SRZD


23/09/2015 10h31

Assim como Samba é Nosso, documentos da Liesb também são aprovados pela Riotur
Redação SRZD

Em nota, a Liga Independente das Escolas de Samba da Série B (Liesb) informou que a Riotur aprovou a documentação necessária para que a entidade concorra na disputa pela concessão dos desfiles das escolas que se apresentam na Estrada Intendente Magalhães. Agora, tanto Liesb quanto Samba é Nosso estariam aptas a gerir os desfiles. Confira nota divulgada pela Liesb:

A Liga Independente das Escolas de Samba da Série B (LIESB) recebeu na tarde de terça-feira, dia 22 de setembro, ofício da Empresa de Turismo do Rio de Janeiro (Riotur) reconhecendo a instituição como apta a firmar contrato de realização dos desfiles da Estrada Intendente Magalhães.

A Riotur analisou a documentação entregue pela LIESB, presidida por Heitor Fernandes, como estatuto social, ata de assembleia, publicação da convocação, ata da fundação, certidões negativas e de regularidade do FGTS, entre outros, demostrando a regularidade da entidade perante os órgãos públicos. Portanto, a partir de agora a LIESB está regularizada para organizar e assinar contrato com os órgãos públicos.

O Presidente Heitor Fernandes, satisfeito com o reconhecimento da Riotur perante a documentação entregue, disse que a liga surgiu para fortalecer as agremiações que desfilam na Estrada Intendente Magalhães. "Com o aval da Riotur, vamos iniciar a preparação para o Carnaval de 2016. Estaremos esperando agora apenas a assinatura do contrato para administrarmos tão logo seja possível, os desfiles do próximo ano", ressaltou.

Decisão, agora, pode estar nas mãos das agremiações

Recentemente, em nota enviada ao SRZD-Carnaval, a Riotur ressaltou que caberá às agremiações dos Grupos de Acesso B, C, D e E a decisão sobre a quem elas quererão se filiar.

- Liesb e Samba é Nosso fazem sorteio da ordem dos desfiles de 2016

Documento oficial da Riotur expedido à Liesb. Imagem: Divulgação

- Clique aqui e leia tudo sobre o Carnaval carioca

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?



Comentários
Comentar