SRZD


08/01/2009 14h48

Amy Winehouse na lista dos extremistas islâmicos
Luiz Felipe Carneiro

Amy Winehouse na lista dos extremistas islâmicos | Foto: Rama/Wikimedia Commons

A cantora Amy Winehouse e o produtor Mark Ronson agora são alvos de extremistas islâmicos. Segundo reportagens divulgadas pela imprensa britânica, os dois artistas, de origem judia, entraram na lista de pessoas visadas pelos terroristas por conta dos conflitos no Oriente Médio.

O jornal The Sun noticiou que o fórum no site Ummah.com pediu para que os seus usuários listassem nomes de pessoas judias que poderiam ser alvos de atentados. Os nomes de Winehouse e de Ronson foram incluídos nessa relação.

O britânico Glen Jenvey, especialista em táticas antiterroristas disse ao jornal que a tal lista deve ser levada a sério. "O website da Ummah está sendo utilizado por extremistas. As pessoas listadas devem realmente tomar cuidado. Existe uma campanha odiosa e intimidatória feita por 20 ou 30 criminosos", afirmou.

Em protesto na Trafalgar Square, em Londres, no último dia 06, o produtor Brian Eno (que já trabalhou com o U2 e o Coldplay, bem como fez parte do Roxy Music) falou sobre o conflito. O produtor anunciou o seu apoio ao povo palestino, e pediu às pessoas para que pressionassem os governantes para pedir o fim do conflito.


Veja mais sobre:Amy Winehouse

Comentários
Comentar