SRZD


07/09/2016 04h54

'Ôô...Cubango é nó na madeira': assim cantará a verde e branca de Niterói em 2017
Rodrigo Trindade*

Foto: SRZD-Carlos Eduardo da Costa

O samba de 2017 da Acadêmicos do Cubango diz assim: "Ôô...Eu sou o espelho do espelho que não quebrou / Ôô...Cubango é nó na madeira". É com essas palavras que a verde e branca de Niteroi cantará homenagem a João Nogueira na Marquês de Sapucaí ano que vem, pela Série A e com base no título "Versando Nogueira nos cem anos do ritmo que é nó na madeira", a ser desenvolvido pelo carnavalesco Cid Carvalho.

- Confira a galeria de fotos da final de disputa de sambas na Cubango

A parceria de Gabriel Martins, Belo, Rafael Coutinho, Robson Ramos, Sergio Careca, Dema Chagas, Tricolor, Vinicius Xavier, Thiago Farias e Duda levou o título em disputa acirrada na madrugada desta quarta-feira (7). Antes do evento começar, Gabriel contou ao SRZD Carnaval em quais pontos da obra ele já apostava:

Foto: SRZD-Carlos Eduardo da Costa

"O diferencial de nosso samba é que ele foge um pouco das características dos atuais. Tem um refrão do meio que não é repetido duas vezes como de costume. Tem uma levada mais antiga. Além disso, estamos confiando bastante na cabeça do samba, muito forte: ÔÔ...Eu sou o espelho do espelho que não quebrou / ÔÔ...Cubango é no na madeira", disse o compositor campeão.

SRZD apurou que das três obras, duas eram favoritas na comunidade

A disputa de sambas na Cubango foi realmente acirrada. Três obras concorreram ao título de hino oficial do Carnaval de 2017, porém, duas delas eram favoritas. Gabriel Martins e cia, e ainda, Flavinho Machado e seus amigos tinham a preferência dos sambistas de coração verde e branco, segundo revelações de uma fonte ligada à escola, em conversa com o SRZD.

Em recente enquete aberta pelo portal, o resultado foi um detalhe diferente: o samba de Gabriel Martins liderou a votação com 71,8%. Em segundo lugar, aparecia a obra de Zequinha e cia. Flavinho Machado ficou em terceiro, com 11,3% dos cliques dos internautas.

A dinâmica da disputa e apresentações

Quem subiu ao palco para se apresentar primeiro foi o samba 3, de Zequinha, Ari Sérgio da Cubango, Celso Lopes, Gatto da Cubango, Adilson de Almeida, João Paulo (O Papa), Professor Renê e Paulinho Pakera.

- Vídeo/Final Cubango: veja apresentação da parceria de Zequinha

Foto: SRZD-Carlos Eduardo da Costa

Em seguida, foi a vez de Flavinho Machado, Heraldo Faria, Gilberth Castro, Alcineu, Dudu, Andrezinho e Nego mostrarem as qualidades do samba 1.

- Vídeo/Final Cubango: veja apresentação da parceria de Flavinho Machado

Foto: SRZD-Carlos Eduardo da Costa

Quem fechou a disputa foi o campeão Gabriel Martins. As parcerias se apresentaram da seguinte forma: uma passada sem bateria; depois quatro com; em seguida, uma passada para a comunidade cantar e encerrando, quatro repetições com a Rimo Folgado, orquestrada por mestre Demétrius.

- Vídeo/Final Cubango: veja apresentação da parceria de Gabriel Martins

Sobre o resultado

Após apresentações, diretores se reuniram com o presidente Olivier Pelé, com o carnavalesco Cid Carvalho e outros segmentos para decidir qual caminho trilhar em 2017, no que se refere à musicalidade. Da reunião, saiu a decisão de dar a Gabriel Martins e seus parceiros o campeonato. O resultado oficial da disputa foi revelado por volta das 4h55 da manhã desta quarta-feira (7).

*Imagens em vídeo e fotos: Carlos Eduardo da Costa

Confira a letra do samba de 2017 da Cubango:

Compositores: Gabriel Martins, Belo, Rafael Coutinho, Robson Ramos, Sergio Careca, Dema Chagas, Tricolor, Vinicius Xavier, Thiago Farias e Duda. Intérprete oficial: Hugo Júnior

ÔÔ...EU SOU O ESPELHO DO ESPELHO QUE NÃO QUEBROU
ÔÔ...CUBANCO É NÓ NA MADEIRA

VAI MINHA INSPIRAÇÃO
COM PRAZER SOU JOÃO
UM CERTO NOGUEIRA
SOU RESISTÊNCIA À CORRER NAS VEIAS
E POESIA FEITO "LENHA NA FOGUEIRA"
EM TEMPOS DE VERSOS AÇOITADOS
BATUQUE ACORRENTADO
MEU SAMBA NÃO SE CALOU
REINANDO NO AUGE DO SEU CENTENÁRIO
ELE É IMORTALIZADO
VEM MOSTRAR O SEU VALOR
QUEBRAM-SE AS CORRENTES DO PASSADO
HOJE O SAMBA É MAGISTRADO
TEM DIPLOMA DE DOUTOR
A CURA DA MENTE E DO CORAÇÃO
É O PODER DA CRIAÇÃO

NESSE TERREIRO TEM CLARA GUERREIRA
"BATUCAJÉ" NÃO É BRINCADEIRA
FIRMEI O PONTO NO CANTO DE UM "SABIÁ"
TEM AXÉ PRA ILUMINAR
A FORÇA NO MEU CAMINHAR
LÁ DO CÉU TUA FÉ QUE ME FEZ SONHAR
E DE JOELHOS SAUDEI O MEU ORIXÁ

"POR ONDE ANDARÁS" MORENA
CABROCHA QUE ROUBOU MEU CORAÇÃO
"RESTOU ESSA SAUDADE" DA PEQUENA
E O "CONSOLO DO ANTIGO VIOLÃO"
E É POR ISSO QUE EU VIVO NO CLUBE O SAMBA
EM TERREIROS DE BAMBAS A CANTAR
NUM BEIJO APAIXONADO DE OSWALDO CRUZ EM MADUREIRA
NASCI UM VERDADEIRO AMOR
NAS ASAS DE UMA ÁGUIA ALTANEIRA
A VIDA É UM DOM DE DEUS
SE O ESPELHO É BOM NINGUÉM JAMAIS MORREU
VOU VIVER PRA SEMPRE NESSE MANTO
EXISTIR NESSE AZUL REPOUSAR

Veja como foi a apresentação das três parcerias concorrentes:

- Vídeo/Final Cubango: veja apresentação da parceria de Gabriel Martins

- Vídeo/Final Cubango: veja apresentação da parceria de Flavinho Machado

- Vídeo/Final Cubango: veja apresentação da parceria de Zequinha

Entrevistas com segmentos:

- Final Cubango: coreógrafos de c. de frente revelam segredos para 2017

- Final Cubango: Intérprete Hugo Júnior revela que tem os três sambas 'na ponta da língua'

- Final Cubango: 'Final de disputa terminará fora da quadra, com muita festa', conta presidente

- Final Cubango: 'Se meu faro não me enganar, teremos um dos melhores sambas', diz Cid

- Final Cubango: SRZD acompanha ornamentação da quadra. Hino de 2017 sai nesta madrugada

- Finalistas Cubango: Compositores explicam ao SRZD o diferencial de seus sambas

- SRZD-Enquete na Cubango: confira o samba campeão na opinião dos leitores

- Clique aqui e saiba tudo sobre o Carnaval carioca

Já curtiu a página do SRZD-Carnaval no Facebook?



Comentários
Comentar