SRZD


07/02/2016 07h00

Com diversos incidentes, X-9 encerra desfiles do Grupo Especial de São Paulo
Redação SP

Na manhã deste domingo, dia 7, a X-9 Paulistana encerrou os desfiles do Grupo Especial de São Paulo em 2016.

- Assista ao vídeo do desfile

- Ouça o áudio do desfile

Apresentação que começou tensa devido a um acidente envolvendo um destaque da segunda alegoria, que caiu de sua posição e foi conduzido pela equipe de atendimento do Sambódromo.

E se abrir os desfiles é uma tarefa complicada, encerrar é igualmente difícil.

A posição é pré-definida antes mesmo do sorteio promovido pela Liga Independente das Escolas de Samba. Procedimento baseado na posição da agremiação no último ano: o décimo primeiro lugar.

No caso da tricolor, é a segunda vez consecutiva que a entidade presidida por André do Santos encara esse desafio. André lidera a gestão que busca reverter os resultados da última década, quando não esteve nenhuma vez entre as campeãs da cidade.

E para vencer tantos obstáculos e estatísticas, a X-9 apostou no enredo "Açaí guardiã! Do amor de Iaça ao esplendor de Belém do Pará", de autoria do carnavalesco André Machado.

A comissão de frente da coreógrafa Yaskara Manzini retratou a lenda do açaí, com os componentes vestidos de índios tupinambás executando linda performance utilizando elemento alegórico, que apresentou problemas para ser conduzido no primeiro setor.

Logo após a comissão, destaque para o bailado do primeiro casal Ana Paula Sgarbi e Ruhanan Lucas, trajando belíssimo figurino, e a ala das baianas, saudando as tribos tupinambás e o artesanato, com fantasia verde decorada com desenhos tribais e revelando excelente solução.

Na sequência, o carro abre-alas, ainda em tons verde, assim como todos os elementos que o antecederam, também teve dificuldades no seu posicionamento no momento de entrar na pista.

Além da lenda do açaí, os setores também homenagearam os 400 anos da cidade de Belém, capital do Pará, com direito a comidas típicas, o mercado do "Ver-o-Peso" e os primórdios da cidade com a chegada de Castelo Branco ao norte do país.

O encerramento foi marcado pela festa do Círio de Nazaré, uma das maiores procissões religiosas do Brasil, retratado em uma encenação com cerca de 200 figurantes.

O samba dos autores Accyoly Filho, Saulo Mesquita, Turko, Maradona, Fabio X9, Thiago Japa, Rafa do Cavaco, Mixaria, Carlos Alberto, Dom Henrique e MP08, eleito após eliminatórias que contaram com compositores paraenses, foi cantado com a conhecida técnica do veterano Royce do Cavaco.

Vitor da Candelária fez sua estreia à frente da bateria promovendo uma série de bossas e breques tendo à frente de seus ritmistas a rainha Gracyane Barbosa. Rainha que atraiu as atenções da imprensa e do bom público que ainda permanecia no Anhembi prestigiando o espetáculo.

A acirrada disputa na divisão de elite do samba paulistano não permite deslizes. Qualquer décimo perdido pode custar caro dentro do concurso. Em evolução, no ano de 2015, a escola da Parada Inglesa perdeu meio ponto somente neste quesito.

O cenário construído com as ocorrências logo na largada da exibição pareceram comprometer todo o conjunto, fazendo com que o clima de apreensão tomasse conta dos componentes dos diferentes setores.

O espaçamento entre as alas em diferentes momentos foi notável, além das variações no andamento dos segmentos, comprometendo não só os quesitos dos módulos de dança, mas também, a própria leitura do enredo, pela rapidez com que os elementos, tanto alegóricos, quanto as fantasias, passaram pela Avenida, sobretudo após a metade da apresentação, concluída por volta das 6h40. 

Veja galeria de fotos do desfile

Rádio SRZD transmite ao vivo a apuração dos Grupos Especial e de Acesso

Mais uma vez você vai acompanhar em tempo real todas as emoções da apuração das notas que vão definir o resultado do Carnaval de São Paulo em 2016. Fique ligado e participe de mais essa trasmissão ao vivo.

Prêmio SRZD-Carnaval/SP 2016

Na noite desta segunda-feira, dia 8, na página principal do SRZD-Carnaval/SP, será divulgado o resultado oficial desta edição do prêmio. A votação estará disponível após o encerramento do desfile da última escola do Grupo Especial. Vote e participe!

Agora é com você leitor! O SRZD quer saber a sua opinião.

Comente o que achou do desfile no espaço abaixo destinado aos comentários.

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?



Comentários
  • Avatar
    07/02/2016 21:23:59LEANDROAnônimo

    TALVEZ NÃO FOI VISTO PELO SITE O FIM DO DESFILE, POIS A PORTA BANDEIRA TERMINOU O DESFILE COM PROBLEMAS TAMBÉM.... ELA NÃO CONSEGUIA NEM SEGURAR O PAVILHÃO DA ESCOLA, MUITO MENOS GIRAR, CREIO QUE DEVIDO AO PESO DA FANTASIA, PROVAVELMENTE RECEBERÁ AS PIORES NOTAS NESSE CARNAVAL NESSE QUESITO TAMBÉM, PELO MENOS NOS ULTIMOS SETORES.

  • Avatar
    07/02/2016 19:49:53Marcelo_NenêMembro SRZD desde 27/02/2015

    Senti muito pela X-9. A escola prometeu entrar grande e compriu com a palavra, mas a mesma não contava com os incidentes que iriam vir em seu encontro. Primeira vez que eu presenciei uma entrada tão impaquitante da X-9. Se não fosse os incidentes, a escola iria vir pra brigar pelo título literalmente. Gostei muito das alegorias, fantasias, enredo, samba e bateria da escola.

  • Avatar
    07/02/2016 14:20:51Gerson AlvesAnônimo

    Senhores Carlos Pires - Diretor de Carnaval e Sr. Dudu - Diretor de Harmonia devem urgentemente no mínimo uma carta aberta a comunidade sobre os incidentes ocorridos pois ambos são extremamente culpados pelas falhas ocorridas.

  • Avatar
    07/02/2016 10:05:23LucasAnônimo

    Tristeza é o que resume a minha expressão ao terminar o desfile... não por ser ruim, mas sim por um desfile tão bonito ser passível de tantos erros.

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.