SRZD



Hélio Rodrigues

Hélio Rodrigues

LUTAS. Jornalista, foi repórter de MMA do portal SRZD. Já cobriu diversos UFCs, além de importantes eventos do cenário nacional, como o Shooto e o Bitetti Combat.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



19/07/2016 08h55

Eu não gosto de Anderson Silva
Hélio Rodrigues

Bem, eu não gosto de Anderson Silva. Isso talvez não seja segredo para ninguém: nem para meus amigos, nem para meus leitores. Uma série de fatores me fez desgostá-lo, desgastar a admiração que, acreditem, já tive. Confesso: a história de vida dele é bonita, digna de um grande campeão. Mas não falemos disso aqui. O meu objetivo é, pasmem, reverenciá-lo. Não por ser o Anderson Silva, que está na lista dos maiores lutadores de MMA da história - embora eu não o considere o maior. A postura do brasileiro diante de Daniel Cormier foi louvável: o antigo campeão dos médios do UFC aceitou o desafio de enfrentar o americano a dois dias da luta e pouco menos de dois meses de uma cirurgia na vesicular biliar.

Mais: ele demonstrou, diferentemente de algumas oportunidades infelizes, hombridade e coragem para enfrentar um lutador mais pesado, exímio wrestler e detentor com méritos do título dos meio-pesados.

As diferenças eram notórias em alguns momentos: a facilidade de Cormier em colocar Anderson para baixo era algo esperado. Ainda assim, Silva demonstrou técnica, raça: para contra-atacar. Para tentar dar show à plateia - sem as firulas desrespeitosas de outrora. Para até tentar surpreender.

Embora infeliz na missão fica aqui registrado: seria eu um fã dele caso lutasse sempre assim: concentrado, sem arrogância.


Veja mais sobre:UFC

Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.