SRZD



Marcio Coelho

Marcio Coelho

LÍNGUA PORTUGUESA. Consultor lexicográfico da Academia Brasileira de Letras· Cursou Letras Português/Latim e Português/Literaturas. É corretor das redações do Vestibular da Cesgranrio e das provas discursivas da UFRJ. Palestrante sobre Novo Acordo Ortográfico, na Bienal do Livro do RJ. Escreveu dois capítulos na "Gramática Escolar da Língua Portuguesa, do Professor Evanildo Bechara: interpretação de textos e grafia das palavras" e também capítulos sobre questões de concursos públicos no livro "Língua Afiada" (no Jornal Extra), do Professor Sérgio Nogueira. Ministrou curso de capacitação, no Ministério Público Federal. Lecionou nos cursos e colégios Miguel Couto, Bahiense, Martins, Princesa Isabel, Escola Naval etc. Foi professor da rede estadual de ensino. Elaborou prova de Língua Portuguesa para o concurso do magistério da Rede Pública Municipal (1° e 2° graus).

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



15/01/2016 12h49

Dúvidas de Português - A crase não foi feita para humilhar (Parte II)
Marcio Coelho

1-     O marinheiro voltou à ou a terra?

O correto é "O marinheiro voltou a terra".

Por quê?

Se a palavra terra estiver empregada em oposição à palavra "bordo", nada de acento grave.

 

Em outras situações, acentue.

*O astronauta voltou à Terra. (=planeta)

*Fernanda retornou à terra natal. (=terra em que ela nasceu)

 

 

2-     Cheguei à ou a casa?

O correto é "Cheguei a casa".

Por quê?

 

Observe que a palavra casa não está determinada; não se está dizendo de quem é a casa.

Mas, se estiver determinada, especificada, emprega-se o acento.

 

*Cheguei à casa do Leblon.

 

 

3-     Paula dirigiu-se à ou a Vossa Excelência?.

O correto é "Paula dirigiu-se a Vossa Excelência".

Por quê?

 

Pronome de tratamento em que entram "Vossa e Sua", nada de crase porque não admitem artigo; são formais, e você sabe que o emprego do artigo indica o quê?

Isso: "intimidade".

 

Agora, diante dos outros pronomes (senhora, senhorita, prezada, digníssima, caríssima etc.), coloque o acento grave.

*Falei ao prezado João e à prezada Ana.

 

 

4-     Eis a aluna a qual ou à qual me refiro?

O correto é "Eis a aluna à qual me refiro".

Por quê?

 

Repare que o verbo "referir-se" pede preposição A: "Quem se refere se refere a"; e a expressão a qual começa pela letra a, portanto tem-se à qual.

 

5-     Não me refiro a esta moça, mas a ou à que saiu?

O correto é "Não me refiro a esta moça, mas à que saiu".

Por quê?

Coloca-se o acento grave no a porque pode ser substituído por a+aquela.

 

Vamos treinar?

Coloque o acento grave, quando necessário.

 

1)      Eis a professora a qual cumprimentei.

2)      A minha camisa é igual a de meu irmão.

3)      O rapaz dirigiu-se a Sua Senhoria.

4)      Referi-me a senhora que saiu cedo.

5)      Mais tarde, voltarei a casa materna.

6)      A Exma. Sra. Ana, meus parabéns!

7)      A diretora falou a senhorita Joana.

8)      Nem tanto ao mar, nem tanto a terra.

9)      Via a aluna a qual tu aludiste.

10)  Quando chegamos a terra, ainda sentíamos em nosso corpo o balanço do mar.

 

 

 

      Gabaritos:

1)      A qual

2)      À

3)      A

4)      À

5)      À

6)      À

7)      À

8)      À

9)      À qual

10)  A

 


Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.