SRZD


13/10/2015 18h40

Projeto social pretende mudar vida de mulheres em Vila Canoa
Redação SRZD

É em Vila Canoas, em São Conrado, que começou o recente projeto social que visa mudar a vida das mulheres da comunidade. Organizado pela equipe Enactus da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o projeto surgiu de uma visita do grupo à área. O curso de corte e costura, em vigor no local, chamou a atenção dos estudantes que viram nele uma forma de melhorar a renda das mulheres participantes. Assim surgiu o "Canoas de Pano".  

Atualmente, o projeto consiste em duas etapas: a primeira é o curso de corte e costura, que é gratuito e ministrado por um professor voluntário. Nele, as mulheres aprendem a fazer peças como bolsas, mochilas, blusas, vestidos e saias com materiais reutilizados. Na segunda etapa, depois do término do curso, as mulheres formadas podem optar por fazer parte da marca "Canoa da Vila", monitorada pelo time Enactus UFRJ, e realizar a confecção de produtos para venda. No futuro, será implementada uma terceira etapa, que consistirá em uma capacitação das mulheres em gestão e vendas.

"No início, não tínhamos tanto a confiança das mulheres de que o projeto iria dar certo e que bons frutos seriam gerados. Porém, com o passar do tempo e com o time sempre se mostrando presente a ajudar e a fazer acontecer, um grande elo de confiança foi gerado. Atualmente, com a Lúcia e a Gorete, ex-alunas já formadas, produzindo bolsas e começando a melhorar a sua renda, as outras sete alunas em curso estão cada vez mais motivadas tendo as duas como exemplos. No próximo domingo (18), ocorrerá a primeira venda oficial das bolsas produzidas no projeto", comemora Mateus.

Alunas do curso. Foto: Divulgação Canoas de Pano

Além do empoderamento das mulheres, a ação é positiva para o meio ambiente: a confecção das peças é feita a partir de materiais reutilizados de sobras de tecidos e amostras.

Foto: Divulgação Canoas de Pano

O projeto ainda conquistou o 3º lugar no edital do Walmart de Empoderamento de Mulheres. "Além da visibilidade internacional, o edital do Walmart nos proporcionou verba para compra de novas máquinas e ferramentas para o curso. Além disso, faremos uma palestra dia 16 de novembro na PUC, para os alunos do curso de moda, na intenção de conseguir futuros professores voluntários numa espécie de estágio voluntário, no qual o aluno ganharia horas complementares na faculdade, além, é claro, da enorme experiência que é fazer parte de um projeto como esse", diz Mateus. "Estamos ainda na busca de uma fábrica ou loja de tecidos que gostaria de realizar uma parceria fixa com o projeto para a doação de material que iria ser descartado, como retalhos, material de amostras e etc", completa o líder do projeto. 

Foto: Divulgação Canoas de Pano

Para mais informações acesse o Facebook do projeto

Curta a página do SRZD no Facebook:


Veja mais sobre:UFRJProjeto social

Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.