SRZD


26/04/2015 04h00

Mocidade Alegre: conheça o enredo para 2016
Redação SRZD

Com quadra lotada e várias atrações, a Mocidade Alegre anunciou em grande estilo o enredo que irá embalar seu desfile no Carnaval de São Paulo em 2016. O anúncio foi feito por volta das 3h30 da madrugada do último domingo, dia 26.

Quadra Mocidade Alegre. Foto: SRZD - Raul Machado

Em busca de seu décimo primeiro título no Grupo Especial da folia paulistana, a agremiação liderada por Solange Cruz levará para o sambódromo do Anhembi o enredo "Ayo - a alma ancestral do Samba".

Conheça detalhes do enredo

Desenvolvido por uma comissão de Carnaval, o tema é uma homenagem ao gênero musical de origens africanas, hoje considerado uma das principais manifestações culturais populares do Brasil, que em 2016 completará cem anos de existência.

A história tem início no antigo mundo, na África, onde dentro de um atabaque morava um espírito chamado Ayó.  Este, considerado o Deus do ritmo, é libertado por Xangô através do seu poderoso machado.

A partir deste momento, outros quatro deuses africanos o conduzem para o Brasil, onde o ritmo é apresentado, cultuado e sacramentado dentro do coração do povo, originando assim o nosso tão conhecido Samba.

"Escolhemos este tema por sua importância cultural e satisfação da nossa comunidade em desfilar um tema afro. Este enredo combina muito com nossa escola e tem um grande elo com a nossa própria história! Precisamos mudar sempre! Saímos do luxo teatral para o rústico africano. Nossa comunidade está feliz! A Mocidade Alegre irá preparar um grandioso espetáculo!", comenta Solange Cruz, presidente da "Morada do Samba".

- 'A comunidade da Mocidade Alegre faz a diferença', diz Solange Cruz

Além das apresentações musicais que trouxeram uma síntese do novo enredo, o público presente prestigiou shows da Unidos de Vila Isabel e União da Ilha do Governador.

Sambistas de diversas escolas de São Paulo e Rio de Janeiro, musas, intérpretes, autoridades políticas e jornalistas, marcaram presença entre os convidados nos camarotes.

A equipe do SRZD-Carnaval/SP acompanhou de perto a festa e divulgará em breve, a galeria de fotos completa. Aguardem !

Veja a logomarca do enredo:

Mocidade Alegre logo Carnaval 2016. Foto: Divulgação

Entrega de sinopse e explanação do enredo

Os compositores interessados em participar do concurso para escolha do samba-enredo devem comparecer na quadra da Mocidade, localizada na Rua Samaritá 1.020, no Bairro do Limão, no próximo dia 5, às 20h.

Carnaval 2015

Com o enredo "Nos palcos da vida, uma vida no palco...Marília", a "Morada do Samba" conquistou o vice-campeonato do Grupo Especial paulistano e faturou o troféu do SRZD na categoria de melhor escola.

- Relembre o desfile da Mocidade Alegre

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?



Comentários
  • Avatar
    23/08/2015 21:26:39odairAnônimo

    Tenho certeza que será um dos melhores desfiles como de costume. .Quem sabe faz bonito seja pra falar de Brasil .africa. Europa ou seja lá do que for. a capacidade de realização e que faz uma escola campeã ou não. .. Boa sorte e bom trabalho a morada.

  • Avatar
    23/08/2015 21:25:44odairAnônimo

    Tenho certeza que será um dos melhores desfiles como de costume. .Quem sabe faz bonito seja pra falar de Brasil .africa. Europa ou seja lá do que for. a capacidade de realização e que faz uma escola campeã ou não. .. Boa sorte e bom trabalho a morada.

  • Avatar
    04/05/2015 22:09:21Bianca VieiraAnônimo

    â??O crítico é aquele que nunca vai efetivamente para a batalha, mas aparece depois atirando nos feridosâ?. Tyne Daly

  • Avatar
    01/05/2015 16:04:04Tia CiataAnônimo

    Lendo estes comentários não posso deixar de parabenizar a Mocidade Alegre pelo belíssimo tema e enredo escolhido para o Carnaval de 2016. Não seria compreensível que esta que leva o apelido de Morada do Samba não homenageasse esse que é a alma que nos sustenta: o SAMBA. A Mocidade hoje é uma escola de samba que incomoda muito! Vide esta situação: o povo só sabe o nome do enredo e viu um logo de carnaval que já se estapeiam, e se xingam, e não dormem no barulho, e falam mal, e esquecem da vida, e por aí vai... Parabéns a todos os envolvidos nesta maravilhosa proposta. Parabéns ao Departamento Cultural da agremiação que desenvolveu toda esta história. Estou ansiosa para ler a sinopse e sei que posso esperar daí nais um grandioso espetáculo para abrilhantar e dar cada vez mais visibilidade ao Carnaval de São Paulo. "Podem falar o que quiser. Não, de nada vai adiantar. A arte de CRIAR já é uma tradição. E o SAMBA também mora no Limão!" Nunca foi tão significativa cada palavra desse hino: O Samba também mora no Limão!

  • Avatar
    30/04/2015 22:40:39ThiagoAnônimo

    Jose Marinho, e é exatamente por esse tanto de enredo afro que o carnaval perdeu público, cliche e mais cliche.

  • Avatar
    30/04/2015 13:36:18GabrielAnônimo

    Os lindos Golfinhos do Atlântico foi sensacional kkkkkkkkkkkk

  • Avatar
    30/04/2015 13:23:56SambistaMembro SRZD desde 16/11/2011

    Dona TêtÃ?...você é uma piada!!

  • Avatar
    30/04/2015 09:34:58Dona TêtÃ?Membro SRZD desde 13/05/2015

    Eu sei de uma coisa: agora oficialmente confirmado com o gênio maior do Carnaval Renato Lage na Vai-Vai, ficará mais na cara ainda que Sidney França copia o Renato Lage, desde esse logo até a alegorias, como o abre alas da Mocidade Alegre de 2009 que é o abre alas da Mocidade Independente de Padre Miguel de 1998 com o enredo "Brilha no céu, a estrela que me faz sonhar" do Renato Lage. O Carnavalesco Sidney França da Mocidade Alegre, terá um abacaxi muito difícil de descascar fazer um enredo afro que é a cara do Tambor, com o ORIGINAL Renato Lage no Carnaval de São Paulo. E entre a cópia e o original, original sempre será o original que é o Lage.

  • Avatar
    29/04/2015 23:16:29jose marinhoAnônimo

    Eu não costumo discutir enredo, porem, todos que estão discutindo poderia guardar sua ideia e envia-las para a escola. Quantos títulos a beijar flor já ganhou com temas africanos? salgueiro? e etc... A nenê ano sim ano não fala de africa alguém fala alguma coisa? A Leandro todo ano africa, esse ano varias no rio e em são Paulo virão com africa, qual o problema? vamos falar então dos lindos golfinhos do atlântico, das casas das primas do mundo ou sei la da historia do óculos. Por favor, enredo deve ter identidade com a escola, possibilidade de bom samba e dinheiro. Fim. Meu descontentamento é com a apresentação indelicada do Xangô de resto tudo normal no mundo do samba.

  • Avatar
    29/04/2015 23:09:35ThiagoAnônimo

    Mais do mesmo². Eu fui na noticia do enredo da camisa, onde VÁRIAS pessoas criticaram o enredo por ser um enredo afro e cliche, e eu só não expus minha opinião pois seria como todas as outras. Não é só porque é a Mocidade que devemos ficar elogiar, eu continuo com a mesma opinião: Enredo cliche é -de alguma forma- SEMPRE RUIM, pode até vencer um campeonato mas aos olhos do publico sempre será igual a vários outros.

  • Avatar
    29/04/2015 17:14:11MarquinhosAnônimo

    Desculpe Rogério, mas ousada e diferente fazendo um enredo que relembra 2012?

  • Avatar
    29/04/2015 11:13:12Rogerio CarvalhoMembro SRZD desde 09/01/2013

    PI PI PI, senta e chora!! Fácil é criticar, difícil é fazer igual ou melhor. Mais do mesmo é a inveja desse povo, que já sente que minha escola vem com a faca nos dentes, ainda mais com tema afro. A raiva desse povo é ver que a Mocidade é ousada, não tem medo de arriscar e fazer coisas diferentes.

  • Avatar
    29/04/2015 08:00:54danAnônimo

    Os mesmos que atacam aqui, são os mesmos que no facebok babam ovo para fazer média. Como aqui não há o perfil de quem escreve, as pessoas mostram suas reais opiniões. Similaridade existe em praticamente todos os desfiles de escolas de samba.Isso é normal hoje em dia, pois já se falou de tudo. Seja em qualquer tema, pode crer que em algum momento, de alguma forma, já falou daquilo. Quanto a atacar escola tal, isso também é comum. Quem não se lembra do massacre que faziam no auge da Império de casa verde. Era tanta mentira, injúria, que dava medo. Ainda hoje isso acontece, em menor grau. Felizmente alguns aprenderam a nos respeitar como escolas de sambas, que somos. E esse bla bla bla todo aqui é porque todo mundo sabe que a mocidade é sempre uma grande favorita!

  • Avatar
    28/04/2015 12:17:28LeoAnônimo

    O que acontece é que muitas vezes a avaliação de quem lê não é a mesma de quem realmente entende. Atualmente, Jorge Augusto, até pelo sucesso da Morada do Samba, a mesma vem sendo alvo de diversos ataques. Muitos deles sem fundamento, e somente para atacar mesmo. Isso é normal, considerando que todas as escolas que um dia estiveram no topo, também foram atacadas. Não foi diferente com o Vai Vai,por exemplo, que até hoje é odiada por muitos, sem um real motivo. Atacar a Mocidade é fácil, ainda mais pela internet onde é possível a todos não se identificar. O difícil olhar para dentro da sua comunidade e trabalhar, como a Mocidade trabalha, para atingir os objetivos dela. O que se vê hoje é a vulgarização do trabalho alheio, como justificativa pela incompetência própria, afinal de contas, é mais fácil apontar o umbigo do próximo que olhar para o próprio umbigo. Participo da Mocidade há 8 anos, e me orgulho muito de fazer parte desta comunidade. Sou sim, Mocidade de coração, mas não desmereço o trabalho das outras comunidades, até porque sou apaixonado pelo carnaval e vou ao sambódromo para ver o desfile de todas as escolas, pois eu gosto do evento carnaval, independente da escola que está desfilando e apresentando o seu trabalho.

  • Avatar
    28/04/2015 12:16:00GabrielAnônimo

    Mais do mesmo!

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.