SRZD


20/12/2015 22h23

Com alegria e canto afiado, Curicica abre segunda noite de ensaios técnicos
Redação SRZD*

No segundo dia dos ensaios técnicos, nem o forte calor desanimou o público que chegou aos poucos para prestigiar as escolas que estão fazendo os seus ensaios. Abrindo a noite de treinos, com um pouco de atraso, a Tricolor de Curicica começou o ensaio depois do horário previsto e trouxe o enredo "Corações Mamulengos", que será uma homenagem aos artistas bonequeiros, desenvolvido pelo carnavalesco Marcus Ferreira.

- Ensaios Técnicos: Ronaldo Yllê elogia samba da Curicica: 'Está fluindo muito bem'

- Ensaios Técnicos: Comissão de Frente da Curicica terá 30 bailarinos

Ensaios Técnicos: Léo Capoeira revela novidades da bateria da Curicica

Segundo o presidente Erivelton Azevedo, apesar da crise econômica, a escola conseguirá realizar o carnaval de acordo com o cronograma. Complementando a opinião do presidente, o diretor de Carnaval Jeferson Carlos explicou que eles estão na contramão da crise. Anteciparam o carnaval para evitar problemas de falta de material, utilizaram materiais recicláveis e a escola está feliz com esse novo momento. O prazo de entrega do carnaval é aproximadamente até 20 de janeiro.

Foto: Igor Gonçalves

A escola trouxe aproximadamente 1.600 componentes para o seu treino na Sapucaí, distribuídos em 22 alas. Com um refrão fácil, os integrantes e o público vibravam quando Ronaldo Yllê o entoava. Para o intérprete, apesar da experiência, o ideal para um bom desempenho é o descanso físico, vocal e estar tranquilo, sem nenhum problema emocional.

Com uma pegada forte, a bateria Audaciosa, de mestre Léo, que também é um dos diretores do Acadêmicos do Salgueiro, testou 3 bossas que serão usadas no desfile oficial. Para quem acha que um mestre de bateria é pouco, os mestres de bateria Marcão, do Salgueiro;Maurão, da Cubango; Júnior, da Rocinha; Caliquinho, da São Clemente; e Washington, da Inocentes de Belford Roxo, participaram do ensaio, vindo na bateria da escola. Em conversa com o SRZD-Carnaval, Léo nos contou que o trabalho tem sido desenvolvido com seriedade e muito empenho. "Ensaiamos uma vez por semana, duas horas por dia sem parar para ter o melhor resultado no dia do desfile"

Foto: Igor Gonçalves

Estreando na escola, a porta-bandeira Alessandra Chagas, que faz par com o mestre-sala Matheus Olivério, completamente incorporada ao enredo, veio vestida de boneca. Já Matheus, de mestre mamulengo. Segundo Mateus,
os ensaios foram intensificados, e os treinos ocorrem diariamente, até três horas por dia. "A nossa prioridade é a dança tradicional", revela o mestre-sala.

Ao longo de todo o desfile, o diretor de Harmonia Paulo Santos era visivelmente identificado por orientar os coordenadores de ala para não deixar abrir buraco e enfileirar corretamente os componentes, que cantavam com muita animação.

Foto: Igor Gonçalves

A União do Parque Curicica será a primeira escola a desfilar, no sábado de carnaval, no dia 6 de fevereiro, com o enredo "Corações Mamulengos".

* Com a colaboração de Angélica Zago

- Clique aqui e leia tudo sobre o Carnaval carioca

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?



Comentários
Comentar