SRZD



Paulo Estrella

Paulo Estrella

CONCURSO PÚBLICO. Desde 2008, diretor-pedagógico da Academia do Concurso, empresa do grupo Estácio, professor de curso preparatório desde 2003 e coordenador de cursos de pós-graduação da Academia do Concurso. Trabalha em cursos de performance, com provas realizadas por terceiros, desde 1994, tendo passado por várias redes de ensino como MV1, Bahiense e GPI, além de cursos pré-militares. É consultor de preparação, especialista em concursos, blogueiro do caderno Boa Chance do O Globo e responsável pela criação e entrega dos cursos da Academia do Concurso na sede e em todas as unidades.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



15/07/2016 09h33

Concursos para área policial
Paulo Estrella

Hoje vou falar das oportunidades que se aproximam na área de segurança pública. Essa área costuma ter uma concorrência vocacionada, ou seja, muitos candidatos que só concorrem para essa área, pois têm afinidade com a atividade, o poder de polícia, o porte de armas entre outras características da área. Dessa forma, este é um nicho que demanda uma preparação séria para conquistar cargos com salários maiores. Nessa área, a maior parte dos cargos exigem formação superior, na maioria das vezes sem uma formação específica. A exceção são os cargos de agente administrativo que exige apenas nível médio, o cargo de delegado que exige nível superior com formação em direito e perito que o candidato precisa ter nível superior nas áreas periciais que a corporação contrata. 

Estamos falando de órgãos como a Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Civil que tiro por base a do estado do Rio de Janeiro. Vamos às notícias de cada um:

A Polícia Federal tem autonomia para decidir os próprios concursos,  mas está com dificuldades financeiras como todo executivo federal. Para a corporação iniciar a organização do próximo concurso precisa da liberação do MPOG que avalia se a PF tem recursos no orçamento para pagar os novos contratados. De qualquer forma a PF já enviou outro pedido, como orientada pelo MPOG no fim do ano passado. O novo pedido possui ao todo 558 vagas sendo 491 para delegado e 67 para perito ainda sem áreas definidas. Essas vagas têm grande possibilidade de serem ocupadas ainda esse ano. Para Agente da Polícia Federal, um pedido deverá ser feito para o orçamento de 2017, mas nada impede que o concurso seja realizado ainda no fim desse ano, com as contratações programadas para 2017. A validade do último concurso para agente da Polícia Federal termina no fim de fevereiro é possível que haja mais novidades nos próximos meses. Em junho próximo termina a validade do concurso para agente administrativo, nível médio, mas esse concurso pode ter sua validade prorrogada por mais dois anos, nesse caso só nos resta aguardar e conferir. Se a validade não for prorrogada é possível que tenhamos concurso para a área de apoio ainda esse ano. Historicamente a banca organizadora dos concursos da Polícia Federal é a CESPE-UNB, quem se prepara para o próximo concurso deve ter como base as questões da CESPE para uma preparação mais eficaz.

A Polícia Rodoviária Federal, não tem a mesma autonomia que a Polícia Federal para autorizar os próprios concursos, mas a situação do órgão está complicada, pois nos próximos dois anos há a previsão, segundo a corporação, de perder aproximadamente 4000 Policiais Rodoviários Federais, cerca de 40% do efetivo. Isso exatamente em um momento bastante positivo pelo desempenho da corporação, são quatro anos consecutivos que há uma redução de mortes nas rodovias federais, mesmo com a cobertura menor com o fechamento de vários postos de fiscalização. Esse ano, a Policia Rodoviária Federal já apresentou um novo pedido de 1500 vagas para o cargo de policial rodoviário federal. Em novembro a PRF recebeu autorização para nomear mais 579 excedentes do concurso de 2013, estes devem ser nomeados até maio, quando termina a validade do concurso anterior, o de 2013. Não há garantias, mas teremos novas notícias em breve sobre esse concurso.

O governador do Rio de janeiro aprovou no último semestre o concurso para Delegado da Polícia Civil do Rio de Janeiro, a corporação solicitou 100 vagas mas não há informações do total autorizado. O concurso para delegado já deveria estar com todos os preparativos prontos para a publicação do edital, mas com a atual crise financeira do Estado do Rio essa contratação sofrerá um atraso, mas deve acontecer ainda esse ano. O salário inicial de delegado chega a R$ 15.715,38 e o candidato deve ter formação em direito.

Com essas notícias a aproximação dos concursos, é fundamental que o interessado inicie a preparação o mais rápido possível, como já havia dito, a maioria da concorrência é vocacionada e não desiste para fazer concursos de outra área. Para ser aprovado o interessado deve superar a concorrência que vem se preparando desde o último concurso. Para ser aprovado e ter uma boa colocação no próximo concurso é muito importante que o candidato inicie logo a preparação.


Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.