SRZD



Ticiana Farinchon

Ticiana Farinchon

SERIADOS DE TV. Formada em Jornalismo pela Facha, cursa pós graduação em Mídias Digitais. Apaixonada por tecnologia e cultura, tem nos seriados de TV seu maior vício, acompanhando em tempo real tudo o que acontece neste fascinante universo.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



28/03/2016 13h43

A vitória do inesperado
Tici Farinchon

Foto: DivulgaçãoEis que chegamos ao fim da competição mais fofa da TV brasileira. O "The Voice Kids" deixa nossas tardes de domingo com a mais pura sensação de dever cumprido. Estrategicamente planejada para ocorrer num domingo de Páscoa, a final do programa teve de tudo: choro, talentos de sobra, música boa e muita, muita fofura.

Reunidas em frente à tv, as famílias tiveram ao seu dispor um repertório recheado de clássicos infantis, interpretados magistralmente pelos três finalistas Pérola Crepaldi, do time Ivete, Rafa Gomes, representante da equipe de Carlinhos Brown, e Wagner Barreto, pelo time de Victor e Leo. Além dos três, pudemos matar também a saudade dos semifinalistas, que nos brindaram com belos números, acompanhados de seus mentores.

As performances deixaram clara a intenção dos produtores musicais: levar ao público um programa leve, de qualidade, onde a disputa fosse apenas uma formalidade. Onde o que importava mesmo era entreter, divertir, se divertir. E nesse clima estavam todos - competidores, músicos, apresentadores e técnicos. Foi nítido pra nós do lado de cá o ar de encantamento que dominava o estúdio - normalmente um ambiente frio, burocrático.

Já, de cara, os três finalistas chegaram com "Carimbador Maluco", de Raul Seixas, eternizado no musical "Plunct Plact Zum", exibido pela Globo nos idos dos anos de 1980. Pronto: estávamos todos convidados para a festa.

O ponto alto da tarde foi, sem dúvida nenhuma, o dueto entre a mascotinha Rafa Gomes e seu técnico Carlinhos Brown. Interpretando "É tão lindo", música eternizada por Simonny e Roberto Carlos, a dupla arrancou lágrimas até dos mais durões, numa performance que sempre será lembrada quando o assunto for "The Voice Kids".

Lágrimas, aliás, que rolaram fartamente durante todo o episódio, em momentos memoráveis como na apresentação de Victor e Léo com seus semifinalistas - e a reverência do caçula a seu irmão. De novo com a dupla, no momento da lição de vida dada por Victor Chaves quando falou sobre sucesso, e, é claro, durante a leitura emocionada da carta escrita por Tiago Leifert para os participantes do programa - e para nós também, por que não - ressaltando a importância da chamada Geração Y para o futuro da humanidade.

Estávamos nós do lado de cá tão imersos no clima de confraternização que acontecia lá do outro lado da telinha que, juro, o momento da revelação do vencedor quase se tornou insignificante diante do todo.

Contudo, estamos falando de uma competição, e toda competição tem seu vencedor. Desta vez, o título foi para Wagner Barreto, que mal ouviu o resultado e correu pra abraçar o seu verdadeiro troféu, o pai, que atônito acompanhava tudo da plateia.

Mas, de verdade, quem ganhou com o "The Voice Kids" fomos nós que acompanhamos a temporada e, sobretudo, esta final.

Curta a página do SRZD no Facebook:


Veja mais sobre:The Voice Kids

Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.