SRZD



Sidney Rezende

Sidney Rezende

ATUALIDADE. Jornalista, diretor do SRZD e um dos profissionais mais inovadores do país.

* Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de responsabilidade exclusiva de seu autor.



26/09/2016 19h36

Quem era Falcon?
Sidney Rezende

Há um mês e meio, eu conversei longamente com Marcos Falcon. Ele era uma destas personagens lendárias do mundo do samba que conseguem equilibrar numa só pessoa respeito, medo e doçura. Tudo junto. No meu caso, sempre transmitiu consideração. Nunca recusou uma ligação em nome do SRZD

Sempre educadíssimo, ouvia com máxima atenção e pedia permissão para iniciar sua fala. Conversamos sobre o Carnaval do ano que vem, rapidamente sobre sua candidatura e bastante tempo sobre comunicação. Ele me comentou detalhes que o incomodavam na relação Portela e imprensa. Mas prefiro não falar neste momento. 

Depois da sua morte, executado a tiros de fuzil, certamente muito mais se dirá, ainda mais sobre alguém que galvaniza opiniões sobre si tão diferentes. Falcon se transformará numa destas lendas urbanas do samba em que os motivos da sua morte ainda gerarão muitas interpretações. Quem será que o matou e por quais razões?

Deixemos a polícia trabalhar. A minha aposta é que a execução nada tem a ver com sua condição de candidato a vereador.

Falcon já tinha sofrido quatro atentados, levado 18 tiros e se submetido a nove cirurgias reparadoras. Não era um homem comum, diríamos. 

Subtenente da PM, acusado e inocentado de integrar milícia, também tinha aquele jeitão de destemido. Passava firmeza, e tinha força na mão ao cumprimentar o interlocutor. 

Falcon atraia respeito dos portelenses, medo de inimigos e adversários - já que ele transitava por ambientes pouco recomendáveis para amadores - e doçura para aqueles que ele considerava pessoas especiais.

Por falar em doçura, na sua casa, sua mulher é a que melhor exprime esta expressão: Selminha Sorriso. Neste momento, não existe uma só pessoa que a conheça que não queria lhe estender o ombro. Condolências.


Comentários
Comentar

Isso evita spams e mensagens automáticas.