SRZD


28/03/2016 20h13

'Não vai ter golpe': Ato em prol da democracia reúne sambistas no Centro do Rio
Redação SRZD

O primeiro ato da Frente Popular do Samba, grupo formado por sambistas em prol da luta pela democracia, aconteceu na noite desta segunda-feira.

O evento "Sambistas unidos contra o golpe e pela democracia" reuniu importantes nomes do Carnaval, e outros militantes da causa, no Centro do Teatro do Oprimido, na Lapa, nesta segunda-feira. Cerca de 200 pessoas estiveram presentes, conforme os organizadores. 

Alguns sambistas, como Rachel Valença, Cid Carvalho, Luiz Fernando Reis e Noca da Portela, discursaram e arrancaram aplausos dos presentes.

Cid destacou que o ato e seu discurso não são em defesa de um partido, e pediu que o povo não baixe a cabeça.

"O sambista tem carimbado em sua alma exatamente essa simbologia. É uma espécie de tatuagem. Nunca baixar a cabeça, nunca se deixar perseguir, marcar seu território, falar que não vai ter golpe. Não é um discurso político em favor de um partido. Aqui tem verde e rosa, tem vermelho e branco, preto e amarelo, tem todas as escolas desta cidade, porque o samba não é só uma cor, e o discurso do samba não é em favor de um partido, é apenas para defender o que nós conquistamos com muita luta. Abracem cada um a causa, coloquem a cara, se mostrem", disse.

- Sambistas falam sobre importância do movimento a favor da democracia

Foto: Reprodução de Internet

Luiz Fernando Reis, blogueiro do SRZD-Carnaval e ex-carnavalesco, lembrou o golpe de 64. "O que a mídia está fazendo é covardia. Fizeram isso em 64 e querem fazer isso de novo agora".

Paulão Sete Cordas também marcou presença no evento e discursou, ressaltando que "nada tem capacidade maior de mobilizar do que a arte". "A música talvez seja a que tem mais força."

"Eu que participei, lutei, fui preso, fui solto e estou aqui, testemunha ocular da humanidade", destacou Noca da Portela, durante discurso.

Foto: Reprodução de Internet

Grupo divulga manifesto contra 'golpe'

Leia abaixo o manifesto desenvolvido pelo grupo após o primeiro ato, nesta segunda-feira:

SAMBISTAS CONTRA O GOLPE E PELA DEMOCRACIA

Nós, sambistas e militantes da cultura popular, em um momento tão preocupante da vida política de nosso país, evocamos a essência democrática, tão cara ao samba desde os seus primórdios, para nos posicionarmos contra a tentativa de golpe contra uma presidenta eleita legitimamente por 54 milhões de brasileiros e sobre a qual não existe qualquer indício de ter cometido crime de responsabilidade durante o exercício de seu mandato.

As manobras jurídico-midiáticas às quais assistimos diariamente vêm nos causando repulsa e, acima de tudo, preocupação com os destinos de um país que, não faz muito tempo, livrou-se das garras do autoritarismo e que corre o risco de um retrocesso em várias conquistas que as camadas populares conseguiram nos últimos anos.

Vindo do seio do povo mais humilde, o samba cumpre, mais uma vez, o seu papel de cronista e, acima de tudo, contestador de toda sorte de arbítrio e repressão a qual os populares são diariamente acometidos. Não vamos admitir passos atrás nessa longa caminhada que ainda temos pela frente em busca de um Brasil mais justo, plural e igualitário para todas as pessoas, independentemente de classe social, raça, orientação sexual e gênero.

Dizemos não ao golpe e defenderemos, até o fim, a democracia.

Foto: Reprodução de Internet

Foto: Reprodução de Internet

Foto: Reprodução de Internet

Foto: Reprodução de Internet

Foto: Reprodução de Internet

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?

 


Veja mais sobre:ImpeachmentCentro do Rio

Comentários
  • Avatar
    31/03/2016 23:48:07FLUVILAMembro SRZD desde 09/01/2013

    Fui alertado, hoje, por um amigo, que eu havia sido citado em um comentário, neste site. Pois bem! Pensei, de antemão, que se tratasse de alguma questão que pudesse estimular um debate de, no mínimo, bom nível entre pessoas de diferentes visões. Normal!!! Mas, para minha decepção, foi apenas um comentário com um texto cheio de palavras razoáveis, porém, pobre de conteúdo e, principalmente, sem apontar argumentos que dessem sentido às suas críticas. Sendo assim, diante de uma provocação tão INOCENTE, a única coisa que eu poderia dizer, estando no mesmo nível de tal INFANTILIDADE, é: "quem não sabe o que diz" és tu! "Seu cara de tatu". E para não levar mais à frente essa questão, cito o portelense Paulinho da Viola: "Tá legal, eu aceito o argumento...". Tá bom? Só não me encha mais o saco!!!

  • Avatar
    31/03/2016 23:35:21FLUVILAMembro SRZD desde 09/01/2013

    Fui alertado, hoje, por um amigo, que eu havia sido citado em um comentário, neste site. Pois bem! Pensei, de antemão, que se tratasse de alguma questão que pudesse estimular um debate de, no mínimo, bom nível entre pessoas de diferentes visões. Normal!!! Mas, para minha decepção, foi apenas um comentário com um texto cheio de palavras razoáveis, porém, pobre de conteúdo e, principalmente, sem apontar argumentos que dessem sentido às suas críticas. Sendo assim, diante de uma provocação tão INOCENTE, a única coisa que eu poderia dizer, estando no mesmo nível de tal INFANTILIDADE, é: ?quem não sabe o que diz? és tu! ?Seu cara de tatu?. E para não levar mais à frente essa questão, cito o portelense Paulinho da Viola: ?Tá legal, eu aceito o argumento...?. Tá bom? Só não me encha mais o saco!!!

  • Avatar
    30/03/2016 17:02:26Oswaldo Fernandes FilhoMembro SRZD desde 09/04/2009

    Um País onde ainda não se aceitou a Lei Áurea. Deve ser mesmo muito difícil para alguns que aqui apedrejam a nossa Presidenta aceitar a melhoria de Vida dos mais Humildes. E aqui é site de Samba , mas é site de Vida também, e é a Vida de todos que estão em Jogo com este GOLPE.

  • Avatar
    29/03/2016 18:42:42Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Dentre os que aqui estão defendendo o impeachment, todos são proletários e adeptos de agremiações comunitárias, tradicionais e respeitabilíssimas. São portanto, pobres e oprimidos defendendo os interesses políticos dos opressores, funcionando como analfabetos político e ou/inocentes úteis. Agora, um deles chama atenção pelo fato de usar apelido que junta iniciais do clube futebolístico e parte do nome da escola de samba, ambos do coração. Porém, tal inocente útil não sabe que tal clube futebolístico também é o do meu coração. Só que eu tenho consciência que o atual presidente e diretoria se encontram corretamente aliados com um clube rival em prol de mudanças progressistas no futebol carioca, fluminense e brasileiro à medida que ambos clubes estão na linha de frente na Primeira Liga. Já a escola de samba Unidos de Vila Isabel de tal inocente útil deve ser a do elitista e prepotente recém empossado presidente Levi Junior, que apesar de durante dois anos ter sido vice, disse que não quer mais (sic) a agremiação passeando (sic) na Avenida. Não, a agremiação de Noel e de Martinho da Vila. Este, com certeza, conforme eu sou é contra o impeachment. Por fim, parodiando o Poeta da Vila na obra prima-musical intitulada Palpite Infeliz: ´Quem é você, que não sabe o que diz...´. Saudações carnavalescas do portelense, Almir de Macaé.

  • Avatar
    29/03/2016 18:42:42Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    Dentre os que aqui estão defendendo o impeachment, todos são proletários e adeptos de agremiações comunitárias, tradicionais e respeitabilíssimas. São portanto, pobres e oprimidos defendendo os interesses políticos dos opressores, funcionando como analfabetos político e ou/inocentes úteis. Agora, um deles chama atenção pelo fato de usar apelido que junta iniciais do clube futebolístico e parte do nome da escola de samba, ambos do coração. Porém, tal inocente útil não sabe que tal clube futebolístico também é o do meu coração. Só que eu tenho consciência que o atual presidente e diretoria se encontram corretamente aliados com um clube rival em prol de mudanças progressistas no futebol carioca, fluminense e brasileiro à medida que ambos clubes estão na linha de frente na Primeira Liga. Já a escola de samba Unidos de Vila Isabel de tal inocente útil deve ser a do elitista e prepotente recém empossado presidente Levi Junior, que apesar de durante dois anos ter sido vice, disse que não quer mais (sic) a agremiação passeando (sic) na Avenida. Não, a agremiação de Noel e de Martinho da Vila. Este, com certeza, conforme eu sou é contra o impeachment. Por fim, parodiando o Poeta da Vila na obra prima-musical intitulada Palpite Infeliz: ´Quem é você, que não sabe o que diz...´. Saudações carnavalescas do portelense, Almir de Macaé.

  • Avatar
    29/03/2016 15:06:15Oswaldo Fernandes FilhoMembro SRZD desde 09/04/2009

    Engraçado que não ouço o bater de Panelas pelas inúmeras denuncias contra o Candidato do PSDB, e nem contra o Presidente da Câmara dos Deputados. Mas fazer o que? Devem ser Fieis ouvintes da Globosta. Só muito Inocente pra não entender o que está por trás de tudo isso. Uma manobra para a entrega da Petrobrás, Orquestrada por José Serra e a Turma que sempre fez Oposição aos mais carentes e ao País.

  • Avatar
    29/03/2016 14:54:47Oswaldo Fernandes FilhoMembro SRZD desde 09/04/2009

    Golpe sim. Porque desde que foi Reeleita que o Menino Mimado de Minas (Leblon)não aceitando o Resultado das Urnas vem avacalhando com o País , e Junto com o Pilar da honestidade EDUARDO CUNHA não dão um Minuto de Paz e Serenidade necessários para que o País caminhe. E Junto com esta Mídia Golpista e Suja atormentam a nossa Presidenta.

  • Avatar
    29/03/2016 13:50:39RogérioMembro SRZD desde 26/05/2009

    E Não vai ter Golpe mesmo!!! A Impeachment esta dentro da constituição e tudo esta sendo feito dentro dos parametros legais da democracia, Impeachment não é e nunca será golpe.

  • Avatar
    29/03/2016 10:52:38Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    ´O papel dos poetas e artistas inclusos atletas esportivos e sambistas não é com a consciência do politicamente correto. Mas, sim produzir obras de excelência na qualidade, que quando ocorrem entram na História, podendo ou não ajudar a transformá-la´. Do livro Literatura e Revolução, do genial marxista russo Trotsky (1879 a 1940). Outro livro dele (A revolução traída) também tem a ver com a notícia em questão. Isso, porque tendo propugnado corretamente que a revolução proletária tem que ser mundial e permanente, Trotsky anteviu que devido ter-se tornado hegemônico no velho partido comunista, o estalinismo levaria à derrocada da burocratizada União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) consequentemente dos burocratizados estados operários do leste europeu. O que se confirmou nos anos da década de 1990. Depois de atuarmos nas frentes de batalhas que derrubaram a ditadura militar (1964 a 1985) nós marxistas e trotskistas, antes de ajudar a derrotar tal ditadura ajudamos fundar um partido de trabalhadores. No qual a partir do movimento pelo impeachment erguemos a bandeira do Fora Collor junto com eleições gerais. Agora o movimento pró impeachment é impulsionado pela burguesia de direita que não aceita ter perdido o poder para um partido de trabalhadores. Mesmo tal partido tendo se equivocado em aliar-se a partidos burgueses, ter governado muito mais para a burguesia que para o povo pobre e oprimido e como agravante ter-se imiscuído com a corrupção própria do capitalismo. Tudo, para pôr na presidência da República o vice que é do maior partido burguês do Brasil e se aproveitou fingindo-se de ´aliado´ da presidenta contra a qual não há prova de crime de responsabilidade. Contra o movimento pró impeachment! Saudações carnavalescas do portelense, Almir de Macaé.

  • Avatar
    29/03/2016 10:52:37Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    ´O papel dos poetas e artistas inclusos atletas esportivos e sambistas não é com a consciência do politicamente correto. Mas, sim produzir obras de excelência na qualidade, que quando ocorrem entram na História, podendo ou não ajudar a transformá-la´. Do livro Literatura e Revolução, do genial marxista russo Trotsky (1879 a 1940). Outro livro dele (A revolução traída) também tem a ver com a notícia em questão. Isso, porque tendo propugnado corretamente que a revolução proletária tem que ser mundial e permanente, Trotsky anteviu que devido ter-se tornado hegemônico no velho partido comunista, o estalinismo levaria à derrocada da burocratizada União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) consequentemente dos burocratizados estados operários do leste europeu. O que se confirmou nos anos da década de 1990. Depois de atuarmos nas frentes de batalhas que derrubaram a ditadura militar (1964 a 1985) nós marxistas e trotskistas, antes de ajudar a derrotar tal ditadura ajudamos fundar um partido de trabalhadores. No qual a partir do movimento pelo impeachment erguemos a bandeira do Fora Collor junto com eleições gerais. Agora o movimento pró impeachment é impulsionado pela burguesia de direita que não aceita ter perdido o poder para um partido de trabalhadores. Mesmo tal partido tendo se equivocado em aliar-se a partidos burgueses, ter governado muito mais para a burguesia que para o povo pobre e oprimido e como agravante ter-se imiscuído com a corrupção própria do capitalismo. Tudo, para pôr na presidência da República o vice que é do maior partido burguês do Brasil e se aproveitou fingindo-se de ´aliado´ da presidenta contra a qual não há prova de crime de responsabilidade. Contra o movimento pró impeachment! Saudações carnavalescas do portelense, Almir de Macaé.

  • Avatar
    29/03/2016 09:02:33AntonioMembro SRZD desde 28/06/2011

    Na hora de encarar a rede Globo, todos botam galho dentro. Uma pergunta: Quando tiraram o Color não foi Golpe, né? Está na constituição..... Impeachment não é golpe Fora Dilma, fora molusco !!!!

  • Avatar
    28/03/2016 22:51:59Rodrigo PauloMembro SRZD desde 02/10/2012

    Tá na hora de fazer um ato contra a Rede Globo que está querendo diminuir o tempo dos desfiles e o número de alegorias e desfilantes!!Tá na hora dos sambistas tomarem conta do carnaval carioca,FORA CASTANHEIRA,FORA REDE GLOBO!!!

  • Avatar
    28/03/2016 21:32:58FLUVILAMembro SRZD desde 09/01/2013

    Movimento a favor da democracia? Engraçado! não me lembro de ter visto esses sambistas, mencionados, se manifestarem quando o PT pediu os impeachments do: Collor, Itamar, Sarney e FHC. Mas, mesmo assim, vou explicar a esses desinformados, como funciona o processo legal do impeachment. 1º - Deve haver uma denúncia formal e fundamentada. 2º - O presidente da Câmara dos Deputados, pode ou não acolher esta denúncia. 3º Acolhida a denúncia, o STF irá estabelecer as regras do rito do impeachment, (isso já foi feito). 4º - Com as regras estabelecidas, é formada uma comissão, na Câmara dos Deputados, que irá avaliar o conteúdo das provas, ouvir, também, a defesa (em um prazo de 10 sessões), e apresentar um parecer final para todos os deputados federais. Com todas as informações dadas pela relatoria da comissão, é feita uma votação, onde são necessários 342 votos para enviar o pedido de impeachment para o Senado e assim dar seguimento ao processo, ou apenas 172 votos para barrar o pedido. 5º - Caso o pedido de impeachment chegue ao Senado, é feita uma votação e por maioria simples, os senadores poderão aprovar ou não o impeachment da Presidente da República. Ou seja! Caso o processo seja feito desta forma, NÃO SERÁ GOLPE, E SIM, UM PROCESSO LEGAL AMPARADO PELA CONSTITUIÇÃO.

  • Avatar
    28/03/2016 21:32:05FLUVILAMembro SRZD desde 09/01/2013

    Vale ressaltar, que esse governo PETISTA é responsável pela indicação de 8 dos 11 ministros do STF. É responsável pela indicação do atual procurador da República. É responsável pela indicação do atual Ministro da Justiça e pelo Secretário Geral da Polícia Federal. Indo mais fundo, lembro que esse governo petista, sempre teve a maioria nas bancadas da Câmara e do Senado, sem contar com o apoio da Máquina Pública. Com toda essa força aliada, agora me vem falar de perseguição e golpe?

  • Avatar
    28/03/2016 21:31:28FLUVILAMembro SRZD desde 09/01/2013

    Não me lembro de ter visto esses bambas, mencionados, fazerem nenhum movimento de insatisfação quando foi descoberta a compra superfaturada da refinaria de Pasadena. Nem com as fugas de recursos públicos para financiar obras em países de políticas ditadoras como: Cuba e Venezuela. Nem com com o envolvimento de petistas com o mensalão. Nem com a máfia petista que acabou com a Petrobras. Nem com as obras superfaturadas da Copa. Nem quando o ministro do STF, Luís Roberto Barroso, mandou soltar todos os presos petistas envolvidos com o mensalão. Nem com os atuais preços dos alimentos, combustíveis e energia elétrica... Ou seja, a indignação é só quando e onde lhes convém.

Comentar