SRZD


27/05/2015 20h28

Carnaval/MG: entrevista com intérprete da Imperavi de Ouros
Felipe Diniz Marinho*

O sambista Fabian Costa vem chamando atenção e buscando o seu espaço no carnaval de Belo Horizonte. Nascido em Maceió (AL), hoje vive no Rio de Janeiro e empresta seu talento a Belo Horizonte durante o carnaval. O Blog Carnaval BH entrou um pouco na intimidade do cantor e fez algumas perguntas ao sambista.

Foto: Divulgação

Como começou a sua carreira em Belo Horizonte?

Fabian Costa: A minha carreira no carnaval de Belo Horizonte, começou no ano de 2009, graças a oportunidade dada a mim pelo presidente da escola de samba Mocidade Independente Bem-Te-Vi, o meu grande amigo Luiz Carlos Novais, e sua diretoria, e com total apoio de um dos diretores da escola, amigo e sambista Felipe Diniz Marinho, que, naquela época, passou-me algumas coordenadas sobre a história e a estrutura do carnaval da capital mineira.

Conte um momento inesquecível.

Fabian Costa: Um dos momentos inesquecíveis do carnaval de BH para mim foi quando a recém-nascida Imperavi de Ouros me deu a oportunidade de poder ser o autor do Samba Enredo da escola, que no último carnaval falou do número quatro e seus misticismos. E o que de fato me deixou mega feliz, foi ver a escola de samba cantando o meu samba na avenida, pois o refrão era bem fácil de se aprender.

Qual a sensação de passar pela avenida do samba em BH ?

Fabian Costa: A sensação é única, pois o carnaval de Belo Horizonte cresce a cada ano, elevando o samba da capital mineira, trazendo cada vez mais público, e é público e notório o quanto as arquibancadas vibram com as nossas escolas de samba. Eles aplaudem, torcem e nos incentivam bastante, e é esse combustível que nos embala. Portanto, a sensação é de muita alegria, pois ainda temos aquela rivalidade sadia que também nos impulsiona.

De todos os sambas que você interpretou em BH, qual mais te emocionou ?

Fabian Costa: Olha, eu terei que "puxar a sardinha para o meu lado" (risos) pois estrear como compositor na capital mineira foi algo mágico como eu havia dito acima, e poder interpretar o meu próprio samba na avenida foi algo grandioso para a minha carreira. Mas existe um grande samba que me marcou bastante, e o dono deste samba é o grande compositor e cantor Serginho BH, que em 2009 (ano da minha estreia) compôs um belíssimo samba falando das cartas, e aquele samba tinha uma divisão harmônica fantástica.

O que BH pode esperar de Fabian Costa para 2016?

Fabian Costa: Olha, em 2016, o grande público pode esperar um Fabian Costa totalmente diferente no quesito "figurino", pois pretendo desfilar com uma roupa que vai chamar bastante atenção do nosso público. Algo bem elegante, que marque o meu carro de som. Essa é uma das minhas características, sempre prezo pelo bom figurino.

Deixe uma mensagem aos sambistas mineiros.

Fabian Costa: Aos meus amigos sambistas da capital mineira, ao qual muito me identifico, respeito e os considero, local onde  vivi e vivo grandes emoções, eu deixo o meu desejo de muita paz, alegria e vibrações positivas para que o nosso carnaval possa ter o mesmo sucesso repetido dos anos anteriores. Minas Gerais, em especial, é uma grande exportadora de gente bamba, gente que é bamba de verdade, e sabe fazer carnaval! Deixo aqui um grande abraço a todos e que venha 2016!

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?


Veja mais sobre:Carnaval/MG

Comentários
Comentar