SRZD


09/07/2016 02h48

Saboreie! Rosas de Ouro apresenta enredo 2017
Redação SP

O décimo terceiro, dos 14 enredos do Grupo Especial do Carnaval de 2017, foi conhecido na sexta-feira, dia 8, em evento promovido pela Sociedade Rosas de Ouro, em sua sede social no bairro da Freguesia do Ó, Zona Norte da capital paulista.

- Clique aqui para assistir ao vídeo do lançamento do enredo 2017

- Leia a sinopse

- Clique aqui para ver a galeria de fotos completa

A agremiação sete vezes campeã em São Paulo vai apresentar no Sambódromo do Anhembi o tema: "Convivium. Sente-se à mesa e saboreie ", propondo um passeio pelos grandes banquetes da história da humanidade, desde o Egito aos dias atuais.

Foto: Claudio L. Costa

A comunidade azul e rosa começou a chegar por volta das 22h. Decorada especialmente para a ocasião, a sede, localizada na Zona Norte, contou com o prestígio de sambistas e dirigentes de diferentes coirmãs.

O clima começou a esquentar com os primeiros acordes da "Bateria com Identidade", de mestre Rafa e seus ritmistas. A presidente Angelina Basílio subiu ao palco e deu as boas-vindas aos visitantes e parceiros comerciais.

Lançamento do enredo 2017 da Sociedade Rosas de Ouro. Foto: SRZD - Cláudio L. Costa

Na sequência, a ala musical comandada por Royce do Cavaco embalou o público. A emoção tomou conta dos presentes que puderam relembrar hinos que embalaram grandes Carnavais da Roseira. Destaque para o retorno de Benson, que após dois anos defendendo a X-9 Paulistana, reforçará o time de canto em que já havia atuado em 2013 e 2014.

Velha Guarda, baianas, quadro de casais, ala show e o grupo Renovação tomaram conta do terreiro antes do momento mais aguardado da noite. 

Lançamento do enredo 2017 da Sociedade Rosas de Ouro. Foto: SRZD - Cláudio L. Costa

Já era início da madrugada de sábado quando começou efetivamente a apresentação do enredo 2017. Antes do anúncio, porém, o samba deu lugar ao teatro, e numa representação cênica, exibição de grupos de dança e dezenas de personagens, todos interpretados por componentes da própria Rosas de Ouro.

Divididas em atos, as encenações que se seguiram conduziram ao centro da quadra grupos devidamente trajados, acompanhados por trilhas específicas remetendo às diferentes épocas e abordagens do tema.

Lançamento do enredo 2017 da Sociedade Rosas de Ouro. Foto: SRZD - Cláudio L. Costa

Lançamento do enredo 2017 da Sociedade Rosas de Ouro. Foto: SRZD - Cláudio L. Costa

O leitor do SRZD Wilton Antero, que participou de promoção do portal em parceria com a escola, ganhou um par de ingressos para acompanhar de perto a festa, e faturou os convites ao mandar a seguinte mensagem:  

"Que rufem os tambores para o início da maior volta por cima da história do Carnaval de SP". 

Certamente, ele se refere ao resultado obtido pela Roseira no desfile deste ano: um amargo décimo primeiro lugar, o pior resultado da entidade desde que chegou na divisão de elite do Carnaval de São Paulo, em 1975, com o tema: "A rua". 

Mudanças para "dar a volta por cima"

E para tentar dar essa volta por cima que sugere o leitor, a diretoria decidiu mudar.

Três setores fundamentais para o concurso foram alvo de modificações importantes, projetando um novo momento, buscando virar a página do Carnaval que passou.

Renne Rodrigues, coreógrafo da comissão de frente, Darlan Alves, intérprete oficial, e o carnavalesco André Cezari não tiveram seus vínculos renovados. Substituindo esses profissionais, chegaram Oyama Queiroz, Royce do Cavaco e André Machado.

Oyama Queiroz, que deixou a Pérola Negra após oito temporadas, é reconhecido e premiado profissional do setor. Para o comando do carro de som, Royce do Cavaco, ícone no segmento que voltou para a escola que o projetou no Carnaval, após mais de duas décadas de ausência.

- Assista entrevista exclusiva com Royce do Cavaco

- Royce do Cavaco relembra sambas marcantes da Rosas de Ouro

- Rosas de Ouro ganha mais um reforço para integrar seu time de canto

Foi sob seu canto que a agremiação proporcionou grandes momentos na folia em São Paulo, com hinos inesquecíveis, destacadamente o de 1992, com o enredo "Non Ducor Duco, qual é a minha cara?", um clássico que caiu no gosto popular e garantiu um inesquecível tricampeonato.

E finalmente, o carnavalesco André Machado, carioca, 41 anos de idade. O artista desenvolveu, por seis anos, projetos na Pérola Negra, pavilhão com o qual ganhou notável identificação. Ele ainda traz em seu currículo passagens pela Império de Casa Verde, Nenê de Vila Matilde e Imperador do Ipiranga, e agora é dele a missão de desenvolver o projeto 2017 da Rosas de Ouro. Sobre esse desafio, ele falou:

"Quero agradecer a comunidade, que preparou essa festa, e todos nós estamos satisfeitos com essa disponibilidade, com essa dedicação, de cada um de vocês. Este enredo tem tudo para se transformar num grande desfile", disse Machado.

Lançamento do enredo 2017 da Sociedade Rosas de Ouro. Foto: SRZD - Cláudio L. Costa

Relembre o Carnaval 2016

"A arte à flor da pele. Minha história vai marcar você" foi o enredo que a Sociedade Rosas de Ouro levou para a Avenida este ano, contando a história da tatuagem, e ficando com a décima primeira colocação do Grupo Especial paulistano.

- Relembre o desfile da Sociedade Rosas de Ouro 

Apoio Cultural:

 

 

 

 

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?


Veja mais sobre:Rosas de Ouro

Comentários
  • Avatar
    12/07/2016 16:00:36Opinião do LeitorAnônimo

    Me lembra o enredo do pão, que foi um desfile fascinante em 2002. Acho que muita gente pelo horário de fechar o Carnaval, esperava "Mar de Rosas" de 2005, mas a Angelina fez bem de não reeditar Mar de Rosas, pois se o fizesse: 1. Poderia tirar outro resultado não satisfatório. 2. Porque talvez a magia de Mar de Rosas foi uma coisa única daquele momento, daquele desfiles, talvez uma reedição de Mar de Rosas mesmo de manhã poderia ter até mais beleza, mas não tivesse a magia que teve aquele manhã de 2005.

  • Avatar
    11/07/2016 09:45:36GabrielAnônimo

    Boa Roseira!! MENOS É MAIS, enredo simples e original.. André Machado irá desenhar uma linda história a ser contada na avenida, não tenho dúvidas. Agora quero deixar uma crítica ou quem sabe uma dica aqui, eu estava na quadra na sexta-feira e ficou nítida a falta de entrosamento da Ala Musical, sei que é tudo muito novo, mais ficou evidente que não tiveram a moral de ensaiar para a festa. Alô Royce, Tuca Maia e Cia Ltda. todos muito competentes, vamos melhorar isso aí. Valeu!!!

  • Avatar
    10/07/2016 01:39:54NatodeSampaAnônimo

    O tema me fez lembrar o enredo da X9 em 2004: Se vens à minha casa com Deus no coração, senta-te à mesa e come do meu pão"!Sucesso Roseira!

  • Avatar
    09/07/2016 16:37:49Lucas SilvaAnônimo

    Original e simples... rende um bom desfile.

  • Avatar
    09/07/2016 14:57:05sonia mariaMembro SRZD desde 26/10/2014

    Enredo criativo,mas não é incrível.Tatuagem tbem era criativo e não souberam aproveitar. Tomara que estejam mais inspirados dessa vez,pq pode render coisas bacanas.

  • Avatar
    09/07/2016 14:56:24O LEITORAnônimo

    Nossa vocês viram a graça passou e ninguém pegou, igual sua piada leitor sem noção

  • Avatar
    09/07/2016 13:41:05Leitor - O VerdadeiroAnônimo

    Vixi...como o preço do feijão, tá dificil

  • Avatar
    09/07/2016 13:07:11David AlcantaraAnônimo

    Não existe lugar melhor para se conviver do que a mesa, espero que este ano rosas de ouro volte a ser rosas de ouro, já vimos uma grande agremiação ficar em 11 e legar o carnaval no ano seguinte, consagrar campeã parabéns pela escolha.

  • Avatar
    09/07/2016 09:00:50WilliamAnônimo

    A demora em divulgar não significa que o desenvolvimento esteja atraso, pode ser que esteja mais adiantado que muita agremiação que já divulgou. Eu gostei do tema achei um tema muito original.

  • Avatar
    09/07/2016 06:53:37Alexandre RoniMembro SRZD desde 23/01/2013

    Adorei. Mas, que demora foi essa para anunciar?? Espero que não façam nada às pressas para o desfile, pois a ideia é boa. Criatividade não vai faltar no desenvolvimento do enredo. Boa sorte rosas.

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.