SRZD


17/06/2015 21h24

Confira a sinopse do enredo de 2016 da União da Ilha
Redação SRZD

A União da Ilha divulgou na noite desta quarta-feira (17) a sinopse do enredo "Olímpico por natureza...Todo mundo se encontra no Rio", para o Carnaval 2016. O encontro dos carnavalescos Jack Vasconcelos e Paulo Menezes com os compositores contou com a presença do presidente Ney Filardi, do seu vice, Djalma Falcão, do diretor de Carnaval, Márcio André, do presidente da ala dos compositores, Jorginho, do mestre de bateria, Ciça, além de outros segmentos da escola.

Confira a sinopse do enredo:


Partiu Rio...

- Atenção senhores passageiros do voo Olimpo/Rio, direto, sem escalas: dentro de alguns minutos estaremos aterrissando no Aeroporto Internacional Tom Jobim, na cidade do Rio de Janeiro. Mas, desde já, avisamos: esta cidade é "irada", percam a linha à vontade!

E assim a "turma de Zeus" atravessa a Linha do Equador e desembarca no Rio, num domingo de sol. Pecados não sabemos se há, mas podemos dizer que isto aqui é uma tentação! Até mesmo para os Deuses. Curiosos por conhecer esta terra, este povo, cheio de "bossa", cheio de "ginga", sem "vacilo".

Os cariocas são dourados...

O Rio de Janeiro tem sua pira olímpica natural brilhando e iluminando a cidade o ano inteiro: o sol. O astro-rei convida o carioca a celebrar a vida ao ar livre, dourando seus corpos. Um povo aquecido pela alegria de viver, que adora o seu despertar incandescente e aplaude o seu repouso, atrás da linha do mar, num maravilhoso espetáculo proporcionado pela natureza.

Afinal, quem gosta de dias nublados?

"Vem amor
Vem à janela ver o sol nascer
Na sutileza do amanhecer
Um lindo dia se anuncia..."

O carioca nasceu para nadar...

O carioca tem intimidade com a água desde sempre. Golfinhos são ostentados no brasão da cidade que nasceu e cresceu à beira-mar. Na água salgada do mar, ou na água doce dos rios, lagoas e cachoeiras que banham a cidade, o povo se revela um verdadeiro ser aquático.

"Veleiros que passeiam pelo mar..."

O carioca nasceu para correr...

Terra, montanha, floresta, areia e asfalto. A geografia carioca é um convite para o movimento. Passo a passo, a cidade desenha seus caminhos sempre em direção à beleza. Correndo, pedalando, escalando, desbravando alguma trilha ou disputando alguma bola, o povo faz de sua terra um solo sagrado para a celebração do esporte.

"Veja o despertar da natureza
Olha amor quanta beleza..."

O carioca nasceu para voar...

Voar é para os pássaros... e para o carioca também!

A sensação de liberdade não tem preço para esse povo livre de formalidades. Os ventos que sopram pelos ares da cidade inflam e impulsionam seus habitantes voadores, levando-os para onde quiserem, num mergulho entre o verde e o azul, com o horizonte aos seus pés.

"Vai o sol e a lua traz no manto
Novas cores, mais encanto..."

O carioca nasceu para curtir...

O carioca tem vocação para a felicidade. E antes acompanhado do que só para curtir um som, uma "vibe", um lugar, trocar uma ideia. O maior prazer deste povo é fazer com que todos se sintam à vontade em sua "casa". E o que o carioca faz de melhor é se juntar, se misturar, confraternizar. O carioca simplesmente se encontra e, no Rio, todos acabam sendo "irmãos", "brothers". Pessoas de todas as partes do planeta se encantam pela Cidade Maravilhosa e pelo seu povo que recebe a todos de braços abertos. O espírito olímpico é o espirito carioca.

"Mas eu que sou do samba
Vou pro terreiro sambar..."

Todo mundo se encontra no Rio.

Mas, e os Deuses? Aqueles lá do início, que chegaram do Olimpo... Andam por onde?

Ah, eles agora andam por aí, sorrindo à toa. Encantados com tanta beleza, "curtindo", "azarando", "formando", "na moral"!

A passagem de volta? Tem mais volta não. O Olimpo é aqui!

O Rio de Janeiro é a terra dos Deuses e dos cariocas, mas também é a terra dos americanos, dos europeus, dos africanos, dos asiáticos, dos oceânicos e de quem mais chegar.

Pois todo mundo se encanta com o Rio.

Todo mundo se encontra no Rio!

E Zeus mandou avisar:

- Prepare o seu melhor sorriso, pois os Jogos vão começar!

Já é!

Foto: Cesar Nogueira

- Clique e leia as últimas notícias sobre o Carnaval 2016

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?



Comentários
  • Avatar
    18/06/2015 19:41:33GeanMembro SRZD desde 22/02/2016

    Uma boa sinopse! Mas mesmo assim acho a Ilha candidata ao acesso, pois o Carnavalesco é ruim e se depender do fanfarrão do Ney Filardi, a Ilha afunda!

  • Avatar
    18/06/2015 15:08:07Rodrigo_FJBMembro SRZD desde 23/09/2014

    União da Ilha no Carnaval 2016. Sobre o enredo & tema â??Olímpico por natureza, todo mundo se encontra no Rioâ? Na minha opinião, tem como fazer Carnaval bom com esse Enredo, mesmo todos falando que é batido, pela primeira vez teremos Olimpíadas aqui, será um momento novo, acredito em um desfile meio "surreal" como a Portela fez.

  • Avatar
    18/06/2015 12:37:08Tedy Beija-Flor - A marca do Carnaval, é ela!Membro SRZD desde 12/04/2012

    A Sinopse da Ilha é engraçadinha, e só isso. Para quem se vendeu, e trocou a melhor posição de Domingo pela pior posição de desfile do Carnaval, tem o pior carnavalesco do Carnaval carioca que é o Paulo Menezes, que enfia sacos e mais sacos de panos nos componentes, independente de qual seja o enredo, de qual seja a escola que ele trabalhe, faz alegorias feias e mal acabadas. Se a Vila Isabel vier mesmo com o péssimo enredo de Miguel Arraes, é que a Ilha passa a ter alguma chance.

  • Avatar
    18/06/2015 11:44:29Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Tem excelência na qualidade sim, a sinopse do enredo 2016 da União da Ilha. O que não é surpresa. Foi redigida por dois bons carnavalescos ainda sem algum título no Grupo Especial do Carnaval Carioca a consagrá-los, Jack Vasconcelos notadamente Paulo Menezes, este conforme conceitua nosso prezado & sumido parceiro Verde-RosaFT, com estilo barroco. Em meio aos comentários nota-se intolerância, sectarismo e hipocrisia para com a Tricolor Insulana. O que desmente a estória segundo a qual a União da Ilha é praticamente tão querida por sua própria & massiva torcida quanto entre as torcidas das coirmãs. A sinopse do enredo & tema em questão mostra que os dois carnavalescos estão propondo à Ala de Compositores que é historicamente boa sim assim como à complexada enquanto vira-lata direção da União da Ilha especialmente o presidente Ney Filardi que superem a equivocada troca na ordem de desfile. Ou seja, enquanto artistas-sambistas responsáveis pela criação e desenvolvimento do enredo, os carnavalescos reivindicam bons sambas concorrentes e acerto na escolha do melhor como samba-enredo. O qual por sua vez se torne o carro-chefe de um desfile que seja um espetáculo/show artístico, cultural e musical complementado por beleza e plasticidade visuais. Afinal, é isso que está definido no regulamento oficial da LIESA em relação aos quesitos de responsabilidades diretas dos carnavalescos: Enredo â?? o desenvolvimento artístico-cultural de tema ou conceito no qual haja equilíbrio a partir da concepção até a realização. Fantasias â?? narram cm bom gosto e criatividade os diversos momentos do enredo, devendo não atrapalhar a mobilidade dos componentes. Alegorias & Adereços â?? são os carros alegóricos, tripés e acessórios artísticos-culturais, devendo ter coerência entre a proposta e a execução do projeto. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

  • Avatar
    18/06/2015 09:21:23Cláudia BauerMembro SRZD desde 19/01/2013

    O Paulo Menezes e o Jack Vasconcelos conseguiram fazer milagre. Sinopse muito bem construída e a cara da Ilha para um enredo extremamente limitado. Não se iludam, foi o máximo que eles poderiam conseguir. Vai proporcionar uma plástica linda, porém com um samba mediano pois o enredo é fraco.

  • Avatar
    17/06/2015 22:46:54RogérioMembro SRZD desde 26/05/2009

    Parece uma sinopse escrita pelo PB lebrou muito o enredo O Dia em que Toda a Realeza Desembarcou na Avenida para Coroar o Rei Luiz do Sertão

  • Avatar
    17/06/2015 22:21:37domingos lopezMembro SRZD desde 11/06/2009

    A sinopse não está excelente, o samba enredo de 1977 " Domingo" enxertou de poesia a sua contextualização entretanto nem por isso estar digna de ser um bom enredo para uma Escola de Samba que pretende competir e permanecer no grupo especial.......muito cuidado com essa temática!

Comentar