SRZD



Haroldo Monteiro

Haroldo Monteiro

VAREJO. Formado em Administração de Empresas e Engenharia Econômica pela UERJ. Possui vasta experiência no mercado de varejo tendo atuado como executivo em várias empresas deste setor. MBA em Business Administration pela Ohio University, e sócio da Planning & Management, consultoria especializada em gestão e estudos de tendências econômicas para o varejo. É professor convidado do Coppead, onde ministra Administração Financeira de Curto Prazo.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



14/04/2016 08h53

Dúvidas sobre declaração do Imposto de Renda? Veja dicas!
Haroldo Monteiro

Em época de prestar as contas com o Leão (Imposto de Renda Pessoa Física), fomos bater um papo com o especialista no assunto Willian Fonseca da empresa VMW Serviços Contábeis. Ele nos trouxe algumas dicas bem úteis para elaboração do IR Pessoa Física. Fiquem atentos, pois o governo está em busca de receitas e com certeza não dará nenhuma colher de chá no IR.

SRZD: O leão está mais manso ou mais brabo este ano?

Willian: A cada ano mais brabo.

SRZD: Por quê?

Willian: O governo está fechando o cerco cada vez mais para combater a sonegação e consequentemente aumentar a arrecadação. A grande novidade para 2016 é a obrigatoriedade do CPF para dependentes ou alimentandos a partir de 14 anos e para os profissionais liberais, que terão que identificar os clientes pessoas físicas, as quais prestaram serviços, tais como médicos, dentistas, advogados, etc.

SRZD: Dê dicas de quais os cuidados que o trabalhador deve ter para não cair na malha fina.

Willian: Preencher com atenção, transportar todos os valores recebidos e pagos de acordo com a documentação idônea e guardá-los por 5 anos.

SRZD: Se cair na malha fina, como proceder para resolver sua situação?

Willian: Verificar se preencheu de forma correta ou se deixou de informar algo que a Receita Federal rastreou. Normalmente, a Receita Federal já identifica a inconsistência e sugere ao contribuinte que faça uma declaração retificadora. Caso as divergências não forem consistentes com a sua documentação, o contribuinte deverá comparecer a uma unidade para comprovar que preencheu de forma correta.

SRZD: Agora dê dicas de como pagar menos IR (resposta para o trabalhador e para o profissional liberal).

Willian: O contribuinte deverá avaliar qual a opção melhor da declaração, se é o modelo completo ou o simplificado. O completo poderá utilizar todas as despesas dedutíveis e legais dentro dos seus limites e guardar a documentação por 5 anos. Já na simplificada, para quem tem poucas despesas, poderá utilizar um desconto padrão de 20% limitado a R$ 16.754,34. As opções servem para ambos os casos, tanto para o trabalhador como para os profissionais liberais.

SRZD: E quanto ao prazo de entrega?

Willian: Não deixe para o último dia (29/04). Junte todos os documentos com antecedência, preencha com calma e, quanto mais cedo enviar, no caso de restituição, receberá mais rápido.

Foto: Reprodução de Internet

Curta a página do SRZD no Facebook:


Veja mais sobre:Imposto de Rendaeconomia

Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.