SRZD



Fábio Batista

Fábio Batista

Passista consagrado no Carnaval do Rio, ele acumula vasta experiência neste segmento. Tem formação em Dança e, atualmente, exerce outras funções: é coreógrafo de alas e comissão de frente, ritmista e diretor de Carnaval. Dirige a Clanm Cia de Dança, que desenvolve pesquisas sobre a cultura afrodescendente.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



12/04/2016 19h15

Videoblog: passistas servem apenas para tapar buraco no desfile?
Redação SRZD

Neste videoblog, o ex-passista e atualmente coreógrafo Fábio Batista levanta importantes questionamentos acerca do papel da ala de passistas em um desfile de escola de samba. Afinal, passistas servem apenas para tapar buracos no desfile? O segmento tem sido respeitado da forma que se deve?

"É importante as escolas reconhecerem o papel de uma ala de passistas na Avenida. Temos muito a contribuir, inclusive tecnicamente, mas em algumas agremiações ainda não há uma aproximação maior, a fim de estabelecer e deixar claro onde pode haver tal contribuição", comenta.

Fábio também pede sensibilidade aos diretores em relação à dinâmica da ala: "O passista samba com um ritmo muito acelerado, o que é característico. Além disso, ele ainda tem que cantar o hino da escola. A questão aí é de limitação física. Por si só, o fato de sambar já dá como missão cumprida. Se o componente vai cantar o samba em alto som ou não, é outra questão a ser cuidada com carinho, pois temos que pensar que sambar por si só já demanda desgaste físico". Confira o vídeo: 

Fábio Batista. Foto: SRZD

- Clique e confira outros videoblogs de Fábio Batista

- Clique aqui e leia tudo sobre o Carnaval carioca

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?



Comentários
Comentar