SRZD



Luiz Fernando Reis

Luiz Fernando Reis

Ex-carnavalesco e responsável por enredos memoráveis. Quem não lembra, por exemplo, do "E por falar em saudade", da Caprichosos de Pilares? Enredo cujo samba dizia: "Tem bumbum de fora pra chuchu, qualquer dia todo mundo nu". Atualmente é comentarista dos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro. É também professor de matemática e concilia o mundo do samba e os números.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



05/04/2016 14h00

Videoblog: Luiz Fernando Reis avalia enredo 'fantástico' sobre Gonzaguinha
Luiz Fernando Reis

Luiz Fernando Reis, videoblogueiro do SRZD-Carnaval, comentou, através de um vídeo ilustrativo, o enredo da Estácio de Sá para o Carnaval 2017.

O tema, uma homenagem a Gonzaguinha, cria do Morro do Estácio, foi anunciado no último domingo.

Luiz julgou que o enredo é "fantástico" e ressaltou que o cantor e compositor é um dos grandes nomes da música brasileira, e suas obras estão vivas até hoje. Segundo ele, o tema é tão bom que pode "sobrar" na Série A.

Assista:

Foto: SRZD / Reprodução de Internet

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?

 



Comentários
  • Avatar
    06/04/2016 00:17:14Ivan Torres JuniorMembro SRZD desde 05/04/2016

    Seu olhar sober o carnaval denota uma serenidade e bom senso sobre um universo sempre em ebulição. Convida a refletir sobre o carnaval carioca conectado a uma realidade sócio-econômica brasileira. É gratificante ouvi-lo. Análises sobre grupo A, especial e enredo 2017 da Estácio de Sá são objetivas e lógicas, porém com dose certa de emoção. Obrigado por te-lo por perto balizando o carnaval de 2017.

  • Avatar
    05/04/2016 17:43:28Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    É acertadíssima enquanto tema de enredo carnavalesco autoral & biográfico, a escolha da direção da escola de samba Estácio de Sá para o Carnaval Carioca 2017 grupo de acesso/Série A de homenagear o saudosíssimo compositor e cantor da Música Popular Brasileira (MPB), Luiz Gonzaga Junior o Gonzaguinha (22/09/1945 a 29/04/1991). A definição do título da homenagem que ocorrerá através de enquetes nas páginas das redes sociais pertencentes à primeira escola de samba do Brasil também foi corretíssima, pois, envolverá a comunidade adepta da MPB, do mundo do samba especialmente da agremiação. Não é modismo pelo fato da campeã 2016, que conquistou o título apesar de ter apresentado desfile para no máximo se sagrar vice, ser useira e vezeira em ser campeã através de enredos desse tipo. Até porque a atual campeã em 1994 foi muito zoada por ter ficado na 11ª colocação, quando apresentou de criação e desenvolvimento do bom carnavalesco Ilvamar Magalhães o enredo ´Atrás da verde-rosa só não vai quem já morreu´ que homenageou os doces bárbaros da MPB os baianos Caetano Veloso, Gilberto Gil, Gal Costa e Maria Bethânia. Já pesquisa que terá como colaborador um dos quatros filhos de Gonzaguinha, Daniel Gonzaga, mais redação da sinopse, criação e desenvolvimento do enredo 2017 da Estácio estará a cargo dos carnavalescos Chico Spinoza e Tarcísio Zanon. De acordo com o regulamento para desfiles carnavalescos, sendo um dos nove quesitos a ser avaliados pelo quadro de julgadores, enredo é o desenvolvimento artístico-cultural de tema, conceito e ou ideia na qual é obrigatório existir equilíbrio desde a concepção até a realização que é a apresentação do desfile oficial em si. Saudações carnavalescas do portelense, Almir de Macaé.

  • Avatar
    05/04/2016 17:43:27Almir da Silva LimaMembro SRZD desde 11/10/2011

    É acertadíssima enquanto tema de enredo carnavalesco autoral & biográfico, a escolha da direção da escola de samba Estácio de Sá para o Carnaval Carioca 2017 grupo de acesso/Série A de homenagear o saudosíssimo compositor e cantor da Música Popular Brasileira (MPB), Luiz Gonzaga Junior o Gonzaguinha (22/09/1945 a 29/04/1991). A definição do título da homenagem que ocorrerá através de enquetes nas páginas das redes sociais pertencentes à primeira escola de samba do Brasil também foi corretíssima, pois, envolverá a comunidade adepta da MPB, do mundo do samba especialmente da agremiação. Não é modismo pelo fato da campeã 2016, que conquistou o título apesar de ter apresentado desfile para no máximo se sagrar vice, ser useira e vezeira em ser campeã através de enredos desse tipo. Até porque a atual campeã em 1994 foi muito zoada por ter ficado na 11ª colocação, quando apresentou de criação e desenvolvimento do bom carnavalesco Ilvamar Magalhães o enredo ´Atrás da verde-rosa só não vai quem já morreu´ que homenageou os doces bárbaros da MPB os baianos Caetano Veloso, Gilberto Gil, Gal Costa e Maria Bethânia. Já pesquisa que terá como colaborador um dos quatros filhos de Gonzaguinha, Daniel Gonzaga, mais redação da sinopse, criação e desenvolvimento do enredo 2017 da Estácio estará a cargo dos carnavalescos Chico Spinoza e Tarcísio Zanon. De acordo com o regulamento para desfiles carnavalescos, sendo um dos nove quesitos a ser avaliados pelo quadro de julgadores, enredo é o desenvolvimento artístico-cultural de tema, conceito e ou ideia na qual é obrigatório existir equilíbrio desde a concepção até a realização que é a apresentação do desfile oficial em si. Saudações carnavalescas do portelense, Almir de Macaé.

Comentar