SRZD


07/05/2016 02h00

O reencontro do sabiá com a rosa...
Redação SP

Emoção.

Esta palavra define a noite do samba paulistano na última sexta-feira, dia 6 de maio, quando a Sociedade Rosas de Ouro promoveu seu primeiro grande evento rumo ao desfile de 2017.

- Vídeo: assista aos melhores momentos da festa 

Realizado em sua sede social, no bairro da Freguesia do Ó, o encontro reuniu comunidade, componentes de diversas coirmãs, dirigentes, autoridades e imprensa, que conheceram o time da agremiação para a disputa do Grupo Especial no próximo ano.

A ansiedade que tomava conta da quadra era, inegavelmente, para finalmente descobrir quem seria a nova voz oficial da azul e rosa. Sentimento que só foi saciado nos primeiros minutos do sábado.

Antes dos anúncios, expectativa e agradecimentos

Agradecimentos e a presença dos integrantes das diferentes alas formaram o cenário do início da festa, por volta das 23h30. Festa que começou com pedido de casamento de um fã da Roseira para sua noiva e o prestígio de Ernesto Teixeira, intérprete oficial da Gaviões da Fiel no palco.

Carnavalesco André Machado foi apresentado oficialmente

Mesmo tendo iniciado o trabalho há algumas semanas, André Machado teve seu primeiro contato com todos os setores da agremiação no evento.

Apresentação André Machado. Foto: Fausto Império

Vindo da X-9 Paulistana, substituindo André Cezari, que ficou por apenas uma temporada na Roseira, Machado foi o primeiro a subir ao palco e tomar a palavra.

"Eu sinto que essa comunidade é apaixonada pela escola. E eu sinto que faremos um grande Carnaval. Não sei se seremos campeões, mas tenho a certeza que faremos uma linda história, que começa agora", disse sob aplausos.

Com 41 anos de idade, ele começou sua carreira aos 19, no Rio de Janeiro. Considerado como um dos melhores no segmento, André desenvolveu, por seis anos, projetos na Pérola Negra, pavilhão com o qual ganhou grande identificação.

Ele ainda traz em seu currículo passagens pela Império de Casa Verde, Nenê de Vila Matilde e Imperador do Ipiranga.

Mudança também no comando da comissão de frente

O carnavalesco André Cezari e Renee Rodrigues, coreógrafo da comissão de frente em 2016, ficaram por apenas um ano nas respectivas funções.

Embora não tenha sido comunicado oficialmente o desligamento de Renee, um novo profissional chega para assumir o setor.

Assim como André Machado, o agora responsável pela comissão de frente da Rosas de Ouro possui profundas ligações com a coirmã Pérola Negra.

Oyama Queiroz, que deixou a "Joia Rara" após oito temporadas, e é reconhecido e premiado profissional do setor, foi bastante prestigiado ao ser anunciado.

Seguem mestre de bateria e primeiro casal

Na sequência, sob o comando da presidente Angelina Basílio, mestre Rafa e o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Marquinhos e Isabel, foram confirmados por mais um ano.

Rafa estará pelo terceiro ano à frente de seus ritmistas, e a dupla que conduz o pavilhão principal defenderá o símbolo maior da entidade pela segunda vez.

Ponto alto da noite: O retorno de Royce do Cavaco após 22 anos

A expectativa que dominava as dependências da quadra da Rosas de Ouro era, sem dúvida, para o nome do novo intérprete, expectativa e ansiedade que agitou o universo do samba desde a saída de Darlan Alves, que exerceu a função por mais de uma década.

E a aposta de grande parte daqueles que seguem a folia na cidade, foi confirmada. Após mais de duas décadas, Royce do Cavaco voltou, em grande estilo, nos braços da comunidade azul e rosa.

- Assista entrevista exclusiva com Royce do Cavaco

- Royce do Cavaco relembra sambas marcantes da Rosas de Ouro

O carinho e a euforia com o anúncio são justificáveis. Foi sob o canto de Royce que a escola conquistou seis dos sete campeonatos que ostenta em sua sala de troféus. Foi sob seu canto que a "Roseira" proporcionou grandes momentos para o Carnaval de São Paulo, com hinos inesquecíveis, destacadamente em 1992, com o enredo "Non Ducor Duco, qual é a minha cara?", um clássico que caiu no gosto popular e garantiu um inesquecível tricampeonato.

Vindo do fundo da quadra, recebendo o axé da ala das baianas, assim que pisou no terreiro empunhando um microfone sem fio, foi ovacionado, e não foram poucos aqueles que deixaram uma lágrima cair ao ver um de seus filhos mais ilustres voltar para casa.

Com uma trajetória repleta de premiações, conquistas e canções de sucesso em sua carreira solo, onde gravou dez discos e se tornou um dos sambistas de maior destaque na década de 90, Royce atua como intérprete de samba-enredo há mais de 30 anos, passando pelas coirmãs X-9 Paulistana, Tom Maior, Águia de Ouro e Nenê de Vila Matilde.

Em 2016, foi enredo da Flor de Vila Dalila com o tema "Da magia da Avenida, aos palcos da vida".

Para esquentar a madrugada fria na capital paulista, show da "Bateria com Identidade", de mestre Rafa, agora ao som de seu novo capitão.

A festa se estendeu noite adentro, com hinos, sambas históricos e um sentimento de felicidade misturado com a sensação de duas partes que voltaram a se encontrar.

Relembre o Carnaval 2016

"A arte à flor da pele. Minha história vai marcar você" foi o enredo que a Rosas de Ouro levou para a Avenida este ano, contando a história da tatuagem e ficando com a décima primeira colocação do Grupo Especial paulistano.

- Relembre o desfile da Sociedade Rosas de Ouro

Leia mais sobre a Sociedade Rosas de Ouro:

- Darlan Alves não é mais o intérprete oficial da Rosas

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?


Veja mais sobre:Rosas de Ouro

Comentários
  • Avatar
    09/05/2016 10:19:55José MarinhoAnônimo

    E o enredo??

  • Avatar
    07/05/2016 14:37:02CarlosAnônimo

    Melhor notícia relacionada a rosas de ouro

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.