SRZD


26/10/2015 14h27

Conheça os novos videoblogueiros do SRZD-Carnaval!
Redação SRZD

A editoria de Carnaval do SRZD ganhou ainda mais reforços: a partir das próximas semanas, você, leitor do portal, tal como os sambistas e profissionais de Carnaval contarão com dicas e relatos de experiências de novos videoblogueiros.

Alemão do Cavaco (compositor), Fábio Batista (passista), Julinho e Rute (casal de mestre-sala e porta-bandeira), Márcio Moura (ator e coreógrafo) e ele, um dos mais importantes intérpretes da história, Paulinho Mocidade, darão suas opiniões acerca dos principais quesitos que envolvem os desfiles, contarão suas jornadas e contribuirão, através de seus conhecimentos práticos, com conteúdos exclusivos e em vídeo! Aguarde!

"Vai ser uma grande honra para nós poder contribuir ao mundo do samba", concordam Rute e Julinho, casal de mestre-sala e porta-bandeira.

Julinho e Rute, casal de mestre-sala e porta-bandeira. Foto: SRZD-Rodrigo Trindade

"Só tenho a agradecer ao carinho de pessoas do Brasil inteiro que gostam de mim e acompanham meu trabalho. Agora, com este canal, vai ficar ainda melhor", comemora Paulinho Mocidade em entrevista recente ao SRZD.

Cantor e compositor Paulinho Mocidade. Foto: SRZD

"Vou somar com minhas experiências e opiniões acerca do quesito comissão de frente. Mas nossos bate-papos serão sempre abertos às novas opiniões", diz o coreógrafo Márcio Moura.

Coreógrafo Márcio Moura. Foto: SRZD-Rodrigo Trindade

"Os passistas estão, a cada ano, ganhando ainda mais espaço. É maravilhoso o SRZD abrir este canal para divulgação deste segmento, tão importante dento de uma escola de samba", analisa o passista Fábio Batista.

Passista Fábio Batista. Foto: SRZD-Rodrigo Trindade

"Quero poder contribuir, através de minhas experiências em direção musical, para dar dicas e opinar sobre harmonia, sambas de enredo e até mesmo em evolução dos desfiles", destaca Alemão do Cavaco.

Alemão do Cavaco. Foto: SRZD-Rodrigo Trindade

Enquanto isso, confira conteúdos exclusivos de outros videoblogueiros:

- Chico Spinosa, videoblogueiro, carnavalesco e comentarista de desfiles de escolas de samba

- Laíla, diretor de Carnaval, carnavalesco e videoblogueiro

- Odilon Costa, mestre de bateria renomado do Carnaval do Rio, videoblogueiro

- Clique e leia as últimas notícias sobre o Carnaval 2016

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?


Veja mais sobre:Carnaval 2016

Comentários
  • Avatar
    27/10/2015 19:58:57Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Tanto o leitor que se identifica apenas pelo apelido quanto o jornalista & repórter não conseguem bancar os ´advogados´ do site. Se trata de ´causa´ perdida tentar defender desrespeito aos direitos sociais de trabalhadores/sambistas escondidos sob as denominações de blogueiros e vídeo-blogueiros, agravado pelo fato de estarem indevida & amadoristicamente exercendo atividades que são próprias aos trabalhadores do ramo da Comunicação Social. Diferentemente do não-identificado leitor, não há ´rancor´ de nossa parte em relação a este assim como a outro site. O que existe é o universal direito de crítica praticado por um leitor que tem consciência pra tal. Ou seja, que não é um analfabeto político. Falta de consciência política esta que acomete ao jornalista & repórter do site quando tenta ´advogar´ para o patrão. O debate de ideias aqui deve ser travado entre quem é leitor dotado da devida consciência de classe enquanto tal e o patrão. Afinal, o mesmo reproduz aqui sobre trabalhadores do mundo samba e do ramo da Comunicação Social, a mesma exploração de mão-de-obra que sofre em um televisivo órgão capitalista & monopolista pertencente a um conglomerado privado & imperial tanto no ramo da Comunicação Social quanto no das indústrias gráficas. Os demais leitores do site demonstram não se disporem participar desse debate de ideias. Aguardemos para ver se as entidades sindicais de trabalhadores e dos patrões estão. Estou fazendo a minha parte. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

  • Avatar
    27/10/2015 15:47:07Rodrigo TrindadeMembro SRZD desde 27/10/2015

    Olá, Almir! A editoria Carnaval do SRZD é específica, segmentada. Sendo assim, esse é o motivo desta seção possuir blogueiros e videoblogueiros, que entendem do assunto Carnaval e comentam sobre tal tema. Acontece o mesmo com outros sites, jornais, e etc. Por exemplo, nas editorias de Cinema haverá um repórter para trazer os fatos e os comentaristas especializados. Assim, também, na editoria Esporte e assim por diante. Como são editorias específicas, além da figura do repórter, há a necessidade de especialistas que comentem tais nichos. Acerca da política editorial do site, gostaria que você repensasse com mais carinho e reavaliasse o portal. O criador do mesmo tem vasta experiência, é extremamente imparcial quanto ao que é publicado. De fato, não somos perfeitos, mas queremos, um dia, chegar à perfeição, Almir! Nossa equipe de repórteres são meninas e meninos formados em Comunicação Social, salvo alguns casos, como por exemplo, de cinegrafistas e/ou fotógrafos, carreiras as quais não há a necessidade de ser comunicólogo. Continue nos prestigiando e dando suas opiniões, porém, pense com carinho antes de atribuir adjetivos à nossa equipe. Estamos aqui a trabalho. Esse é o nosso ganha-pão de cada dia. Um abraço. Rodrigo.

  • Avatar
    27/10/2015 14:55:52TiãoMembro SRZD desde 26/06/2011

    Você é engraçado, Almir. Sempre amargo com os outros. Sempre se colocando acima da gente, simples mortais. Sou sambista e não sou sambeiro. Você esculhamba todo mundo mas estásempre escrevendo aqui no site que você tanto odeia. Veja se você consegue fazer o mesmo nos outros sites. Lá você deve ser censurado e aqui bota a boca no trombone. Se aqui é ruim porque você não vai embora? Axé, para quem é do terreiro. Ilê, aboá, ilié !!!

  • Avatar
    26/10/2015 17:59:46Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    A notícia em questão precisa ser comentada com profundidade & fundamentação. Não me ´incomodo´ com alguns leitores & meus detratores, quando tentam me intrigar com este site devido eu democraticamente criticar a política editorial do mesmo. O fato é que a proliferação de blogueiros e vídeo-blogueiros, sem vínculos empregatícios ou seja amadorísticos e com o agravante de não ser trabalhadores do ramo da Comunicação Social, apesar da vivência no mundo do samba é reflexo do que ocorre na sociedade. Na qual por ser capitalista os patrões estão organizados sindical e nacionalmente nas poderosas Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) e Associação Nacional de Jornais e revistas (ANJ). Sem contarem com um sindicato nacional ? a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) é dominada pelos patrões ? unificando os empregados das indústrias gráficas e das empresas de Comunicação Social, os trabalhadores ficam à mercê da exploração. Ou conforme o caso aqui, trabalhando de graça como espécie de ´modernos escravos´. Esta realidade, a despeito da crise econômica não ocorrer somente no Brasil, pois, não existe capitalismo em um só país, acaba levando ao seguinte. Acaba levando à falta de credibilidade na chamada mídia especializada do mundo do samba. O que pode ser aferido pela perda da grande quantidade de leitores & leitoras dispostos a comentar as notícias do dia-a-dia aqui. Que não é modéstia à parte o meu caso. Saudações carnavalescas, Almir de Macaé.

Comentar