SRZD


05/08/2016 09h18

Carnavalesco revela detalhes dos bastidores da abertura da Olimpíada
Redação SRZD

O carnavalesco paulistano Hernane Siqueira esteve no Rio de Janeiro acompanhando os últimos detalhes dos preparativos para a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, que acontece nesta sexta-feira, no estádio do Maracanã.

O artista traz para os leitores do SRZD o que viu e suas impressões sobre o que é possível esperar do evento que marca o início do maior evento esportivo do mundo. Confira!

Muitos foram os esforços para tornar a cerimônia de abertura das Olimpíadas Rio 2016 em um grande espetáculo. Superar e muito expectivas da abertura da Copa 2014, que foram levadas ladeira abaixo pela sua falta de criatividade e má execução.

Tendo em vista que diversos profissionais estão envolvidos, todas as escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro se motivaram, e junto com as comissões de organização, colaboraram para que este evento fique marcado não só para os que irão assistir, mas também para as gerações futuras, mantendo o espírito olímpico e o orgulho de ter participado deste momento.

Ao todo mais de cem componentes de cada escola estão arduamente ensaiando e se preparando para o grande dia. Desde passistas, aderecistas e componentes, até os ritmistas e suas afinadas baterias. Nas últimas semanas foi intensificada uma jornada frenética e desgastante para que tudo saia a contento do mundo e da comissão organizadora internacional.

Um sistema de logística e credenciamento comprovou que tudo está de acordo para que neste dia possamos brindar com louvor os jogos no Brasil e que tem o Rio de Janeiro como sede.

A cidade obteve através do poder público e da iniciativa privada investimentos milionários, que vão da construção da cidade Olímpica, aos meios de transportes inovadores como os "BRTS" e "VLTS", até a sonhada conclusão do metrô, que levou quase 30 anos para ser concretizada ligando Zona Sul e Barra da Tijuca.

De fato, o Rio de Janeiro hoje se transformou na capital do mundo esportivo, uma nova cidade planejada, mesmo com todas as adversidades locais, tornou-se, além da cordialidade e alegria do povo carioca, a sede da mais nova e bem-sucedida Olimpíada Mundial.

Acompanhei por dois dias o ensaio geral para a cerimônia de abertura.

Vi de perto a delegação da nossa querida União da Ilha do Governador, os bastidores e a exaustão provocada pelos ensaios, além da espera e conclusão diária dos objetivos.

Comprovei o quanto a dedicação de todos têm sido a alma viva para estes jogos, milhares de pessoas de todo o mundo e estados brasileiros estão divididas para as mais variadas tarefas, que vão desde servir lanches, até o acompanhamento de todo o processo, como por exemplo, monitorar a chegada das pessoas envolvidas.

São componentes de escolas de samba, bailarinos, terceira idade e voluntários, enfim, muitos brasileiros, todos os dias, dedicados nesta frenética e árdua missão.

O ponto alto de tudo isso foi o comprometimento de todos para o grande e impactante show que será exibido nesta sexta-feira, mas como nem tudo são flores, destaco aqui o alto índice de preços nos quiosques do estádio do Maracanã!

Uma latinha de cerveja R$ 13, uma garrafinha de água R$ 8, chega a ser surreal...

Outro fato que presenciei e que causou incômodo em todos os participantes foi a maquiagem usada com glíter nos participantes, causando alergia e dor em sua retirada, reuniões póstumas foram feitas no afã de resolver esse percalço de planejamento, uma vez que não estando confortável, causa desespero ao participante que tem que se manter concentrado por horas até a execução de chamada para sua participação.

Figurinos lindos e bem confeccionados, sob medida, afirmam o quanto as escolas de samba são profissionais e se aperfeiçoaram na execução dos seus projetos. Em geral acredito que, assim como eu, que estive presente ao ensaio geral e tenho um senso crítico aguçado, todos vão constatar que a cerimônia de abertura será um verdadeiro show!

Mostrará desde nossas raízes indígenas até a favela, cenário principal do Rio.

Por fim, um grande desfile em que as escolas de samba arrebatarão com alegria e pulsação forte este momento não só do Brasil, mas de toda a América Latina.

Será o maior evento já feito em terras fora do "Velho Mundo".

Desde já ratifico que todos devem assistir com carinho e orgulho a cerimônia de abertura, pois foi lindo ver como todos se empenharam para que, não só os jogos e suas tão disputadas medalhas fiquem na memória, mas também, o amor do povo carioca e brasileiro para execução deste feito.

Deixo também registrado o apoio e a educação do Exército brasileiro, da Força Nacional de Segurança e a da Polícia Militar, pelo tratamento aos que visitam a cidade neste momento festivo!

Medalha de ouro para eles, que possam continuar assim depois que tudo acabar! 

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?


Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.