SRZD



Maria Apparecida

Maria Apparecida

CARNAVAL. Historiadora, escritora e decoradora, é considerada uma das mais respeitadas autoridades do Carnaval de São Paulo. Há 35 anos começou a se interessar pelo samba, em que desenvolveu vários projetos. Entrou para a história ao se tornar a primeira carnavalesca da folia paulistana.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



22/02/2016 10h00

E agora? O que fazer com as alegorias?
Maria Apparecida Urbano

Fim de mais um grande desfile no sambódromo paulistano.

Fim de mais um sonho vivido durante um ano, em todas as escolas de samba que participaram desse majestoso evento.

Sonhos esperados, sonhos realizados por umas, sonhos desfeitos por outras, decepções.

Quantos projetos foram idealizados durante um ano. Desde a escolha do enredo, escolha do samba-enredo, a busca pelos compositores, intérprete, e a escolha do carnavalesco. Foi um grande trabalho em conjunto de presidente, diretoria, chefes de alas até chegar a envolver toda a comunidade. Sempre na esperança de conseguir um grande sonho: o de ver a escola campeã ou de conseguir uma boa colocação.

Desfile do Carnaval de SP 2016. Foto: SRZD - Claudio L. Costa

Para que toda essa realização aconteça, o primeiro passo é a direção de Carnaval entrar em sintonia com o carnavalesco, buscando acompanhar a sua visão sobre o enredo e entendendo os seus pontos de criação e imaginação, para a realização de um grande espetáculo. São meses e meses de atividades sem cessar numa dedicação absoluta, que envolve uma infinidade de pessoas em busca da perfeição.

Na realidade podemos chamar as escolas de samba de "Fábricas dos Sonhos", cuja engrenagem começa a rodar com a escolha do enredo, movimentando cada setor com as melhores qualidades possíveis.

É o grande sonho de todos os sambistas com o qual concordo plenamente. Porém, apesar de todo esse trabalho e dedicação, o tempo de sua apresentação é tão rápido que às vezes nem o sentimos passar, e, quando nos damos conta, o desfile já terminou.

Aquelas maravilhosas e imensas alegorias que pudemos apreciar nos barracões, na avenida somem diante dos nossos olhos que se perdem na atenção de um destaque ou de uma personagem homenageada. Mesmo quando olhamos um destaque, que está tão alto, não dá tempo de apreciar a beleza e os detalhes que compõem cada carro alegórico.

Que pena, vocês não acham?

Todos nós somos curiosos e apreciadores da beleza, portanto aqui vai uma sugestão, a de que o povo de São Paulo e os turistas, que visitam a capital, pudessem ver de perto as alegorias que desfilaram no sambódromo. Para isso a Liga das Escolas de Samba e a SPTuris poderiam se unir para promover uma grande exposição na passarela do samba, destinada à visitação pública, dos carros alegóricos que desfilaram no Carnaval. Tenho certeza que público não faltaria.

Quem ganharia? Em primeiro lugar, os apaixonados pela beleza das escolas de samba, que é um público imenso. Em segundo lugar, o povo em geral.

Ganharia ainda a SPTuris com estacionamento, e tudo o que envolve um evento, e a Liga, com venda de ingressos, a preço reduzido, que, entretanto, ajudaria tanto a Liga como as escolas de samba.

Desfile do Carnaval de SP 2016. Foto: SRZD - Claudio L. Costa

É muito triste ver as alegorias tão trabalhosas, e tão lindas, em que se emprega muito dinheiro, serem levadas para o pátio ao lado do sambódromo, e de lá para o desmanche. Será que ninguém jamais pensou em mostrar a arte popular feita dentro das escolas de samba com artistas desconhecidos, mas enriquecidos de arte e bom gosto?

Vamos valorizar o nosso trabalho. Isso é arte popular e deve ser divulgada.

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?


Comentários
  • Avatar
    23/02/2016 16:31:18RafaAnônimo

    Não só o espaço do Anhembi pode ser utilizado, pois quando vemos algumas promoções de Marketing como os Rinocerontes e as Vaquinhas pintadas que rodaram São Paulo, As duas Onças que foram colocadas nas margens da Marginal Pinheiros em frente a estação de trem, isso é uma maravilhosa ideia de Divulgação de nosso Carnaval, pois mostraria as pessoas nas Ruas os detalhes de muitas esculturas e peças de Alegorias expostas pelo centro de São Paulo. Veríamos muitas Selfies nas redes sociais, isso até incentivaria as pessoas a irem ao Sambódromo assistir os desfiles. Sei que algumas escolas ajudam outras escolas do acesso ou blocos em seus desfiles com as esculturas que sobram, outras vendem para outros estados, mas seria lindo sim como a amigo abaixo disse, ver os tigres da império em Alguma Praça de São Paulo, ou a Coroa da Vai-Vai, Esculturas nos Parques Culturais como o de Santana. Poderia Surgir alguém a frente deste trabalho junto a secretaria da Cultura e a própria SPTur.

  • Avatar
    23/02/2016 00:56:51Beth RibeiroAnônimo

    Seria perfeito se isso acontecesse. Não é a 1a vez que leio sobre isso e não consigo entender qual a dificuldade de isso ocorrer. O Anhembi seria o palco/local perfeito!! Imagine voltar lá só para poder apreciar e observar os detalhes dos carros, com acompanhantes das escolas explicando o significado dentro do enredo com suas respectivas composições e destaques, ainda que fossem bonecos fantasiados!! Seria mágico e certamente traria mais componentes pras escolas de samba, pois certamente despertaria a vontade/coragem das pessoas de quererem participar, pelo menos uma vez, do espetáculo que é o Carnaval!!

  • Avatar
    22/02/2016 18:52:41Fabio F.MoralesAnônimo

    A idéia sem duvida é excelente,caso a liga ou Sptur não se interessar sugiro as escolas procurarem de maneira individual locais onde possam fazer a exposição,um exemplo poderia ser estacionamento de grandes shoppings.

  • Avatar
    22/02/2016 17:25:37danAnônimo

    Melhor carro do carnaval 2016 foi o carro da Atlantida do Império. Não teve nada igual em acabamento e perfeição. Quanto a ideia da exposição é excelente. É um pecado gastar tanto dinheiro e trabalho para eles ficarem apenas cerca de 20 minutos na avenida.

  • Avatar
    22/02/2016 17:23:22LUIZ ANTONIO ALVESAnônimo

    Principalmente aqui no Rio de Janeiro, que tem a cidade do samba, um espaço ocioso pelo ao menos até o início da confecção de novas alegorias, o espaço utilizado por cada escola poderia ser usado para esse empreendimento. No dia que uma escola fizer isso, certamente será seguida por outras.

  • Avatar
    22/02/2016 16:19:14Sergio LuizAnônimo

    A proposta da professora Maria Aparecida se faz muito interessante sob o ponto de vista cultural.Minha grande dúvida reside nos aspectos de gestão e logística haja vista que os espaços sugeridos são utilizados para alguns outros fins especialmente nos finais de semana.

  • Avatar
    22/02/2016 16:07:25Darli JuniorAnônimo

    A proposta é excelente e era exatamente o que o ex prefeito do RJ César Maia tinha em mente quando com recursos da prefeitura construiu a Cidade do Samba, porém por vaidade e ganância se tornou um dos locais mais inacessíveis aos próprios fluminenses tendo em vista que a transformaram numa casa de shows mensais com espetáculos de samba e acesso totalmente restrito aos barracões. Um gigantesco museu esquecido ou restringido somente à aqueles que possivelmente no futuro possam a vir investir em alguma agremiação.#cidadedosambalivreeacessiv elja

  • Avatar
    22/02/2016 14:58:31LeitorAnônimo

    Três alegorias precisam ser exaltadas nesse Carnaval de São Paulo, elas passariam tranquilamente no Grupo Especial do Rio na Sapucaí: 1. O carro do MOULIN ROUGE DA VAI-VAI, simplesmente MAGNÍFICO, as esculturas das duas moças guardas do Moulin Rouge, esculturas muito bem feitas, o rosto delas intacto, expressão bem feita, muito bem pintado. Na traseira o rosto da alegoria, o rosto da moça maquiada, com a pintura da maquiagem extremamente bem feita, acima o Moinho do Moulin Rouge extremamente bem acabado, costurado etc e tal. Foi sem sombra de dúvidas, a MELHOR alegoria de Renato Lage no Carnaval 2016, a mais bem feita, a mais bem acabada, com direito até o 'palco de dança e sapateado' à la Broadway que o Lage tanto gosta de colocar como já tinha feito no abre alas do Salgueiro em 2014. ... 2. Alegorias: Abre alas da Mocidade Alegre, rico bem feito, bem pensando, bem executado, e era o carro que na concentração todos duvidavam. 3. O Abre alas da Império de Casa Verde, não me agrada muito o conceito estético, mas extremamente bem acabado.

  • Avatar
    22/02/2016 13:30:57Turko LocoMembro SRZD desde 20/02/2014

    Cara Professora Maria Apparecida Boa tarde! Belo texto! Concordo em gênero, número e grau. Como acredito que é inviável montar um museu permanente de alegorias de carnavais, essa sua ideia de utilizar o próprio Anhembi para que quaisquer pessoas possam visitar as alegorias é muito boa!! E seria uma maneira de valorizar o trabalho dos carnavalescos e outros artistas que criam essas belas alegorias!! Realmente é uma pena belos carros alegóricos irem para desmanche. Por exemplo: quem não gostaria de visitar e fotografar os belos tigres da Império de Casa Verde, ou as águias da Nenê de Vila Matilde e Águia de Ouro, ou ainda a Coroa da Vai-Vai? Abraços!!

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.