cujo 1º mandato exerceu até 1997. Depois de breve afastamento da cúpula do órgão, ele retornou em 2001 como vice-presidente de quem presidiu o órgão durante três mandatos consecutivos até 2007, o contraventor penal do jogo de bicho Ailton Guimarães Jorge o Capitão Guimarães. O qual através de chapa única passou a presidência para o economista Jorge Castanheira que cumpre o 3º mandato não-consecutivo. Na oportunidade, em troca Capitão Guimarães junto com outros dois contraventores penais do jogo de bicho e ex-presidentes do órgão, Aniz Abrahão David o Anísio e Luiz Pacheco Drumond o Luizinho, tornaram-se membro vitalícios e clandestinos do Conselho â??Superiorâ? (CS). Cujos nomes deixaram de constar no expediente dos informativos oficiais da LIESA, a despeito de que suspeite-se que os três sejam quem indiquem para o quadro de julgadores (QJ) do órgão, a campeã e a rebaixada. A ponto do próprio presidente Jorge Castanheira em 2014 ter confessado à imprensa ter havido â??discrepânciasâ? nas notas do QJ. O que em 2015 levou a mudança de 25 julgadores. Ã? lastimável o presidente da LIESA tanto em entrevista concedida quanto no discurso proferido durante o aludido evento de premiação anual, não tenha falado nada sobre sua sucessão. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

Comentar