SRZD



Hélio Rodrigues

Hélio Rodrigues

LUTAS. Jornalista, foi repórter de MMA do portal SRZD. Já cobriu diversos UFCs, além de importantes eventos do cenário nacional, como o Shooto e o Bitetti Combat.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



19/04/2016 21h50

Com três disputas de cinturão, WGP anuncia edição especial
Hélio Rodrigues

O WGP Kickboxing anunciou mais um evento especial para os fãs da luta em pé. A edição de número 30 acontece no dia 7 de maio, na cidade de São Bernardo do Campo, em São Paulo. Na luta principal do evento, o campeão Alex "Poatan" Pereira encara Junior Alpha pelo cinturão da divisão dos cruzadores (até 85kg) da organização e Thiago Michel defende o título da divisão super-médio (até 78kg) diante de Diego ?Gaúcho?. Além disso, Tadeu San Martino e o argentino Nicolas Ryske disputam o cinturão pan-americano da WAKO pela categoria dos médios (até 75kg).

Atual campeão dos cruzadores, Alex Pereira é considerado um dos melhores kickboxers do país, acumulando os títulos de campeão pan-americano pela WAKO e campeão brasileiro pela CBKB. Aos 28 anos, o atleta possui 12 lutas pelo WGP Kickboxing e vem em uma fase espetacular, acumulando quatro vitórias consecutivas, sendo a última delas a conquista do cinturão da categoria diante de Cesinha Almeida, na edição 25, por decisão unânime. Cesinha, inclusive, havia sido o último algoz de Alex, em uma luta disputadíssima em que derrotou o atual campeão por decisão unânime no WGP #17. Oponente de "Poatan", Junior Alpha se credenciou à disputa após vencer o Challenger GP da categoria, na edição 26, superando Ariel Machado e Rafael ?Kratos?, ambos por decisão. Aos 27 anos, Junior volta a suas origens na trocação, após passagem recente pelo UFC. No kickboxing, o baiano soma sete vitórias e apenas uma derrota na carreira profissional.

Na co-luta principal, o mineiro Thiago Michel defende seu cinturão pela segunda vez. Aos 31 anos, o atleta é um dos mais experientes do card, com um total de 44 lutas na carreira, sendo 41 vitórias e apenas três derrotas. Atual campeão pan-americano pela WAKO e uma referência na modalidade, Thiago vem de vitória na luta principal do WGP #27, quando bateu Fernando Nonato por decisão unânime dos juízes. Seu adversário é o atleta de Bragança Paulista Diego ?Gaúcho?, que venceu o Challenger GP da categoria também na edição 27, ao bater Jorge Daniel e Ruan Ferreira, ambos por nocaute, se credenciando assim à disputa de cinturão. Aos 29 anos, o lutador também possui extenso cartel, com 46 vitórias e oito derrotas, sendo 27 por nocaute ou nocaute técnico.


Disputa de cinturão pan-americano e retorno de Micheletti também são destaques

Se não bastassem os dois combates pelo cinturão do WGP Kickboxing, a organização também promove uma terceira disputa, valendo o título pan-americano da WAKO entre o brasileiro Tadeu San Martino e o argentino Nicolas Ryske.

Aos 40 anos, o veterano San Martino vai para seu nono duelo no WGP e soma vitórias sobre nomes importantes como Wallace Lopes e David Silveira, que se enfrentaram na última edição do evento. Com um total de 36 vitórias na carreira, San Martino vem de dois triunfos por nocaute no WGP, sobre Albaro Gonzalez e Iote Tiberiu. Seu adversário é o argentino Nicolas Ryske que faz sua estreia na organização, mas é dono de uma vasta carreira no kickboxing, com 43 vitórias e títulos mundiais conquistados. Aos 35 anos, Nicolas faz um duelo repleto de experiência com Tadeu.

O card do WGP #30 conta ainda com outros atletas de renome. Das lutas já confirmadas pela organização, o destaque vai para o sorocabano Felipe Micheletti, que enfrenta Haime Morais, e para Bruno Gazani que retorna para enfrentar o argentino Emanuel Ramponi pela divisão dos meio-médios (até 71,8kg). Gazani vem de derrota para o campeão Ravy Brunow por decisão unânime no WGP #28, interrompendo uma sequência de sete vitórias consecutivas na organização. 


Veja mais sobre:MMA

Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.