SRZD


15/03/2016 10h00

'Se chorei ou se sorri...', escreve mestre de bateria ao sair da Pérola Negra
Redação SP

Henrique Sampaio, o mestre Nê, anunciou em sua página pessoal em uma rede social na noite da última segunda-feira, dia 14, que não faz mais parte da escola de samba Pérola Negra.

Nê comandou a bateria da agremiação da Vila Madalena nos desfiles de 2015 e 2016. Na estreia, a batucada faturou os trinta pontos, já que, este ano, os jurados do quesito foram rigorosos e não atribuiram nenhuma nota máxima, aferindo dois 9.9, um 9.8 e um 9.5.

Mestre Nê. Foto: SRZD - Claudio L. Costa

No comunicado, Nê citou trecho de um dos maiores sucessos do cantor Roberto Carlos, extraído da canção "Emoções". Leia na íntegra:

"Em conversa com presidente da escola, o mesmo decidiu que se encerra, durante a sua gestão, um trabalho que começou há dois Carnavais, onde quem esteve envolvido sabe como foi difícil montar uma bateria com as condições que todos nós sabemos.

Mesmo assim, no Carnaval de 2015, com as desconfianças de muitos, conseguimos trazer a tão sonhada nota 30, que não acontecia há anos, e com isso, ajudamos a levar a escola de volta ao Grupo Especial.

Em 2016, não trouxemos a nota 30, e até hoje não sei o porquê. Mas tive o reconhecimento do trabalho através de várias pessoas ligadas ao samba e que falam a verdade. Agradeço a todos os ritmistas que se dedicaram nesse projeto, sem vocês nada teria acontecido, e também aos diretores, amigos e principalmente minha família, que sempre esteve ao meu lado em todos os momentos.

Também a Vila Madalena onde nasci e fui criado, dentro da escola de samba do meu coração. O amor que sinto por esse pavilhão é indescritível! Tudo que fiz foi pensando no pavilhão mas, infelizmente, não foi o suficiente para dar continuidade no trabalho e assim continuo colocando a cabeça no travesseiro e dormindo tranquilo sabendo que fiz o melhor. Se chorei ou se sorri o importante é que emoções eu vivi".

Carnaval 2016

A Pérola Negra apresentou o enredo "Do Canindé ao samba no pé. A Vila Madalena nos passos do balé", do carnavalesco Fábio Borges, e se propôs a contar a história cantada da Vila Madalena, pautada na evolução do próprio bairro e como se deu essa relação com a dança. Um bairro boêmio, musical e naturalmente artístico.

- Clique aqui para relembrar o desfile da Pérola Negra no Carnaval 2016

Ainda na noite de segunda-feira, desta vez através da página oficial da Pérola Negra na mesma rede social, foi anunciado o substituto do carnavalesco Fábio Borges.

- Saiba mais sobre a saída de Fábio Borges

Quem assinará o desfile em 2017 é Anselmo Brito, que desligou-se nos últimos dias da coirmã Camisa Verde e Branco.

- Clique aqui para conhecer o novo carnavalesco da Pérola Negra

Leia também:

- Juninho Branco segue na Vila Madalena

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?


Veja mais sobre:Pérola Negra

Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.