SRZD



Mestre Odilon

Mestre Odilon

CARNAVAL. Conceituado mestre de bateria do Carnaval carioca. Já passou por escolas como União da Ilha, Salgueiro, Beija-Flor, Grande Rio e Mocidade. Considerado um dos maiores da função, já conquistou diversos prêmios e serve de inspiração para antigos e novos mestres de bateria.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



01/05/2015 12h42

Videoblog: Mestre Odilon opina em como ter uma bateria nota dez
Redação SRZD

Em bate-papo com o SRZD-Carnaval, Mestre Odilon opinou em como ter uma bateria nota dez. Ele fez algumas críticas e ressalvas quanto às baterias do Rio de Janeiro. Confira o vídeo com os conselhos do sambista: 

Veja mais:

- Videoblog: Mestre Odilon defende que as baterias devem preservar suas tradições

- Videoblog: Mestre Odilon fala sobre andamento das baterias

- Videoblog: Mestre Odilon fala sobre as falhas de som na Sapucaí e os impactos na harmonia

- Videoblog: Mestre Odilon pede aos jurados mais sensibilidade ao julgar escolas que desfilam com chuva

- Videoblog: Mestre Odilon analisa desempenho das baterias em 2015

- Clique aqui e saiba tudo sobre o Carnaval 2016 

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?



Comentários
  • Avatar
    01/05/2015 18:53:26Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    O calouro a partir do Carnaval 2015 da equipe troféu Estandarte de Ouro de O Globo que anualmente premia os melhores da Sapucaí, o vídeo-blogueiro do site, mestre Odilon é personalidade do mundo do samba talhada para ser convidado a integrar chapa concorrente independente na eleição da LIESA que se realizará no final do mês, enquanto diretor Cultural. Para ter-se ideia, com isso, por exemplo, mestre Odilon seria quem, durante a gravação do CD oficial de samba-enredo das agremiações do grupo especial, comandaria os arranjos musicais elaborados pelos sambistas maestros bambas Alceu Maia e Jorge Cardoso junto as baterias-orquestras. Para tanto, urge ser lançada publicamente essa chapa concorrente independente cujos encabeçadores tem que ser a suplente do Conselho Fiscal do órgão e presidenta salgueirense Regina Celi Fernandes junto com o colega-presidente portelense Serginho Procópio. Quanto às premiações do Estandarte de Ouro, as baterias-orquestras do Império Serrano â??Sinfônica do Sambaâ? (1982, 83, 87, 94, 97, 2002, 04, 07 e 09) e a do Salgueiro â??Furiosaâ? (1973, 75, 84, 93, 98, 2000, 03, 08 e 14) ambas nove vezes são as duas mais premiadas. O saudoso mestre Louro quando regeu a â??Furiosaâ? foi o mais agraciado, seis vezes. Seriam sete caso não tivesse se desentendido com a direção salgueirense antes do desfile em 1984. A da Portela â??Tabajara do Sambaâ? (1972, 86, 2010, 2012 e 2013) e a da Mocidade Independente â??Não Existe Mais Quenteâ? (1974, 76, 91, 92 e 2001) são as segundas mais premiadas. O mestre Nilo Sérgio é o atual maior agraciado, três vezes, junto com mestre Átila ex â??Sinfônica do Sambaâ? e mestre Paulão ex â??BaterIlhaâ?, ambos afastados do meio. Fonte: site Apoteose. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

Comentar