SRZD


05/08/2015 15h19

Portela: ouça os sambas concorrentes ao hino de 2016
Redação SRZD

A Portela, que em 2016 abordará o enredo "No voo da águia, uma viagem sem fim...", sob o comando do carnavalesco Paulo Barros, inscreveu as obras concorrentes ao hino que cantará na Marquês de Sapucaí. Ouça os sambas que continuam a disputar:

- Parceria de Samir Trindade, Wanderley Monteiro, Elson Ramires, Lopita 77, Dimenor e Edmar JR

- Parceria de Toninho Nascimento, Luiz Carlos Máximo, Gustavo Albuquerque, Elias Camilo Jorge Jr. e Alexandre Fernandes

- Parceria de Noca da Portela, Celso Lopes, Challes André, Vinicius Ferreira, Rafael Gigante e André do Posto 7

Imagem: Divulgação

- Clique aqui e leia tudo sobre o Carnaval carioca

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?



Comentários
  • Avatar
    07/10/2015 14:37:17Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Conforme todo ano assistirei à final da Portela para escolha do ´hino´ oficial 2016, dia 16/10/2015. Estou confiante que o samba liderado pelos bambas Toninho Nascimento e Luiz Carlos Máximo seja um dos três finalistas, pois se tornou o que mais me `agrada´. Apesar do equívoco da licença poética no único refrão repetir que a águia, ou seja, a Portela tem como bairros-bases, não Oswaldo Cruz e Madureira, mas somente este. Caso se sagre ´hino´ oficial é o risco que a Portela correrá de deixar de obter dos julgadores da LIESA as usuais notas 10 unânimes, conforme ocorre desde 2012. Pior são os casos dos outros três sambas que permanecem na disputa. O da parceria liderada por Jorge do Batuque também comete esse equívoco, além de não me ´agradar´ em melodia/ritmo. Deve ser o próximo eliminado. O liderado por mestre Noca da Portela e Celso Lopes comete o mesmo equívoco e o subquesito melodia/ritmo desde o samba-enredo 2015 não tem a mesma excelência do liderado por Nascimento e Máximo. Já o liderado por Wanderley Monteiro e Samir Trindade, além do equívoco em relação aos dois bairros-bases da Portela, imiscui-se à arrogância/prepotência de apresentar a Águia Altaneira & Guerreira clamando por respeito. A Majestade do Samba a agremiação mais vitoriosa do Carnaval Carioca, por si só é respeitada. Por fim, foram injustas e não-transparentes a Comissão Julgadora eliminar sem as devidas justificativas ao menos para a imprensa, os sambas concorrentes liderados pelos compositores Waldir 59, Neyzinho do Cavaco e pelo jovem Gustavo Henrique. Em relação à sinopse do enredo (No voo da águia, uma viagem sem fim...) deveriam ser os finalistas. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

  • Avatar
    05/10/2015 15:35:40Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Há inconsciência sobre os interesses envolvidos no mundo do samba. A diretoria quase nota 10 da Portela errou quando apoiou e votou no continuísmo na LIESA em maio passado. Ficou ´suspeito´ o título de campeã 2015 logo para quem liderou as coirmãs na unânime troca de 25 julgadores. Tudo, porque tal agremiação considerou ´injusta´ a 7ª colocação no Carnaval 2014, apesar de ter passado a ´conquistar´ título a partir de 2011 através de desfiles militarizados apelidados de técnicos supostamente sem erros, frios, monótonos e sem capacidade de emocionar o público. Desfiles militarizados esses que outrora notabilizaram a ´tri´ do início de século & ´bi´ do meado da década dos anos 1990. Não é mera coincidência tais ´campeãs´ serem comandadas por capos patronos não-sambistas verdadeiros e ambas terem se tornado impopulares. Contribui para isso as notas e as justificativas dos julgadores da LIESA não ser simultâneas e transparentes. Justificativas que só se tornam públicas muitos dias após a leitura das notas realizadas no sambódromo, na 4ª feira de cinzas. Em relação à disputa de sambas concorrentes para o Carnaval 2016 da Portela, a diretoria respalda uma Comissão Julgadora que também não é transparente, pois, não apresenta as justificativas dos eliminados e ou/não-vencedores a partir das eliminatórias até a final que define o samba-enredo. Embora os quatro sambas remanescentes tenham excelência no subquesito melodia/ritmo, em letra/poesia há equívocos já apontados. Histórica, tradicional e corretamente a Portela nunca apresentou tais desfiles militarizados. Agora corre risco de perder no quesito samba-enredo as usuais quatro notas 10 obtidas a partir de 2012. O que mais me ´agrada´ passa ser o da parceria liderada pela dupla de compositores-bambas Nascimento & Máximo. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

  • Avatar
    28/09/2015 18:04:31Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Este prestigioso site está atrasado na cobertura da disputa na Portela cuja próxima eliminatória, dia 02/10/2015, ocorrerá entre cinco sambas concorrentes. Conforme faço todos os anos, dia 16/10/2015 assistirei à final, embora este ano, eu tenha podido assistir a eliminatória do dia 04/09/2015. O que direi é público e notório, sempre propugnei isso. A exemplo da leitura das notas do quadro de julgadores da LIESA durante a apuração na Sapucaí cujas justificativas urgem tornarem-se transparentes passando ser entregues simultaneamente à imprensa. As Comissões Julgadoras e ou/diretorias das escolas de samba têm que passar a fazer o mesmo. Ou seja, a partir das eliminatórias até a final, os sambas concorrentes eliminados e ou/não-vencedores tem que ter suas justificativas entregues à imprensa presente às quadras no momento dos anúncios. O Salgueiro mudou a forma do concurso/disputa de sambas concorrentes, porém, ainda sem a imprescindível transparência em relação aos sambas concorrentes eliminados e ou/não vencedores. No caso de nossa Portela ante a sinopse do enredo (No voo da águia, uma viagem sem fim...) a ser desenvolvido pelo carnavalesco Paulo Barros a situação é gritante. Sambas concorrentes com ótimos subquesitos melodia/ritmo e letra/poesia coerentes em relação à sinopse têm sido injustamente eliminados. Por outro lado, embora igualmente ótimos no subquesito melodia/ritmo, outros sambas concorrentes têm subquesito letra/poesia incoerentes em relação à sinopse, discriminam um dos bairros-base da Portela (Oswaldo Cruz) e ou agrava a incoerência em relação à sinopse, quando utiliza arrogância e ou/prepotência na desnecessária clemência por respeito à agremiação. Afinal, nossa Portela tem como símbolo a águia, é altaneira e autodenomina-se a Majestade do Samba enquanto a mais vitoriosa, sendo por si só respeitada. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

  • Avatar
    22/09/2015 10:17:37Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Assisti à eliminatória na quadra de nossa Portela, dia 04/09/2015. Farei o mesmo na final, dia 16/10/2015. Daí cheguei à seguinte conclusão, o samba concorrente-parceria liderada pelos compositores-bambas Toninho Nascimento e Luiz Carlos Máximo se equivoca no subquesito letra/poesia discriminando o bairro-base portelense Oswaldo Cruz no início do único refrão: ´A águia de Madureira (sic) voltou/Pro solo sagrado de nossa (sic) bandeira (...) A águia de Madureira (sic) voltou de azul e branco/O batuque do samba chamou´. Tal erro grave se repete no samba-parceria liderado pelo compositor-bamba & poeta lírico o baluarte mestre Noca da Portela e pelo compositor-bamba Celso Lopes: ´(...) Sou indomável minha paixão é altaneira/Ninguém segura o povo de Madureira (sic) (...)´. Assim como no samba concorrente-parceria liderado pelo compositor-bamba Jorge do Batuque: ´(...) Viajante em tempo real/De Madureira (sic) vim brincar o Carnaval (...)´. Tal erro geográfico-filosófico que discrimina o bairro-base portelense Oswaldo Cruz se soma à arrogância/prepotência de clamar por respeito à agremiação que é altaneira e a mais vitoriosa, por isso respeitada, no principal refrão do samba-parceria liderado pelos compositores-bambas Samir Trindade e Wanderley Monteiro: ´Eu sou a águia, fale de mim quem quiser/Mas é melhor respeitar (sic), sou a Portela (sic) (...) Que vai brilhar no pavilhão de Madureira (sic)´. Dentre os que permanecem são notas 10 nos subquesitos letra/poesia e melodia/ritmo somente os sambas concorrentes-parcerias liderados pelo compositor-bamba Neyzinho do Cavaco e pelo compositor que lidera a promissora parceria de jovens Gustavo Henrique. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

  • Avatar
    12/09/2015 18:09:52Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Para o Carnaval deste ano eu pude assistir em quadra somente a final. Para o Carnaval 2016 farei o mesmo dia 16/10/2015, só que pude assistir à eliminatória do dia 04/09/2015. Com a devida fundamentação escolhi quatro sambas concorrentes ? isso ocorreu em 2011 ? que mais me `agradam´ para ir à final. Por ordem de `agrado´ o quarteto para disputar a final em nossa Águia Altaneira ou Águia Guerreira de Oswaldo Cruz e Madureira são: 01) Parceria liderada pelos baluartes compositores-poetas Waldir 59 e Casquinha. 02) Idem pelo compositor-bamba Neyzinho do Cavaco. 03) Idem de jovens sambistas portelenses liderada pelo compositor Gustavo Henrique. 04) Idem liderada pela dupla de compositores vencedora anterior Noca da Portela e Celso Lopes. Esta, obviamente na remota hipótese de a final ser disputada por quatro sambas concorrentes. As fundamentações para o porquê de tal ordem em meu `agrado´ se encontram nos locais apropriados para isso. Ou seja, junto às gravações dos mesmos aqui neste site. Por fim, parodiando o samba concorrente mais ouvido & tido equivocadamente como o `melhor´ que é o da parceria liderada pelos compositores-bambas Samir Trindade e Wanderley Monteiro. De coautoria deste e do compositor Álvaro Maciel a íntegra da letra do samba Vida de Compositor: `Caiu, meu samba-enredo caiu/Caiu por terra/Meu coração. Nada de mágoa, ressentimento/Tudo em prol da agremiação (BIS). Linda melodia, linda poesia/Não achei defeito algum/Mas samba-enredo só ganha um (BIS). O samba é um pedaço de nós/Inspirado, feito com amor/Caiu, vou consolar o parceiro. Primeiro vou controlar minha dor, minha dor/Esta é a vida de um compositor (BIS)´. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

  • Avatar
    10/09/2015 16:55:29Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Explicarei porque este samba concorrente liderado por Waldir 59 e Casquinha é o primeiríssimo do meu `agrado´ para se sagrar samba-enredo oficial 2016 de nossa Portela. Além de não me cansar encantando-me com esta gravação, constatei na quadra dia 04/09/2015 a magnitude desta obra-prima musical cantada pelo muito bom intérprete, Anderson Paz, acompanhado pela bateria-orquestra Tabajara do Samba. Imagina, caso se torne `hino´ oficial da Águia Altaneira, cantado pelo ótimo Wantuir e pelo gogó de ouro Wander Pires!?. É uma magnífica proposta de trilha sonora para o enredo (No voo da Águia, uma viagem sem fim...) a ser desenvolvido pelo inovador & vitorioso carnavalesco Paulo Barros (PB) cuja sinopse foi redigida majestosamente pela equipe dele. Liderados pelos baluartes & compositores-poetas os mestres Waldir 59 e Casquinha, os coautores desta obra-prima musical (Lincoln Prof. Godin, Eros Fidelis, De Lima, Barreto, Claiton de Itajaí e Sílvio Vargas Vargas o Doutor) revelaram-se inspirados. Esta obra-prima musical tem a métrica assim como os subquesitos letra & poesia e melodia & ritmo que é o DNA dos clássicos de nossa Majestade do Samba. É a preferida da maioria absoluta da Comissão Julgadora. Dentre tantos, Falcon (vide a expressão: `Ousar é vencer´ que ele cunhou), mestre Monarco, o príncipe Paulinho da Viola, o próprio carnavalesco PB (a frase no refrão: `Eu não sou daqui, eu não sou de lá/O meu destino é Portela...´ tem a cara dele) e Tia Surica a quem indaguei e ela respondeu: `Quero sempre o melhor para nossa agremiação´. Com certeza, caso se sagre `hino´ oficial 2016 da Águia Guerreira de Oswaldo Cruz e Madureira obterá as usuais notas 10 unânimes. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

  • Avatar
    10/09/2015 10:45:19Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    A despeito de ser o mais ouvido da Portela, o samba concorrente liderado pelos compositores Samir Trindade e Wanderley Monteiro deverá ser um dos próximos a ser eliminado. Ou seja, o `samba dos crias´ conforme autodenomina enquanto marketing os próprios coautores & adeptos da obra musical cairá antes da final para escolha do samba-enredo oficial 2016 da agremiação de Oswaldo Cruz e Madureira a realizar-se dia 16/10/2015. Chego a esta conclusão depois de ter assistido do início ao fim a eliminatória realizada em quadra pela Portela, dia 04/09/2015. Na oportunidade pude conversar com pelo menos um dos coautores dos então 10 sambas concorrentes, dois foram eliminados. O fato é que o `samba dos crias´ já no primeiro e principal refrão (Eu sou a Águia, fale de mim quem quiser/Mas é melhor respeitar, sou a Portela/Nessa viagem, mais uma estrela/Que vai brilhar no pavilhão de Madureira) no subquesito letra & poesia tem os seguintes erros. O primeiro e gravíssimo erro é exatamente de criação, referindo-se apenas ao bairro suburbano Madureira. É público e notório, a Majestade do Samba situa-se geograficamente entre os bairros Oswaldo Cruz e Madureira. O segundo erro de criação é de natureza filosófica. O refrão inteiro tem conotação da chamada licença poética significativa de arrogância e ou/de prepotência. O que não tem nada a ver com a Águia Altaneira. Esses dois erros graves de criação são apontados pelos mencionados membros da ala de compositores da Portela com os quais conversei. Haja vista, os próprios e conscientes admiradores desse samba concorrente estão propondo mudança em boa parte de tal refrão. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

  • Avatar
    08/09/2015 16:39:39Reinaldo S. AragãoMembro SRZD desde 04/11/2011

    Ouvi atentamente os sambas concorrentes da Portela para o carnaval de 2016 e, após a minha humilde e modesta análise, escolhi como melhor o da parceria de Wanderley Monteiro. Os compositores, do meu ponto de vista e salvo melhor juízo, conseguiram algo que julgo extremamente difícil, a saber: com inteligência e sutileza, conseguiram criar um samba que ao mesmo tempo exalta a Escola, seu símbolo maior, a águia, e obedece ao descrito na sinopse. Ou seja, envolve o sabido sentimento de amor, de de emoção e de orgulho do torcedor portelense sem contudo fugir da proposta do enredo. O que, sem dúvidas, é muito bom. Além do acima citado, o samba possui uma linha melódica bastante agradável, uma boa cadência, harmonia perfeita, rima rica dos versos, bom ritmo, contagiante, letra simples e mostra-se de fácil canto. Parabéns aos compositores desta bela obra. Apenas quero fazer coro com o comentarista Fabiano de Vila-Forte e sugerir o acatamento da sua pertinente e justificada proposta de incluir no refrão o berço da Escola, Osvaldo Cruz. Que Deus ilumine a mente daqueles que têm a responsabilidade de escolher o hino oficial da Escola. E que vença o melhor para a minha querida Portela.

  • Avatar
    08/09/2015 16:38:58Reinaldo S. AragãoMembro SRZD desde 04/11/2011

    Ouvi atentamente os sambas concorrentes da Portela para o carnaval de 2016 e, após a minha humilde e modesta análise, escolhi como melhor o da parceria de Wanderley Monteiro. Os compositores, do meu ponto de vista e salvo melhor juízo, conseguiram algo que julgo extremamente difícil, a saber: com inteligência e sutileza, conseguiram criar um samba que ao mesmo tempo exalta a Escola, seu símbolo maior, a águia, e obedece ao descrito na sinopse. Ou seja, envolve o sabido sentimento de amor, de de emoção e de orgulho do torcedor portelense sem contudo fugir da proposta do enredo. O que, sem dúvidas, é muito bom. Além do acima citado, o samba possui uma linha melódica bastante agradável, uma boa cadência, harmonia perfeita, rima rica dos versos, bom ritmo, contagiante, letra simples e mostra-se de fácil canto. Parabéns aos compositores desta bela obra. Apenas quero fazer coro com o comentarista Fabiano de Vila-Forte e sugerir o acatamento da sua pertinente e justificada proposta de incluir no refrão o berço da Escola, Osvaldo Cruz. Que Deus ilumine a mente daqueles que têm a responsabilidade de escolher o hino oficial da Escola. E que vença o melhor para a minha querida Portela.

  • Avatar
    26/08/2015 12:01:30Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Com todo respeito à â??lógicaâ? opinião da independente dublê de fanática-pentecostal pela agremiação do coração & arrependida idólatra paulobarriana, atenção ao seguinte. No final deste meu comentário, a íntegra da letra do samba concorrente que mais me â??agradaâ? dentro do enredo â??No voo da Águia, uma viagem sem fim...â?. O qual está apto para se sagrar â??hino´ oficial 2016 de nossa Portela. Ã? óbvio que o carnavalesco Paulo Barros, mestre Monarco e Marcos Falcon, não irão assumir isso. Os três mais Paulinho da Viola, dentre outros que sejam membros da Comissão Julgadora, até mesmo baluartes da Velha Guarda como Tia Surica, devido terem gravado a introdução pagodeada do samba concorrente liderado por Samir Trindade & Wanderley Monteiro, farão o mesmo não-assumindo isso. O fato é que todos irão votar na obra musical nota 10 no subquesito letra & poesia e no subquesito melodia & ritmo. A parceria liderada pela dupla de baluartes os compositores-poetas Waldir 59 e Casquinha: â??Vai minha Portela/Embarcar nos braços do infinito/O Mar Vermelho atravessei/Encontrei, foi tão bonito/Eu rasguei as nuvens escrevendo a minha História/Fui mar adentro, também mundo afora/Todos os sete mares viajei/Livre eu sou/Nesses lugares quero me encantar/Liberte a sua fantasia/E outros mundos desvendar/Ir das estrelas ao fundo do mar/Quanta aventura!. Ã? pura paixão, emoção!. Vem correr perigo/Esperar, o inesperado encontrar/Planetas distantes, o medo quero sentir... Descobrir (REFRÃ?O). Vem voltar no tempo para decifrar/Ver mistérios a Ciência revelar/Riquezas... Quem conquistou?/No mapa da mina eu vou/Rompendo fronteiras/Num toque virtual/A realidade ou imaginário viver?/Ousar é vencer. Eu não sou daqui, eu não sou de lá/O meu destino... Ã? Portela/Voando linda, leva meu coração/Águia Guerreira... Eterna paixão (REFRÃ?O)â?. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

  • Avatar
    26/08/2015 11:20:21Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Para conscientizar portelenses e não-portelenses admiradores do samba concorrente 2016 da Portela, a parceria liderada pelos compositores-bambas Samir Trindade e Wanderley Monteiro. Esta obra musical de fato tem ótima qualidade no subquesito letra & poesia e no subquesito melodia & ritmo em relação à sinopse do autoral enredo â??No voo da Águia, uma viagem sem fim...â? a ser desenvolvido pelo carnavalesco Paulo Barros. Analisando com o característico e aguçado senso crítico de portelense, há pelo menos dois outros sambas concorrentes que me â??agradamâ? mais nos dois já citados subquesitos, estando mais gabaritados a se tornar samba-enredo oficial 2016 da Portela. São pela ordem os sambas liderados pelos baluartes portelenses enquanto compositores-poetas Waldir 59 & Casquinha e pelos bambas Toninho Nascimento & Luiz Carlos Máximo cujas obras musicais serão analisadas no devido espaço de comentário de cada uma. Somente Wanderley Monteiro é compositor genuína e fielmente portelense. Os outros cinco coautores, Elson Ramires, Lopita 77, Dimenor, Edmar Jr e Samir Trindade são no máximo compositores portelenses de coração aculturados melódica e ritmicamente com a filosofia de desfile militarizado apelidado de técnico supostamente sem erros, frio, monótono e sem capacidade de emocionar o público da afilhada nilopolitana da Portela em cuja agremiação sempre disputaram, inclusive sagraram-se vencedores de sambas-enredo. Notadamente Samir Trindade o qual, a despeito de ser um compositor-bamba nota 10 no subquesito melodia & ritmo, é granaleiro e ou/de â??escritório/firmaâ?. Isto é, corre vorazmente atrás da grana-preta de direitos autorais concorrendo em diversas agremiações e grupos. O que eticamente falando é incompatível com os desfiles apoteóticos, majestosos e emocionantes da Águia Altaneira ou da Águia Guerreira de Oswaldo Cruz e Madureira Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

  • Avatar
    25/08/2015 09:47:01Cláudia BauerMembro SRZD desde 19/01/2013

    Eu estava escutando novamente a safra. Portelenses, escutem o que estou dizendo: o samba vencedor será do Luis Carlos Máximo. Não é o melhor samba, mas vai ser vencedor porque está EXATAMENTE do jeito que o Paulo Barros gosta: letra bem mastigada. A poesia fica por conta da melodia. Me ouçam que esse samba vai ganhar ok? Podem me xingar, mas não adianta porque é isso o que vai acontecer. Não sou vidente, é uma questão de lógica.

  • Avatar
    24/08/2015 21:59:46José OliveiraMembro SRZD desde 10/09/2011

    MELHOR SAMBA DISPARADO O DO SAMIR TRINDADE E WANDERLEY MONTEIRO....NÃ?O TEM NEM O QUE SE DISCUTIR.....UM DOS MELHORES SAMBAS DA PORTELA.....Ã? SÃ? ESPERAR O WANDER PIRES...COM SEU TALENTO DÁ O TOQUE FINAL....!!!!

  • Avatar
    24/08/2015 21:59:12José OliveiraMembro SRZD desde 10/09/2011

    MELHOR SAMBA DISPARADO O DO SAMIR TRINDADE E WANDERLEY MONTEIRO....NÃ?O TEM NEM O QUE SE DISCUTIR.....UM DOS MELHORES SAMBAS DA PORTELA.....Ã? SÃ? ESPERAR O WANDER PIRES...COM SEU TALENTO DÁ O TOQUE FINAL....!!!!

  • Avatar
    20/08/2015 21:07:39Fabiano de Vila-ForteMembro SRZD desde 15/10/2009

    Sem dúvida alguma, o samba do SAMIR TRINDADE, WANDERLEY MONTEIRO & CIA é o melhor samba nesta disputa da Portela, com respeito aos concorrentes. Para mim, será um dos melhores do carnaval carioca 2016. Um grande samba. Parabéns! Para ficar melhor, MODIFICARIA o último refrão. Ficaria assim: "Eu sou a águia, fale de mim quem quiser, mas é melhor respeitar, sou a Portela! Nesta viagem mais uma estrela, NO PAVILHÃ?O DE OSWALDO CRUZ E MADUREIRA". Deixar fora desse maravilhoso samba o bairro onde a escola nasceu, seria uma GAFE.

Comentar