SRZD


28/03/2016 12h51

Sambistas falam sobre importância do movimento a favor da democracia
Luana Freitas

Sambistas se uniram em prol da democracia e farão, nesta segunda-feira, o primeiro ato do movimento "Frente Popular do Samba", no Centro do Rio.

O evento "Sambistas unidos contra o golpe e pela democracia" acontece nesta segunda, no Centro do Teatro do Oprimido, na Rua Mem de Sá, 31, na Lapa.

Importantes nomes do Carnaval já confirmaram presença, como Selminha Sorriso, Cid Carvalho, Teresa Cristina, Noca da Portela, Tantinho da Mangueira, Dorina, Tiãozinho da Mocidade, André Diniz, Celsinho de Andrade, Luiz Fernando Reis, Rachel Valença e Zeni Pamplona.

O SRZD conversou com o carnavalesco Cid Carvalho e a porta-bandeira Selminha Sorriso, que destacaram a importância do ato contra o "golpe" e em prol da democracia.

- Sambistas se unem em prol da democracia e organizam primeiro ato no Centro do Rio

Foto: Reprodução de Internet

"Acho importante dizer que não sou contra impeachment! Sou contra impeachment sem motivos ou provas contra a presidenta!
Impedimento sem crime comprovado é golpe. E isso eu não apoiarei nunca. Quem viveu a ditadura militar, quem foi às ruas por eleições diretas, quem é a favor da democracia não pode apoiar o que a oposição tem trabalhado desde que perdeu nas urnas a eleição para presidente, que é tomar o poder não importando de que maneira", declarou Cid.

Ele ainda ressaltou a importância da iniciativa, que lembra o que o próprio samba passou no início de sua história.

"Se é um movimento que se junta a tantos outros para defender a democracia, os sambistas estão honrando a história do próprio samba, que foi perseguido no início e só sobreviveu graças à luta dos primeiros representantes do gênero."

Selminha falou sobre a liberdade de expressão e a diferença que o povo faz no país.

"Só a liberdade de poder se expressar já é motivo de muita alegria. Não poderíamos falar, muito menos nos reunir em um passado nem tão distante. Hoje temos voz e fazemos diferença na sociedade", disse.

Luiz Fernando Reis e Rachel Valença, blogueiros do SRZD-Carnaval, também comentaram sobre a relevância da iniciativa.

Foto: Reprodução de Internet

Luiz Fernando Reis destacou a necessidade de os sambistas se posicionarem politicamente mais vezes e os ganhos sociais conquistados pelo povo nos últimos anos.

"A iniciativa é inédita e importantíssima. O mundo do samba precisa se posicionar politicamente mais vezes. Nos anos 1980 eu escrevi e desenvolvi enredos críticos e políticos e a proposta era a busca constante pela democracia, pelas garantias individuais, pelas eleições diretas. A minha luta e de tantos companheiros não pode ser em vão. A luta contra a corrupção é uma luta de todos nós e não apenas o que a mídia golpista quer nos ensinar. Para eles uma parcela de nossa população foi para as ruas gritar 'Fora Lula, Fora Dilma e Fora PT'. E como republicano e democrata não posso aceitar isso. Sem crime de responsabilidade não pode haver impeachment. Por isso, não vai ter golpe. Não podemos jogar no lixo tantos ganhos sociais conquistados por nosso povo nas últimas décadas. Não podemos permitir que um golpe político coloque no poder a mesma corja de sempre, os mesmos abutres de sempre. O mundo do samba é contra o golpe. O nosso povo sabe exatamente de que lado estão os que querem o nosso bem e os que nunca quiseram."

"O samba sempre se identificou com as causas populares, porque sambista é povo. O samba adquiriu visibilidade e hoje é vanguarda. Temos responsabilidade social e não podemos nos omitir", declarou Rachel.

Foto: Divulgação

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?

 



Comentários
  • Avatar
    01/04/2016 10:14:18Eduardo WandermuremMembro SRZD desde 12/04/2009

    Toda hora em destaque principal no site o evento em prol a "democracia"... Uma vergonha essa enorme parcialidade desse site, infelizmente deixarei de acompanhar o site e as publicações, pois quem possui opinião divergente, não tem voz, espaço para expor. "ROUBA MAS FAZ NÃO COLA MAIS" , com o rombo nas contas públicas, não iremos mais conseguir pagar os benefícios do bolsa família e muito menos o benefício do FIES... Reforma política já, fim ao foro privilegiado, só no Brasil existe isso, ainda mais para um ex presidente, ele é igual a qualquer cidadão... a cultura colonialista exploradora trazida de Portugal continua. Os que reclamam ao não golpe, reclamam pois estarão perdendo alguma boquinha por ai. As pesquisas recentes apontam a maioria da população reprovando o governo executivo atual, esses movimentos pró governo recebem uma boa verba para sair as ruas, ônibus alugados, etc e tudo isso as nossas custas... Eu no passado também me iludi, infelizmente, me sinto traído e enganado pelo poder atual.

  • Avatar
    30/03/2016 16:54:59SérgioMembro SRZD desde 14/12/2011

    Realmente é um espanto esta ação frente popular do samba. Realmente não há golpe quando tudo é feito dentro dos parâmetros legais e a presidente em suas ações deixou muito a desejar, precisa ser investigada ( foi omissa, usou o cargo para favorecer o Lula entre outras coisas). Os petistas pediram impeachtment de todos os outros presidentes e agora que é com eles é golpe. Não estou torcendo para o impeachment da Dilma tampouco quero que esta corja do PMDB assuma a presidência nem que seja por dois dias. Mas todos aqui deveriam estar fazendo movimento contra corrupção e um fora Cunha. Então vamos parar com esta palhaçada de "NÃO VAI HAVER GOLPE". Vamos direcionar toda força para um fora Cunha e chega de corrupção.

  • Avatar
    28/03/2016 18:36:31Dr Rodrigo SampaioMembro SRZD desde 28/03/2016

    Comparar as perseguições sofridas com sambistas em outrora e formadores de opinião vistos como subversivos com membros criminosos do partido dos trabalhadores é de uma imbecilidade sem precedentes, como tambem ignorar os altos escândalos do governo mais corrupto da história do Brasil.... Gente uma coisa é defender ideologia, outra é defender bandidos.... Uma vergonha essa manifestação movida a mortadela...

  • Avatar
    28/03/2016 18:20:21Oswaldo Fernandes FilhoMembro SRZD desde 09/04/2009

    E a Outra achou que por conta do Carisma iria puxar alguém do mundo do Samba no desvario dela.Adooooron ver Mona NERVOSA, MUITO NERVOSA.

  • Avatar
    28/03/2016 17:21:50Sergio Rodrigues - RJMembro SRZD desde 15/04/2009

    Que ótima iniciativa desses sambistas!! !! Só idiota não percebe que essa história de impedimento é coisa dessas Eduardo Cunha e sua corja! Não há motivos, há sim inconformismo dos derrotados.

  • Avatar
    28/03/2016 17:01:06Rodnei FluvilaMembro SRZD desde 09/01/2013

    Assim como a justiça não pode ser seletiva, a indignação também não pode ser seletiva. Antes de falar que esse impeachment é um golpe, procure se informar sobre o assunto. Pois, se perguntar para essas pessoas o teor das pedaladas fiscais, nem 30% saberá responder!!! É pela falta de esclarecimento, que alguns grupinhos, como este, sai às ruas para defender causas sem amplo conhecimento. Mas... Viva a liberdade de expressão!!!

  • Avatar
    28/03/2016 16:46:30Rodnei FluvilaMembro SRZD desde 09/01/2013

    Não me lembro de ter visto esses bambas, mencionados, fazerem nenhum movimento de insatisfação quando foi descoberta a compra superfaturada da refinaria de Pasadena. Nem com as fugas de recursos públicos para financiar obras em países de políticas ditadoras como: Cuba e Venezuela. Nem com com o envolvimento de petistas com o mensalão. Nem com a máfia petista que acabou com a Petrobras. Nem com as obras superfaturadas da Copa. Nem quando o ministro do STF, Luís Roberto Barroso, mandou soltar todos os presos petistas envolvidos com o mensalão. Nem com os atuais preços dos alimentos, combustíveis e energia elétrica... Ou seja, a indignação é só quando e onde lhes convém.

  • Avatar
    28/03/2016 16:22:01Rodnei FluvilaMembro SRZD desde 09/01/2013

    Vale ressaltar, que esse governo PETISTA é responsável pela indicação de 8 dos 11 ministros do STF. É responsável pela indicação do atual procurador da República. É responsável pela indicação do atual Ministro da Justiça e pelo Secretário Geral da Polícia Federal. Indo mais fundo, lembro que esse governo petista, sempre teve a maioria nas bancadas da Câmara e do Senado, sem contar com o apoio da Máquina Pública. Com toda essa força aliada, agora me vem falar de perseguição e golpe?

  • Avatar
    28/03/2016 16:08:26Rodnei FluvilaMembro SRZD desde 09/01/2013

    Movimento a favor da democracia? Engraçado! não me lembro de ter visto esses sambistas, mencionados, se manifestarem quando o PT pediu os impeachments do: Collor, Itamar, Sarney e FHC. Mas, mesmo assim, vou explicar a esses desinformados, como funciona o processo legal do impeachment. 1º - Deve haver uma denúncia formal e fundamentada. 2º - O presidente da Câmara dos Deputados, pode ou não acolher esta denúncia. 3º Acolhida a denúncia, o STF irá estabelecer as regras do rito do impeachment, (isso já foi feito). 4º - Com as regras estabelecidas, é formada uma comissão, na Câmara dos Deputados, que irá avaliar o conteúdo das provas, ouvir, também, a defesa (em um prazo de 10 sessões), e apresentar um parecer final para todos os deputados federais. Com todas as informações dadas pela relatoria da comissão, é feita uma votação, onde são necessários 342 votos para enviar o pedido de impeachment para o Senado e assim dar seguimento ao processo, ou apenas 172 votos para barrar o pedido. 5º - Caso o pedido de impeachment chegue ao Senado, é feita uma votação e por maioria simples, os senadores poderão aprovar ou não o impeachment da Presidente da República. Ou seja! Caso o processo seja feito desta forma, NÃO SERÁ GOLPE, E SIM, UM PROCESSO LEGAL AMPARADO PELA CONSTITUIÇÃO.

  • Avatar
    28/03/2016 14:15:25Oswaldo Fernandes FilhoMembro SRZD desde 09/04/2009

    Da gosto de ver pessoas com que tenho Empatia defender nossa Democracia. O próximo passo após barrar o Impedimento da Presidenta Dilma e Forçar o Judiciário a investigar todos os Políticos de forma igual, sem favorecer A ou B.

Comentar