SRZD


05/05/2016 20h44

Brasileiros classificados na Libertadores têm técnicos e atacantes estrangeiros
Redação SRZD

Dos cinco clubes classificados, apenas Atlético-MG e São Paulo permanecem vivos na Copa Libertadores.

E, pelo chaveamento da competição, os dois times se enfrentam na nova fase eliminatória.

Duas características unem Tricolor e Galo. Ambos possuem técnicos estrangeiros, experientes na competição, e também centroavantes argentinos.

Lucas Pratto comemora gol contra o São Paulo. Foto: Reprodução Internet

Do lado mineiro, o técnico Diego Aguirre já é rodado na competição. O uruguaio foi finalista com o Peñarol, em 2011, e chegou às semifinais com o Internacional no ano passado.

O camisa 9, Lucas Pratto, é um dos principais nomes do Atlético. Comandante do ataque, o argentino foi decisivo para a classificação atleticana, ao marcar um gol e dar um passe na vitória contra o Racing.

Já o São Paulo conta com Guilherme "Patón" Bauza em seu banco de reservas. O argentino venceu a Libertadores em duas oportunidades: com a LDU, do Equador, em 2008, e em 2014, com o San Lorenzo.

Camisa 12, mas principal atacante da equipe do Morumbi, o argentino Jonathan Calleri é o artilheiro da competição, com oito gols marcados.

Eliminados

Corinthians e Grêmio não passaram das oitavas de final da Libertadores.

O time paulista empatou com o Nacional (URU) em 2 a 2, em jogo na Arena Corinthians, resultado que não foi suficiente para alcançar a vaga. É a quinta eliminação seguida em jogos de mata-mata.

Já o Grêmio foi derrotado pelo Rosário Central por 3 a 0. A equipe gaúcha perdeu as duas partidas para os argentinos.


Veja mais sobre:LibertadoresFutebol

Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.