SRZD


08/01/2009 16h27

Chefe da Prodrive desiste de comprar Honda, mas time ainda tem propostas
Redação SRZD

Mesmo com desistência de David Richards, ainda restam 12 interessados em compra requipe | Foto: Honda Racing F1

Mesmo com desistência de David Richards, ainda restam 12 interessados em compra requipe (Foto: Honda Racing F1)

Considerado o principal candidato a comprar o espólio da Honda, o chefe da equipe Prodrive, David Richards, anunciou nesta quinta-feira que encerrou as negociações para adquirir a estrutura da escuderia japonesa. Ex-chefe da BAR na Fórmula 1 e da Subaru no Mundial de Rally, Richards chegou a viajar até o Kuwait em busca de investidores interessados em apoiá-lo, mas desistiu por causa das incertezas da economia mundial.

"Desde o início, deixei claro que só retornaria à Fórmula 1 se tivesse certeza de que poderia ser competitivo. Além disso, o investimento teria de ser financeiramente viável. Quando você investe, você espera que dê resultado. Acredito que o cenário atual é simplesmente muito incerto", explicou Richards ao site Autosport.

O dirigente também se mostrou cético sobre as tentativas para cortar custos na Fórmula 1. "O processo de redução de gastos ainda não mostrou seus benefícios. Não acredito que vai fazer efeito antes de 2010. As equipes continuam lidando com custos que são insustentáveis. Então, considerando o curto período que teria até o início da temporada, fico me questionando se este seria o momento certo para voltar à Fórmula 1", completou Richards.

Dirigente da Honda garante que ainda há cerca de 12 interessados


Em entrevista ao site Autosport, o chefe de equipe da Honda, Nick Fry, afirmou que continua em conversas com pelo menos 12 interessados em adquirir o espólio da escuderia. O dirigente admitiu que não estava muito confiante em encontrar um comprador para o time, mas agora está otimista com a possibilidade de a "nova Honda" estar no grid da Fórmula 1 em 2009.

"A situação é bem animadora no momento. Nós tivemos muitos interessados desde o início, talvez mais do que 30 grupos vieram até nós. Agora continuamos negociando com cerca de uma dúzia de interessados e estamos conversando com a Honda para ver qual será a melhor aposta. Desde o início do processo, Bernie Ecclestone disse que estava 100% certo de que a Honda estaria no grid em Melbourne, mas eu não me sentia assim. Agora, posso dizer que a minha confiança aumentou. Não chega a 100%, mas está perto disso", afirmou Fry.


Comentários
  • Avatar
    09/01/2009 15:55:44Felipe WojcikiewiczAnônimo

    E o que aconteceu com a possível compra da Honda pelo milionário mexicano dono da Telmex (e da Embratel)??? O acordo de compra estava praticamente finalizado segundo o italiano La Stampa...

Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.