SRZD


10/07/2016 03h23

Nenê lança oficialmente enredo sobre Curitiba
Redação SP

Na noite do último sábado, dia 9, a escola de samba Nenê de Vila Matilde promoveu evento em sua sede social na Zona Leste da cidade marcando o lançamento oficial do enredo para o Carnaval de 2017.

Conforme o SRZD anunciou em primeira mão, no mês de abril, a azul e branca aposta na capital do estado do Paraná, Curitiba, como tema de seu desfile pelo Grupo Especial paulistano.

"Core e tuba. A ópera de todos os povos, terra de todas as gentes, Curitiba de todos os sonhos" é o título escolhido para a apresentação que terá o desenvolvimento de seu novo carnavalesco, Alex Fão, que foi enfático ao comentar sobre a concepção do desfile: "Não há problema no tipo de enredo. Existe sim, tema bem ou mal feito".

Lançamento do enredo 2017 da Nenê de Vila Matilde. Foto: SRZD - Rodrigo Di Mase

O público, que compareceu em grande número na quadra matildense, caiu no samba ao som da bateria de mestre Markão e time de canto comandado por Agnaldo Amaral, já por volta das 23h30.

Hinos e clássicos do repertório da agremiação marcaram a abertura da festa que contou com os olhares atentos de sua tradicional Velha Guarda, elegantemente trajada para a ocasião, passistas e casais de mestre-sala e porta-bandeira, com destaque para Jefferson Gomes e Janny Moreno, guardiões do primeiro pavilhão, e que deram um show de dança e elegância.

Lançamento do enredo 2017 da Nenê de Vila Matilde. Foto: SRZD - Rodrigo Di Mase

Antes da apresentação do título do enredo e da encenação especialmente preparada, o presidente Rinaldo Andrade, o Mantega, chamou ao palco integrantes dos mais diferentes segmentos, nomeados como componentes da direção de Carnaval da escola.

Mantega fez agradecimentos e pregou a união de todos os envolvidos com o projeto da azul e branca, não só dentro do concurso, mas também nas relações internas repetindo por algumas vezes a expressão: "Juntos somos mais fortes".

Em seguida foram ao palco representantes do município paranaense, que contou com uma comitiva formada por autoridades e parceiros comerciais prestigiando o lançamento. Destaque para a palavra do secretário municipal de cultura, Marcos Cordiolli, que não escondeu a empolgação com a homenagem.

Lançamento do enredo 2017 da Nenê de Vila Matilde. Foto: SRZD - Rodrigo Di Mase

Já na madrugada deste domingo, aconteceu a encenação do tema, que contou com palco temático, iluminação, telão, efeitos de fumaça e sons, guiando os atores que representaram a história curitibana desde os seus primeiros anos, passando pela sua cultura, seu povo e suas vocações regionais.

Veja algumas fotos da apresentação

Lançamento do enredo 2017 da Nenê de Vila Matilde. Foto: SRZD - Rodrigo Di Mase

Lançamento do enredo 2017 da Nenê de Vila Matilde. Foto: SRZD - Rodrigo Di Mase

Lançamento do enredo 2017 da Nenê de Vila Matilde. Foto: SRZD - Rodrigo Di Mase

Lançamento do enredo 2017 da Nenê de Vila Matilde. Foto: SRZD - Rodrigo Di Mase

Saiba mais sobre a cidade de Curitiba 

Curitiba possui ótimos índices de educação nos mais diferentes níveis de ensino: registra a menor taxa de analfabetismo e o primeiro lugar em qualidade na educação básica na comparação com as demais capitais brasileiras.

A cidade foi apontada como a 49ª com maior influência global. É reconhecida por ser ambientalmente sustentável e uma das "cidades criativas" do Brasil, ao lado de Florianópolis, em Santa Catarina.

Curitiba. Foto: Divulgação

Curitiba também foi citada, em uma recente pesquisa publicada pela revista "Forbes", como a terceira cidade mais sagaz do mundo, que considera inteligente a cidade que se preocupa, de forma conjunta, em ser ecologicamente sustentável, com boa qualidade de vida, infraestrutura e dinamismo econômico.

Possui 323 anos de história e quase dois milhões de habitantes. Atualmente é administrada pelo prefeito Gustavo Fruet, do Partido Democrático Trabalhista.

Curitiba. Foto: Divulgação

Com o enredo "Nenê apresenta seu musical: Rainha Raia nas asas do Carnaval", a azul e branca ficou com a nona colocação do Grupo Especial paulistano em 2016. 

- Veja a cobertura completa do Carnaval 2016

Leia também:

- Saiba tudo sobre o processo eleitoral na Nenê de Vila Matilde

- Leia entrevista com o primeiro mestre-sala da Nenê de Vila Matilde

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?


Veja mais sobre:Nenê de Vila Matilde

Comentários
  • Avatar
    17/08/2016 19:32:32KleberAnônimo

    É uma aposta que já deu samba esse ano vamos chegar no desfile das campeãs

  • Avatar
    08/08/2016 19:06:50rpercusAnônimo

    Falei que daria samba ............ heheheehhe ...... olhem la

  • Avatar
    23/07/2016 13:49:33LilikaAnônimo

    Meus Deuses... Tá com saudade dos velhos tempos então vai morar no Cemitério 4ª Parada meu filho... O Diretor de carnaval como bem disse o 1º Mestre Sala Jefferson Gomes Pinheiro se chama RICARDO FERVORINI , antes de ficar postando bobagens leia e entenda o q esta lendo... A comunidade hj é outra e estamos muito bem amparados pelos q lá comandam hj... "ACEITA Q DÓI MENOS"

  • Avatar
    12/07/2016 19:47:36rpercusAnônimo

    Um pedaço da história de Curitiba Era uma região de floresta exuberante onde reinavam as araucárias. Os nativos tupi-guaranis, que a habitavam região, referiam-se a ela como Curii Tiba, que pode ser traduzido como pinheiral. No início da Era Cristã, o Planalto Curitibano era habitado por povos ceramistas de tradição Itararé. Casas subterrâneas, encontradas em sítios arqueológicos nos arredores de Curitiba, mostram a adaptação dos nativos às condições adversas do clima, como os ventos frios. Por época da chegada dos portugueses ao Brasil, o Planalto Curitibano era ocupado por grupos das famílias linguísticas Jê e Tupi-Guarani. As primeiras décadas do século 16 marcaram o início de uma guerra de conquista dos europeus contra os povos indígenas que habitavam os planaltos do Sul e Sudeste do Brasil. Eram expedições portuguesas e espanholas em busca de metais e pedras preciosas e índios para escravizar. Existem relatos de que os campos de Curitiba foram descobertos pela expedição de Pero Lobo, em 1531. Essa expedição bandeirante partiu de Cananéia em busca de ouro e prata na região dos Incas, seguindo uma trilha indígena que passava pelos arredores da atual cidade de Ponta Grossa. A expedição acabou sendo dizimada pelos índios guaranis, nas proximidades de Foz do Iguaçu, durante a travessia do rio Paraná. Em meados do século 16, surgiram as primeiras informações da existência de minas de ouro nos campos de Curitiba, atraindo os primeiros garimpeiros para a região. Em 1649, Ébano Pereira, capitão das canoas de guerra da Costa do Sul, comandou uma expedição exploratória para subir os rios e atingir o planalto em busca de ouro. Para isso, recrutou pessoal na Vila de Nossa Senhora do Rosário de Paranaguá. Estabeleceram-se, inicialmente, na margem esquerda do rio Atuba, entre os atuais bairros de Vila Perneta e Bairro Alto. Posteriormente, mudaram-se para um local às margens do rio Ivo, atual centro de Curitiba.Em 1668, foi autorizada a instalação do pelour

  • Avatar
    12/07/2016 19:45:30rpercusAnônimo

    O que é engraçado que se é qualquer outra escola que tivesse o enredo falando de Curitiba, ninguem falaria nada mas como é a Nene aparece varios torce contra.... a escola não tem nem o samba e tem gente falando que vai cair........ não compara a Nene com outras agremiações pois cada uma tem suas particularidades..... se vcs não lembram a escola campeã desse ano ficou em 9º no ano passado ......... agora é outro enredo, outro ano, outros sambas..Ah! e os jurados não tem que gostar ou não de enredo "CEP" pois eles estão la para analisar o desenvolvimento da escola na avenida ..... e sobre o carnavalesco, não enteressa se ele fez ou não na outra o que importa é o que ele esta fazendo e fará na minha Um pedaço da história de Curitiba Era uma região de floresta exuberante onde reinavam as araucárias. Os nativos tupi-guaranis, que a habitavam região, referiam-se a ela como Curii Tiba, que pode ser traduzido como pinheiral. No início da Era Cristã, o Planalto Curitibano era habitado por povos ceramistas de tradição Itararé. Casas subterrâneas, encontradas em sítios arqueológicos nos arredores de Curitiba, mostram a adaptação dos nativos às condições adversas do clima, como os ventos frios. Por época da chegada dos portugueses ao Brasil, o Planalto Curitibano era ocupado por grupos das famílias linguísticas Jê e Tupi-Guarani. As primeiras décadas do século 16 marcaram o início de uma guerra de conquista dos europeus contra os povos indígenas que habitavam os planaltos do Sul e Sudeste do Brasil. Eram expedições portuguesas e espanholas em busca de metais e pedras preciosas e índios para escravizar. Existem relatos de que os campos de Curitiba foram descobertos pela expedição de Pero Lobo, em 1531. Essa expedição bandeirante partiu de Cananéia em busca de ouro e prata na região dos Incas, seguindo uma trilha indígena que passava pelos arredores da atual cidade de Ponta Grossa. A expedição acabou sendo dizimada pelos índios guaranis, nas proximidades de Foz d

  • Avatar
    12/07/2016 16:19:37Opinião do LeitorAnônimo

    Gente, se a Vai-Vai com a FRANÇA cheia de belezas, o país mais turístico do mundo, Monalisa, Museus, Napoleão, e Luis XV, com a mídia em cima da escola, não conseguiu ser campeã porque jurado não gosta de enredo CEP, a Nenê então coitada tá se jogando do precípicio em queda livre, é triste pois a Nenê já nos presenteou com momentos lindos, me desculpem curitibanos, mas pense num lugar água de chuchu que é Curitiba.

  • Avatar
    11/07/2016 18:53:42Erick PhelipeMembro SRZD desde 19/06/2016

    Não importa o enredo, seja ele sal, emissora de TV, Cláudia Raia, amor, folclore, os desfiles foram ótimos(minha opinião). Tenho certeza que a Nenê vai fazer um lindo desfile falando de Curitiba. Estou na Torcida para que a Escola faça um grande desfile em 2017 e mostre o que a sua comunidade é capaz de Fazer!!! Boa Sorte Vila Matilde...

  • Avatar
    11/07/2016 14:23:20Adriano SantosAnônimo

    O povo fala dessa tal saudade da Nenê de antigamente...ou da Nenê de Verdade....Mas qual seria essa época? anos 80, 90...dessa época todos do carnaval sentem saudade, mas muito me admira uma pessoa achar que esse carnaval pode ser desfilado nos dias atuais. O último título da escola foi em 2001, e continuou com a presidência do título até o ano de 2009...mas vamos lembrar dessa época tão "boa" que muitos querem de volta. Integrante da bateria pegava a fantasia na quadra e já apanhava na rua porque tinha que dar para os amigos dos "manos" da bateria. Indo para a quadra tínhamos a fama do tal "banheiro da Nenê"...não dava para chegar perto nem do lado de fora. E o camarote que podia cair a qualquer momento? Indo para a avenida....em 2006 tivemos uma comissão de frente no ferro porque deram a desculpa que não podia colocar a roupa dos orixás (desculpa). E quando falamos de uma emissora de TV em 2007 (enredo bom??? Prefiro muito mais Curitiba). Kd o dinheiro injetado na quadra por essa emissora? E kd a tal padaria com curso profissionalizante prometido para o mesmo ano?? Em relação a atual presidência, disseram que não entende de carnaval, mas desde que frequento a escola (1997) eu vejo ele na quadra...deve ter aprendido algo. Não concordo com algumas coisas, mas nenhum presidente de nenhuma agremiação é perfeito. Reclamar todos nós gostamos, porém vamos pontuar o que queremos e deixar claro essa tal "saudade" que tanto dizem....se não fica tudo muito solto e vira palavras jogadas ao vento. Em relação ao tema.....ué, escolas tradicionais já falaram de Paulínia, Japão, França, Ilha Bela, Cubatão, São Paulo (inúmeras vezes), Hungria...e por ai vai. Mas quando nós falamos....ai vira problema e tobogã para o acesso. Mais uma vez...essa é uma critica totalmente sem fundamentos. Nada é perfeito, mas com trabalho é ajustado. Gaste a energia da negatividade na alegria de se pular carnaval e de defender a escola que tanto ama.

  • Avatar
    11/07/2016 11:56:17RCAAnônimo

    Saudades da Nene de verdade... Claudia Raia, agora CUritiba Nene tá fazendo força pra voltar pro acesso...

  • Avatar
    11/07/2016 10:24:52Marcos TBAnônimo

    Realmente a festa foi bacana como pude constatar pessoalmente, acreditamos e participamos porém sempre entorta no final, mais e ai? Márcio Telles supria este nível desde quando aqui chegou! Ahhh você não deve saber, chegou aqui a pouco tempo como mesmo disse não é? Festa não tira nota na avenida! Agora em relação a máquina do tempo acho bom você ajustar a sua ou se informar dos fatos, pois mesmo que você tente esconder as informações, o mundo do samba sabe e bem declarado. Agora em questão a ajudar, outra desinformação sua "NÃO TEMOS ACESSO", tudo muito fechado e velado, estão aí meus companheiros que não me deixam mentir.

  • Avatar
    10/07/2016 22:58:29Jefferson GomesAnônimo

    Boa Tarde meu amigo, não sei qual seu grau de intimidade ou amizade com o nosso carnavalesco, mas tenho plena certeza que fala sem conhecimento algum, temos um carnavalesco extremamente competente dedicado e comprometido com a nossa Escola, vista como foi a festa que o proprio idealizou e criou, trabalhei com ele na Mocidade Alegre, acompanhei de perto na Dragoes e na Independente... vá se informar antes de falar sobre assuntos que você desconhece. Fique a vontade para comprar sua maquina do tempo e voltar para a data que deseja ! pois aqui na Vila Matilde estamos trabalhando, e muito para que a Escola no ano de 2017 surpreenda a todos com um lindo espetáculo. cheguei ontem mas estou pra ajudar e trabalhar e não para falar, então caso queira ajudar vá até a quadra e ajude ! caso não, nos deixe trabalhar e não fique usando uma matéria que exalta nossa festa merecidamente pois foi um lindo espetáculo, para ficar falando o que não sabe ! Viva o Samba ! Meu nome não é anonimo. att Jefferson Gomes Primeiro Mestre Sala do G.R.E.S Nenê de Vila Matilde obs: para quem não sabe o Diretor de Carnaval da Escola é o Ricardo Fervorini

  • Avatar
    10/07/2016 22:19:03O LEITORAnônimo

    O problema não é o enredo em si, pois enredo cep já ganhou carnavais, o grande problema mesmo é o que todo mundo está cansado de falar e repetir é o presidente. Ele está querendo muito voltar pro acesso, pois parece que faz carnaval apenas por fazer, esse ano o carnavalesco saiu da escola muito antes do desfile por motivos não divulgados.

  • Avatar
    10/07/2016 20:53:17Lucas SilvaAnônimo

    Colonização não, desculpe, na IMIGRAÇÃO.

  • Avatar
    10/07/2016 20:51:45Lucas SilvaAnônimo

    Eu moro em Curitiba e acho que deveriam focar na parte indígena, na colonização e na ecologia... fora isso não vejo nada que seja tão interessante para um desfile . Desejo sorte :)

  • Avatar
    10/07/2016 20:20:32Roberto RibeiroAnônimo

    Uma grande agremiação dirigida amadoramente começando pelo presidente que não sabe nada de carnaval e pior ao delegar funções na escola, imaginem vcs ele colocou o Mestre sala o primeiro Mestre sala pra ser ditetor de Carnaval kkkkkkk precisa dizer mais algo ? Sem falar do tal carnavalesco kkkk era uma vez uma grande escola! O que me consola é que não à mau que dure para Sempre!

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.